Publicado em 31/01/2014 por

Apresentação do Senhor

padre-Brendan200Inicialmente denominada como Festa da Purificação de Nossa Senhora, segundo o Catecismo Católico a Festa da Apresentação do Senhor é uma das mais antigas do cristianismo e começou a ser celebrada no século lV. De acordo com a lei judaica, 40 dias após o parto, se fosse menino, e 80 dias se fosse menina, a mãe devia ir ao templo apresentar a criança ao Senhor e entregar sua oferta ao sacerdote. Após a purificação, a mulher podia voltar a participar da vida da comunidade e a frequentar a sinagoga. Devido ao fato de Maria não ter pecado, não poderia estar sujeita à lei, mas ela vai ao templo e, porque é pobre, oferece dois pombinhos. Com esse gesto, ela dá um exemplo de obediência e cidadania, mas sobre tudo, uma grande lição em humildade.

Embora esta festa de 2 de fevereiro caia fora do tempo do Natal, é parte integrante do relato de Natal. É uma epifania do quadragésimo dia. A Igreja Romana celebrava a festa quarenta dias depois do Natal. Porém, essa festa é essencialmente um mistério de Nosso Senhor, e por isso no Calendário Romano, reisado em 1969, o nome foi mudado para “A Apresentação do Senhor”. Esta é uma indicação mais verdadeira da natureza e do objeto da festa. Entretanto, isso não quer dizer que subestimemos o papel importante de Maria nos acontecimentos que celebramos. Os mistérios de Cristo e de sua santíssima mãe estão estreitamente ligados e por isso podemos dizer que é uma festa de Cristo e de Maria.

Segundo o Catecismo da Igreja Católico “A apresentação de Jesus no Templo mostra-o como o primogênito pertencente ao Senhor. Com Simeão e Ana, é toda a espera de Israel que vem ao encontro de seu Salvador… Jesus é reconhecido como o Messias tão esperado”. Ele é “Luz das nações” e “Glória de Israel”. Mas também “sinal de contradição”. A espada de dor predita a Maria anuncia esta outra oblação, perfeita e única, da Cruz, que dará a salvação que Deus “preparou diante de todos os povos” (CIC No.529).

Pe. Brendan Coleman Mc Donald – Redentorista

 

Artigos Relacionados

Publicado em 31/01/2014 por

Região Episcopal Nossa Senhora dos Prazeres: atividades serão retomadas no dia 3 de fevereiro

regiao-n-sra-prazeresA Região Episcopal Nossa Senhora dos Prazeres comunica aos senhores párocos, vigários responsáveis por Áreas Pastorais que estão sendo retomadas às atividades da Região Episcopal no ano 2014. E como primeiro passo para articular a Região, o novo Vigário Episcopal, padre Marcílio Jerônimo, convida todos os padres das Paróquias e Áreas Pastorais da Região para um encontro no dia 3 de fevereiro, às 8h30min, na comunidade de Garrote – Caucaia, na casa do padre Jovanei.

Informações com padre Marcílio pelo telefone (85) 9112-5487.

Publicado em 31/01/2014 por

Plano de Pastoral da Comunicação será apresentado aos membros da PASCOM da Região Episcopal N. Senhora da Assunção

ARTE-DA-PASCOM-004A Pastoral da Comunicação da Região Nossa Senhora da Assunção se reunirá no dia 2 de fevereiro, às 8h30min, no Carlito Pamplona. A reunião tem o propósito de apresentar a todos os membros da PASCOM o Plano de Pastoral da Comunicação da Região. Devem estar presentes todos os coordenadores, vice, secretários e assessores de comunicação. Neste biênio serão assessorados por Pe. Josimar, e a coordenação continua com Alex Ferreira e Elisabete Santos.

Informações pelo telefone (85) 87175186 com Alex Ferreira.

Publicado em 31/01/2014 por

Primeira reunião da coordenação da Região Episcopal São José acontece dia 5 de fevereiro

sãojoséA nova coordenação da Região Episcopal São José fará o seu primeiro encontro de 2014 no dia 5 de fevereiro, às 18h30min, na Sala da Região, no Centro de Pastoral, “Maria Mãe da Igreja” – entrada pela Rodrigues Junior, 300. A secretária da Região Clara, pede, desde já, as bênçãos do Deus da vida sobre este grupo que trabalhará bastante para o andamento das atividades.

Informações pelo telefone (85) 33888724 na Secretaria da Região.

