Publicado em 31/08/2018 por João Augusto

CNBB apresenta cartilha de orientação política: os cristãos e as eleições 2018, para ano eleitoral

O Regional Sul 2 (Paraná), da CNBB, atendendo o pedido da Presidência da Conferência dos Bispos produziu a Cartilha os cristão e as eleições 2018, que orienta o povo de Deus para o tempo que vivemos, ano eleitoral. O material foi apresentado e aprovado na reunião do Conselho Permanente da entidade, em fevereiro desse ano. O lançamento aconteceu na 56ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em abril de 2018, em Aparecida.

A leitura e debate do subsídio são importantes nos diversos espaços da família, Igreja e sociedade, sobretudo nos meios de comunicação social. O título “alegres por causa da esperança” (Rm 12, 12), nos impele acreditar em um mundo político mais justo, honesto e ético que possam legislar pelo bem comum.

“Quando a Igreja fala de política, compreende-a no sentido amplo do termo, pois a política tem a ver com os valores da paz, da justiça, do amor, no cuidado das pessoas seja da cidade, seja do campo, sobretudo dos pobres e da humanidade”, diz Dom Vital Corbellini, bispo de Marabá (PA).

As paróquias que desejam adquirir o material está disponível no Secretariado Arquidiocesano de Pastoral e custa R$ 1,00. Maiores informações com Rosélia Follman (85) 3388-8701.

Publicado em 31/08/2018 por João Augusto

Região Nossa Senhora da Assunção promove II Simpósio Bíblico

No próximo dia 02 de setembro a Região Nossa Senhora da Assunção promoverá o II Simpósio Bíblico com o tema: “Para que n’Ele nossos povos tenham vida” Sb 1, 1-6,21. O evento reunirá mais de 450 inscritos vindos das 15 paróquias e área pastoral da região, entre eles agentes de pastorais e fieis que desejam participar do momento formativo. A Escola Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, no bairro Carlito Pamplona, sediará o encontro que contará com assessoria de religiosos do Instituto Nova Jerusalém.

Para Ana Cristiana, coordenadora da 3ª urgência da região: “é um momento singular para a caminhada da urgência na região, pois através do conhecimento adquirido nas formações, os agentes de pastorais poderão melhor servir em suas paróquias”. Para esse II Simpósio a programação conta com palestras, oficinas, momentos de animação e terminará com a Celebração Eucarística, presidida pelo Vigário Episcopal, Frei Jesus Mauleón.

Como de práxis na região, a coordenação preparou rotas de ônibus passando pelas paróquias para melhor facilitar o deslocamento dos participantes. No local do evento será servido lanche e almoço: Rota 1 (Granja Portugal, Conjunto Ceará e Genibaú), Rota 2 (Antônio Bezerra, Parque Rio Branco, Jardim Iracema e Álvaro Weyne), Rota 3 (Pio Saraiva, Quintino Cunha, Vila Velha e Nova Assunção), Rota 4 (Cristo Redentor e Pirambu) e Rotas 5 e 6 (Barra do Ceará).

O Simpósio é o caminho natural que trilhamos para maior participação dos agentes de pastorais na Escola de Formação da Região que esse ano iniciará dia 11 de setembro com termino na segunda semana de dezembro, na Igreja do Carlito Pamplona.

I Simpósio Bíblico
Foi realizado nos dias 02 e 03 de setembro de 2017, na Igreja São José, da Paróquia São Pedro e São Paulo, e contou com a participação de 225 pessoas vindas de todas as paróquias e área pastoral da região. Teve a coordenação de Pe. Evaldo Carvalho e Ana Cristiana, assessoria de Irmã Aila Pinheira, religiosa da Nova Jerusalém e participação de Irmã Juliana, assessora da IVC da região.

Escola de Formação
A escola teve inicio há 18 anos com o antigo Setor V da Região II. Já participaram quase  3 mil agentes de pastorais ao longo de sua história. Conta com formação na área de introdução aos livros sagradas, evangelhos, liturgia, mariologia, cristologia, eclesiologia, missão entre outros temas. Está vinculada a Terceira Urgência e conta também com uma equipe própria. Dessa escola temos como um dos vários frutos, a “Escola fé e vida” da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, no Conjunto Ceará, fundada há 04 anos.

