Brasão da Arquidiocese de Fortaleza

Posse de novo arcebispo: esquema de Segurança e Mobilidade é divulgado 

A Polícia Militar do Ceará, a  Guarda Municipal de Fortaleza e a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania – AMC  anunciaram  o esquema de segurança e mobilidade para a posse do novo arcebispo da Arquidiocese de Fortaleza, Dom Gregório Paixão, OSB. A cerimônia está marcada para o dia 15 de dezembro na Catedral Metropolitana, com início da programação às 18h e a Santa Missa às 19h.

Diversos órgãos públicos estão envolvidos na organização da posse do novo arcebispo de Fortaleza.

A Polícia Militar coordenará a operação das 16h às 22h, liderada por um oficial, envolvendo 16 Policiais militares diretamente. As ações incluem patrulhamento a pé, motocicletas e veículos, garantindo a segurança no entorno da Catedral. Simultaneamente, a Guarda Municipal de Fortaleza mobilizará oito equipes, com 24 guardas municipais atuando em campo, apoio operacional e videomonitoramento.

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania de Fortaleza (AMC) também divulgou seu plano de operação, abrangendo das 12h às 22h. Ruas no entorno da Catedral, como Sobral, São José e Av. Alberto Nepomuceno, serão interditadas. Medidas incluem um redutor de velocidade na Av. Alberto Nepomuceno/Rua Conde D’eu, coibição de estacionamento e desvios de tráfego.

A AMC estabeleceu pontos de embarque e desembarque para ônibus credenciados nas ruas Costa Barros e Av. Alberto Nepomuceno. Áreas de estacionamento regulamentado estarão disponíveis nas vias perpendiculares à Sé Catedral, enquanto o acesso à área de concentração será restrito. A Autarquia assegura que seu plano operacional visa garantir fluidez e segurança durante a cerimônia, proporcionando um ambiente organizado e tranquilo para todos os participantes.

Este esquema integrado reflete o compromisso das autoridades em garantir um evento significativo e histórico, como a posse de Dom Gregório Paixão, OSB, transcorra de maneira segura e harmoniosa para toda a comunidade.

Respostas de 12

  1. Se ele vem para ser a presença do Bom Pastor no meio das ovelhas,para servir,amar e dar a vida, não tem porque ficar com medo e isolado das ovelhas.

    1. Boa noite, vcs não sabem o presente de Deus que vcs estão recebendo, uma pessoa maravilhosa, humilde,humana pessoa sem luxo. Nós aqui perdemos um grande pastor, agora e rezarmos pra vir um igual ao Dom Gregório.

  2. A cidade de Fortaleza está ganhando um grande presente de Natal,Dom Gregorio Deus abençoe a sua nova missão.

  3. Um pouco de exagero para a posse de um pastor. Se fosse de um príncipe, perfeitamente compreendido.

  4. Na verdade, pelo que me consta, o novo arcebispo solicitou que tudo fosse realizado de maneira muito simples, sem nenhum exagero ou até gastos. A segurança é para os fiéis que irão para a posse. Isso é normal para qualquer evento onde acorrem muita gente.

  5. O esquema de segurança é necessário para que não hajam imprevistos e por conta de que a cidade de Fortaleza está entregue às baratas.

  6. A cidade de Fortaleza recebe um enviado do pastor maior, sendo ele uma pessoa simples, de grande conhecimento e de ajuda ao semelhante. Como fez em diversas vezes em nossa cidade com a atuação social com as vítimas de enchentes e catástrofes, com cobrança aos governos para ajuda aos necessitados. Sem deixar de cuidar das crianças e adolescentes com a primazia para a educação com diversos projetos desde a educação infantil ao ensino superior

  7. Tudo parece tão antipático e hostil a participação do povo periferico da cidade que não consigo compreender. Parece uma festa fechada para nós e restrita aos ricos e poderosos. Como levar os idosos até mais próximo da catedral? Por que o povo que anda de ônibus será tão mal tratado com os desvios das rotas? Como fica a acessibilidade ? Tanta arrogância e desprezo ao pobres, em pleno dia de semana de trabalho, clama aos céus justiça e terá a devida resposta de Cristo. Estive na catedral na despedida de Dom José Antônio e o que vimos foi um desfile de opulência e privilégios, sem espaço para a fala dos pobres e oprimidos.

  8. D. Gregório, foi um pastor q levou nosso rebanho de Petrópolis com muita luz.
    Que o Senhor o guie aí em Fortaleza como fez aqui.
    Um abraço e saudades.

Faça a sua pesquisa

Os cookies nos ajudam a entregar nossos serviços. Ao usar nossos serviços, você aceita nosso uso de cookies. Descubra mais