Publicado em 31/01/2014 por

Região Episcopal Nossa Senhora da Assunção realiza solenidade de abertura do Ano da Esperança

regiao-n-sra-assuncaoA Região Episcopal Nossa Senhora da Assunção convida todas as pastorais, movimentos e associações, assim como todos os padres da Região a se fazerem presentes na solenidade de Abertura do Ano da Esperança na Região. O evento acontecerá no dia 08 de fevereiro, às 17h, no Santuário Nossa Senhora da Assunção. Na ocasião serão enviados a capela missionária e o círio da esperança às paróquias e áreas pastorais.

Publicado em 31/01/2014 por

Rádio Dom Bosco antecipa reflexões sobre Campanha da Fraternidade

CapaCDCF2014A rádio Dom Bosco antecipa as reflexões sobre a campanha da fraternidade para a quaresma de 2014, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cujo tema é “Fraternidade e tráfico humano”. O lema é inspirado na carta os gálatas: “é para a liberdade de cristo nos libertou” (5,1).

A ideia da campanha é identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-lo como violação da dignidade e da liberdade humana, mobilizando cristãos e a sociedade brasileira para erradicar esse crime, no sentido de resgatar a vida das pessoas.

Pensando nisso, neste domingo, (2), a rádio Dom Bosco convida os fiéis a participarem da segunda missa dos ouvintes do ano, a partir das 15h, na paróquia da Piedade, em Fortaleza, que pretende refletir sobre o tráfico humano, considerado um dos modos atuais de escravidão. a celebração será presidida pelo padre Gilberto Silva, diretor-geral da emissora.

Antes da missa, que recebe caravanas de vários bairros da capital e cidades da região metropolitana, os fiéis rezam o terço da misericórdia, momento de preces e orações, comandado pelo Frei Jurandir, as crianças também têm espaço garantido no “espaço rádio criança”, que oferece opções de lazer e diversão.

Após a celebração eucarística, os ouvintes terão a oportunidade de louvar a Deus, haverá o show da banda “Misericórdia em Canção”. A missa dos ouvintes é promovida pela Rádio Dom Bosco e acontece a cada mês, como uma forma de aproximar os ouvintes dos profissionais da emissora, através da fé.

Serviço

Missa dos Ouvintes – Fraternidade e Tráfico Humano

Local: Paróquia da Piedade (Rua Joaquim Torres, 185, Joaquim Távora)

Data: 02 de fevereiro de 2014

Horário: às 15h

Mais informações: (85) 3454.1888

Por Rádio FM Dom Bosco

Publicado em 31/01/2014 por

Provincial dos Jesuítas no Brasil divulga comunicado sobre o falecimento do Pe. Libanio

jeuitas300Padre Carlos Palacio, falou em nome da Companhia de Jesus no Brasil.

Rio de Janeiro, 30 de janeiro de 2014

 

COMUNICADO DO PROVINCIAL DA COMPANHIA DE JESUS NO BRASIL

Em nome de todos os jesuítas do Brasil, venho comunicar, com pesar, a todos os amigos e conhecidos do Pe. João Batista Libanio SJ a triste notícia do seu falecimento, na manhã de hoje, em Curitiba, onde pregava um retiro a um grupo de professores e coordenadores do Colégio Sion.

A notícia, tão surpreendente quanto o enfarte fulminante que o levou, deixou-nos a todos sobressaltados. Ele morreu trabalhando, com a mesma intensidade com que viveu sua vida, sempre disposto a servir.

Tomados pela dor da perda do nosso querido companheiro e irmão, invade-nos, ao mesmo tempo, o sentimento de agradecimento a Deus por essa vida longa, fecunda e dada – gasta até o fim! – sem reserva, a serviço de Jesus e da sua Igreja.

A Igreja do Brasil e a Companhia de Jesus perdem, com a morte do P. Libanio, um homem de Igreja, um reconhecido teólogo, um pastor zeloso e um pensador lúcido, sensível e aberto aos problemas da cultura e da sociedade contemporâneas.

Que o Senhor da Vida, a quem ele serviu como apaixonado seguidor de Jesus Cristo, o acolha no infinito lar do seu coração, onde já começou a saborear o esplendor da tão sonhada “terra sem males”, desse reino de Deus por fim levado à plenitude, pelos quais ele tanto trabalhou.

E que ele – antes como pensador e agora como intercessor – ajude aos que continuamos militando na margem de cá da Igreja a traduzir na vida – como leigos cristãos, religiosos e religiosas, diáconos, presbíteros e bispos – a fé cristã que ele perscrutou sem se cansar, como teologia a serviço da Palavra que alimenta todos os segmentos da comunidade eclesial.