Alex Ferreira – Região Nossa Senhora da Assunção

Publicado em 31/08/2018 por João Augusto

Competências necessárias ao perfil de um Presidente do Brasil, por dom Murilo Krieger

A pessoa que deseja ocupar o cargo máximo do poder Executivo no Brasil, a Presidência da República, precisa ser firme quando enfrentar situações em que estejam em jogo a justiça, a solidariedade e a paz no Brasil. Esta é uma das características que o arcebispo primaz de Salvador (BA) e vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Murilo Krieger, destaca ao apontar um conjunto de competências, qualidades e atitudes ético-morais que precisam constar no perfil do candidato ou candidata a ser eleito pela população brasileira nas próximas eleições gerais de outubro.

“Precisa ser um Estadista e, ao mesmo tempo, alguém sensível à situação do povo, especialmente dos mais necessitados”, apontou. Qualidades como “grande cultura geral”, “capacidade de coordenação” e “uma grande disposição ao trabalho” também foram enumeradas como essenciais ao perfil de um ou uma Presidente da República.

Dom Murilo em apresentação do ranking internacional da corrupção em reunião do Consep de junho 2018. Foto: CNBB/Matheus de Souza

O arcebispo de Salvador também apontou o diálogo e a capacidade de se relacionar com todos como capacidades indispensáveis e necessárias para exercer a chefia do maior posto do Executivo. É importante, segundo dom Murilo, que este candidato seja uma pessoa transparente e não governe pensando na reeleição.

“É necessário que um presidente saiba cercar-se de pessoas incapazes de exercer suas responsabilidades pensando em si, nos seus ou no seu partido”, disse. Em sua avaliação, o  presidente a ser eleito nas próximas eleições gerais precisa ser alguém que ame o Brasil e o coloque no centro de sua atuação política.

Expectativa para o “Debate de Aparecida” – Dos candidatos que vão participar do debate que a CNBB promove dia 20 de setembro, em Aparecida (SP), o vice-presidente da entidade disse esperar propostas claras, coerentes e exequíveis. Para o religioso, muitas promessas feitas pelos candidatos são meros sonhos nos quais nem mesmo eles acreditam.

“Que os candidatos digam de onde vão tirar os recursos para fazer o que prometem; o que farão para tornar o país mais ágil (pense-se nas filas de postos médicos, na burocracia para se fazer qualquer coisa, numa máquina pública que parece viver para justificar sua própria existência, de forma autofágica)”, considerou. Dos telespectadores, o arcebispo diz esperar um maior senso crítico, menos emocionalismo e apoios por convicção e não por ideologia.

Fonte: CNBB
Publicado em 31/08/2018 por João Augusto

Carta convocatória para o Simpósio Arquidiocesano no Ano Nacional do Laicato

Conforme programação das ações em celebração do Ano Nacional do Laicato na Arquidiocese de Fortaleza realiza-se nos dias 22 e 23 de setembro o Simpósio Arquidiocesano no Ano Nacional do Laicato, com o tema: O Laicato e sua atuação na Igreja e na Sociedade e o lema: Vós sois o Sal da Terra e a Luz do Mundo (Mt 5,13-14) .

Busca-se neste momento celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas, como Povo de Deus e aprofundar a identidade, a vocação, a espiritualidade e a missão dos cristãos leigos e leigas, como testemunho de Jesus Cristo e o seu Reino na Igreja e na Sociedade.

É importante que se reconheça a missão do leigo e da leiga, como sinal da presença profética da Igreja, nas relações que buscam a paz, a justiça e a solidariedade e apontar o papel do leigo e da leiga na vida política, visando o bem comum, para que a reconstrução da sociedade seja mais justa e fraterna.

Abaixo transcrevemos a carta do Senhor Arcebispo fazendo a convocação e dando informações importantes para a realização do Simpósio.

 

ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA
Av. Dom Manuel, 03 – Centro – 60060-090 Fortaleza – Ceará – Brasil
Caixa Postal 9 / 60001-970
Fone (85) 4005 7850 Fax (85) 4005 7856
E-mail: curia@arquidiocesedefortaleza.org.br

Fortaleza, 15 de agosto de 2018.
Solenidade da Assunção de Nossa Senhora

Carta Circular 011/2018: Simpósio Arquidiocesano no Ano Nacional do Laicato

Caríssimos Irmãos Presbíteros e Diáconos, Religiosos e Religiosas, Leigos e Leigas,

Graça e Paz no Senhor!

Com toda a Igreja estamos vivendo o ANO NACIONAL DO LAICATO. Nesta oportunidade e para dar cumprimento a proposta de nosso Plano Arquidiocesano de Pastoral 2015 — 2019, estaremos realizando

nos dias 22 de Setembro – Sábado – das 8 às 18 horas
e 23 de setembro – Domingo, das 8 às 12 horas (sem almoço),
O SIMPÓSIO ARQUIDIOCESANO NO ANO NACIONAL DO LAICATO.
Local: Ginásio do Colégio Piamarta – Montese.
Contribuição: R$ 60,00 por participante.

A Coordenação Arquidiocesana de Pastoral já enviou via on line, a todas as Regiões Episcopais, ao FAMEC, à Articulação das Pastorais Sociais, CEBs e Organismos, e às Coordenações Arquidiocesanas de outras pastorais, Conselhos e Grupos Eclesiais, as FICHAS DE INSCRIÇÃO e as mesmas estarão sendo enviadas ao Secretariado Arquidiocesano de Pastoral com antecedência.

Pedimos também que divulguem o melhor possível esse Simpósio entre os fiéis, mobilizando as comunidades à participação com orações de intercessão a Deus.

Nosso braço fraterno, orações e bênção.

Em Jesus e Maria,

+José Antonio Aparecido Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

Informações: nas Secretarias das Regiões Episcopais e no Secretariado Arquidiocesano de Pastoral.

SECRETARIADO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL
Centro de Pastoral “Maria, Mãe da Igreja”
Telefone: (85) 3388 8701 / 3388 8702
e-mail: contato@arquidiocesedefortaleza.org.br
Av. Dom Manoel, 339 — Centro (estacionamento pela Rua Rodrigues Júnior, 300)
60060-090 Fortaleza CE BRASIL

 

INSCRIÇÕES E PAGAMENTOS:
As Paróquias encaminhem para as Secretarias de suas respectivas Regiões Episcopais a ficha de inscrição e o valor correspondente. Os secretários das Regiões repassarão as inscrições on line ao Secretariado de Pastoral e encaminharão o devido pagamento à Cúria Arquidiocesana, até final do mês de agosto.

PARTICIPANTES DO SIMPÓSIO:
O Simpósio Arquidiocesano no Ano Nacional do Laicato deve ser um momento precioso de formação e animação para todas as lideranças eclesiais em nossa Arquidiocese de Fortaleza em celebração Jubilar. Segundo os Conselhos Episcopal e Pastoral da Arquidiocese e definição do Arcebispo Metropolitano, devem participar do Simpósio:

  • Arcebispo e Bispo Auxiliar, Padres e Diáconos da Arquidiocese de Fortaleza ou nela exercendo seu ministério, Seminaristas da Arquidiocese de Fortaleza;
  • 25 pessoas de cada Paróquia ou Área Pastoral da Arquidiocese, sobretudo que sejam membros dos Conselhos Paroquiais de Pastoral e de Assuntos Econômicos;
  • 10 pessoas de cada uma das Associações, Serviços, Novas Comunidades ou Movimentos, articulados pelo FAMEC, especialmente os que fazem parte de alguma coordenação arquidiocesana dos mesmos;
  • 10 pessoas de cada Pastoral Social, Organismo e CEBs, participantes da articulação arquidiocesana das Pastorais Sociais, CEBs e Organismos, especialmente os que estejam numa coordenação arquidiocesana dos mesmos;
  • Os membros do Conselho de Assuntos Econômicos da Arquidiocese de Fortaleza;
  • 10 pessoas do Conselho Arquidiocesano de Leigos, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas do Conselho Missionário Arquidiocesano (COMIDI), especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas do Setor Juventude da Arquidiocese, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Pastoral da Comunicação, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Pastoral do Dízimo, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Pastoral da Educação, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Pastoral Vocacional, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Pastoral da Universidade, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Pastoral do Turismo, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Pastoral Litúrgica, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Pastoral Catequética, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Infância e Juventude Missionária, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Equipe Arquidiocesana de Campanhas, especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Escola de Pastoral Catequética (ESPAC), especialmente da coordenação arquidiocesana;
  • 10 pessoas da Faculdade Católica de Fortaleza, especialmente da sua diretoria.

Inscrições: Veja aqui

Publicado em 30/08/2018 por João Augusto

Contribuições das paróquias [junho de 2018]

Estamos publicando a planilha de contribuição das paróquias, áreas pastorais e outras contribuições de 10% para a Cúria e 3% ou 5% para o Fundo de Sustentação do Clero. Estes percentuais estão estabelecidos, tanto no Regimento dos Conselhos Econômicos Paroquiais  [Artigo 9, alínea A] como no Estatuto do Fundo de Sustentação do Clero [Artigo 4].

Planilha: [CONTRIB.PAROQUIAL – JUNHO.2018] e [CONTRIB.PAROQUIAL – JULHO.2018]

Regimento dos Conselhos Econômicos Paroquiais 
Artigo 9
a) preparar e entregar ao Conselho e à Mitra Arquidiocesana o relatório mensal da prestação de contas, assinado pelo Pároco, até, no máximo, o dia 15 do mês subsequente ao vencido, a colaboração de 10% da renda bruta paroquial dos itens já estabelecidos e a taxa do serviço de contabilidade da Mitra Arquidiocesana.