P. Carlos Palácio SJ

Provincial do Brasil

Publicado em 31/01/2014 por

Campanha SOS Filipinas arrecada mais de 890 mil reais

000filipinas-caritas400A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira lançaram, em novembro de 2013, a Campanha SOS Filipinas, com o objetivo de ajudar as milhares de pessoas vítimas do tufão Hayian, que atingiu várias regiões do país, no dia 8 do mesmo mês.

Até o momento, foram arrecadados mais 890 mil reais, por meio das contas disponibilizadas pela Cáritas. Os recursos serão destinados a Cáritas Filipinas para a compra de utensílios de primeira necessidade como água potável, produtos de higiene e limpeza, alimentos e remédios, bem como para apoiar a reconstrução do país.

Em nota, publicada ainda no mês de novembro, a CNBB e a Cáritas “agradecem a generosidade das paróquias, pastorais, entidades católicas, colégios e de todas as pessoas que se mobilizam nesta ação de solidariedade”.

Segundo a Cáritas Brasileira, que atua em consonância com a Cáritas Internacional, o plano de apoio às Filipinas tem duração prevista de seis meses e pretende ajudar cerca de 275 mil pessoas em sete províncias atingidas pelo tufão.

A colaboração pode ser feita por meio das seguintes contas:

Banco do Brasil – Ag: 3475-4 – CC: 29368-7, Caixa Econômica Federal – Ag: 1041 – CC: 832-0 – Op. 003 e Bradesco – Ag: 0606 – CC: 66000-0.

Fonte: CNBB

 

Publicado em 31/01/2014 por

Associação dos Liturgistas do Brasil completa 25 anos

01-liturgistas400Com o objetivo de comemorar os 25 anos de atividades, a Associação dos Liturgistas do Brasil (Asli) realiza, de 27 a 31 de janeiro, em Salvador (BA), Assembleia Jubilar. A Asli congrega professores de liturgia que atuam em universidades, faculdades, institutos de teologia, seminários e casas de formação. Participam do encontro 35 liturgistas.

Na abertura do evento, o arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, dom Murilo Krieger, presidiu missa. Também estão presentes o bispo de Livramento de Nossa Senhora e presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia da CNBB, dom Armando Bucciol, e o professor de liturgia que atua em diversas universidades de Roma, padre Damasio Medeiros.

O assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia, da CNBB, frei Faustino Paludo, apresentou, durante a Assembleia, os trabalhos que são desenvolvidos pela Comissão.

O encontro termina nesta sexta-feira, 31, com a prestação de contas, acolhida dos novos membros da Associação, definição de temas e local da próxima assembleia.

A atual diretoria da Asli (2013-2015) é constituída pelo presidente, padre Carlos Gustavo Haas; vice-presidente, padre Ivo Amorim; secretário, frei Faustino Paludo; tesoureiro, padre Márcio Leitão. Saiba mais: www.asli.com.br

Publicado em 31/01/2014 por

Morre, aos 81 anos, o padre João Batista Libânio

01-padre-libanio200Vítima de um infarto, o padre jesuíta, João Batista Libânio, faleceu na manhã de ontem, 30, em Curitiba (PR). O sacerdote foi assessor da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e colaborador no Instituto Nacional de Pastoral e em comissões episcopais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Padre Libânio, como era conhecido mundialmente, dedicou-se aos estudos teológicos, à ação pastoral e ao magistério durante anos. Foi autor de mais de 125 livros.

Na Arquidiocese de Belo Horizonte (MG) contribuía com artigos e textos para o Jornal de Opinião e Notícias Digital, nos quais escrevia na coluna “O olhar do teólogo”. Padre Libânio dizia que “nada faz o ser humano ser tão feliz como colaborar no crescimento interior e espiritual das pessoas”.

Trajetória

Padre Libânio estudou Filosofia na Faculdade de Filosofia de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, e cursou Letras Neolatinas na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Foi professor de Teologia na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, em São Leopoldo (RS) e no Instituto Teológico da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas). Posteriormente, foi professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Seus estudos de Teologia Sistemática foram concluídos na Hochschule Sankt Georgen, em Frankfurt, Alemanha, onde também estudou com os maiores nomes da Teologia europeia. Era mestre e doutor (1968) em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

O jesuíta era professor na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia e vigário da paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Vespasiano.

Sobre a vida

Em entrevista ao Jornal de Opinião, em junho de 2002, por ocasião de seus 70 anos, padre Libanio falou sobre sua visão da vida: “A clareza e a serenidade não se medem pelo número de anos, mas pelo trabalho interior. A existência foi generosa comigo e permitiu-me que pudesse estar sempre à volta com análises, reflexões sobre a realidade social e eclesial”.

Fonte: CNBB

 


QR Code Business Card