Estatuto do Fundo de Sustentação do Clero
Art. 4º – As paróquias e áreas pastorais das quais a receita tributável for acima de trinta salários mínimos, contribuirão com 5% desta para o Fundo de Sustentação do Clero; as demais paróquias e áreas pastorais contribuirão com 3% de sua receita tributável..

Publicado em 30/08/2018 por João Augusto

Festa de Nossa Senhora do Patrocínio – Centro

A Paróquia São Benedito e Nossa Senhora do Patrocínio, convida a todos para o Novenário e Festa de Nossa Senhora do Patrocínio.

O Novenário será de 30 de Agosto a 08 de Setembro  nos seguintes horários: às 9h30, 12h30 e 14h30.

A Solenidade no dia 08 de Setembro, sábado, às 9h e 12h.

Venha participar deste momento de agradecimento, louvor e devoção à Virgem Maria, a Senhora do Patrocínio.

Informações pelo telefone (85) 3212-0571 na Secretaria.

Publicado em 30/08/2018 por João Augusto

Comunidade Siupé celebra festa da Padroeira, Nossa Senhora da Soledade, com tema da paz

A Comunidade Nossa Senhora da Soledade, Siupé, (distrito de São Gonçalo do Amarante) está em festa à mãe de Jesus.  Desde o dia 29/08 até 08/09 serão dias de louvor à padroeira do lugar.

“Com Nossa Senhora da Soledade promovendo a paz e superando a violência” aponta o tema central que guiará as reflexões nesses dias de festividades.

Todas as noites, as novenas serão transmitidas ao vivo pelo facebook da Capela, a partir das 18h30min, seguidas de celebração eucarística que acontece na Praça da Igreja. Acompanhe outras notícias dos festejos pelas mídias sociais.

Curiosidade

Acredita-se que a construção da igreja de Siupé tenha se dado entre 1730 e 1737, nas terras doadas ao Sargento-mor Antônio Marques Leito, pois a partir de 1737 foram encontradas referências a atos litúrgicos como batizados, casamentos, enterros nos livros de assentamento daquela igreja.

Em 1741, o Sargento-mor e sua mulher Apolônia da Costa fizeram o encapelamento e o aumento do patrimônio da igreja, em cumprimento ao que determinava a Carta Régia de 12 de novembro de 1710. Protegido pelo Tombo Estadual segundo a lei n° 9.109 de 30 de julho de 1968, através do decreto n° 21.308 de 13 de março de 1991.

Maiores Informações: (85) 3315-1441 – Secretaria Paroquial do Pecém.

Publicado em 30/08/2018 por João Augusto

Papa Francisco e Pedofilia

No fim da semana passada durante sua breve visita à Irlanda o Papa Francisco pediu, mais uma vez, perdão das pessoas abusadas por clérigos ou religiosos da Igreja. Católicos, não somente aqui no Brasil, mas no mundo inteiro, acompanham com profunda vergonha e tristeza as denúncias de abuso sexual de crianças e adolescentes praticadas por um número reduzido de padres e religiosos. A imprensa mundial tem noticiado quase diariamente casos acontecidos nos Estados Unidos, na Alemanha, na Irlanda, na Austrália e no Brasil.

É importante salientar que o número de religiosos envolvidos em pedofilia ou efebofilia (uma atração por pessoas jovens pós-puberdade) no Brasil é relativamente pequeno. Porém, se fosse somente um padre ou um religioso  no mundo inteiro abusando sexualmente de uma criança já seria demais. Na sua recente “Carta aos fiéis” o papa Francisco disse: “A dor das vítimas e das suas famílias é também a nossa dor, por isso é preciso reafirmar mais uma vez o nosso compromisso em garantir a proteção de menores e de adultos em situações de vulnerabilidade”.

No mês de julho, próximo passado, Papa Francisco reuniu com algumas das pessoas que foram abusadas. Ele passou meio hora com cada um. Ficou profundamente chocado com as histórias dessas pessoas e o sofrimento causado. Alguns dos abusados deram entrevistas depois e contaram como o papa Francisco, com lágrimas nos olhos pediu perdão e prometeu “tolerância zero” para o futuro. Ele parabenizou os abusados pela coragem de ter contado suas histórias. Depois numa missa celebrada no mesmo dia, o papa Francisco em sua homilia, mais uma vez, condenou energicamente o abuso sexual de menores por clérigos e religiosos. Falou sobre o terrível sofrimento emocional e espiritual que as pessoas abusadas sofreram. Mencionaram as dificuldades que elas tinham encontrado no relacionamento com seus pais, esposos (as) e filhos. Mencionou também algumas tragédias de suicídio. Mais uma vez ele pediu perdão para os pecados e gravíssimos crimes de alguns membros do clero.

Acredito que a maioria esmagadora dos bispos e padres da Igreja Católica são homens de Deus, honestos, dignos, levando com seriedade sua vocação e seu ministério sacerdotal, especialmente em prol dos pobres e injustiçados. A lição que a Igreja Católica tira desta  sórdida e vergonhosa tragédia é que não há lugar para padres e religiosos pedófilos na sua fileiras. O padre pedófilo deve ser denunciado à polícia logo que ele for descoberto como tal, e se o crime for comprovado, enfrentar o rigor da justiça do seu país. Depois seu bispo pode aplicar as penas do Direito Canônico. Gostaria de terminar este breve artigo citando mais uma vez o Papa Francisco em sua “Carta aos fiéis”. O Papa disse: “é imperativo que nós, como Igreja, possamos reconhecer e condenar, com dor e vergonha, as atrocidades cometidas por pessoas consagradas, clérigos, e inclusive por todos aqueles que tinham a missão de assistir e cuidar dos mais vulneráveis. Peçamos perdão pelos pecados, nossos e dos outros”.

Pe. Brendan Coleman – Redentorista

Artigos Relacionados

Publicado em 29/08/2018 por João Augusto

Festa de Nossa Senhora da Penha em Sucatinga-Beberibe terá inicio amanhã

Está se aproximando a festa da padroeira de Sucatinga, Nossa Senhora da Penha, de 30 de agosto a 08 de setembro de 2018, com celebração eucarística diária, animação e encontro, às 19h tendo como tema “Virgem Mãe da Penha, reflexo do Coração Materno de Deus”.

A Igreja Mariz da paróquia Nossa Senhora da Penha, onde acontecerá a festa, fica na Rua Luís Barbosa, S/N – Sucatinga – Beberibe-CE.

Informações pelo telefone (85) 99997-8582.

Programação

Dia 30 de Agosto – Quinta-Feira
6h – Café Comunitário.
18h30min – Procissão.
18h50min – Hasteamento da Bandeira.
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Airton (Pindoretama).

Dia 31 de Agosto – Sexta-Feira
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Jesus (Horizonte).
Comunidades convidadas – Várzea da Serra. 

Dia 1º de Setembro – Sábado
19h – Santa Missa presidida pelo Padre André (Vigário Paroquial).

Dia 02 de Setembro – Domingo
8h – Santa Missa presidida pelo Padre Odoirto.
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Claúdio (Beberibe).

Dia 03 de Setembro – Segunda-Feira
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Damião (Pacajus).

 Dia 04 de Setembro – Terça-Feira
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Guilherme (Horizonte).

Dia 05 de Setembro – Quarta-Feira
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Reginaldo (Beberibe).

Dia 06 de Setembro – Quinta-Feira
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Francinaldo (Jacarecoara).

Dia 07 de Setembro – Sexta-Feira
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Francisco (Acaracuzinho).

Dia 08 de Setembro – Sábado – Encerramento
18h – Procissão pelas Ruas de Sucatinga.
19h – Santa Missa presidida pelo Padre Valternilo (Vice-Reitor do Seminário Propedêutico).

Publicado em 29/08/2018 por João Augusto

2° Encontrão da Pastoral da Pessoa com Deficiência do Jardim Iracema

A Paróquia Santo Antônio de Pádua do bairro Jardim Iracema comunica que a Pastoral da Pessoa com Deficiência realizará seu 2° Encontrão das Pessoas com Deficiência. O mesmo acontecerá no sábado, dia 01 de setembro de 2018, das 8h às 16h, na quadra esportiva da Igreja Matriz de Santo Antônio de Pádua, situada à rua Alberto Ferreira, 230 – Jardim Iracema.

O encontrão tem como tema: “Celebrando os 10 anos de convenção sobre dos direitos das Pessoas com deficiência”. O objetivo é animar as pessoas com deficiência a se organizarem em seus bairros, (associações), paróquias e comunidades na luta por uma sociedade acolhedora e inclusiva.

Informações com o Secretário: Antonio Fernando de Lima Almeida pelos telefones (85) 3284-4696 Celular: (85) 98414-1488.


QR Code Business Card
Assign a menu in the Left Menu options.
Assign a menu in the Right Menu options.