A solenidade da Ascensão do Senhor é celebrada neste domingo, 02 de junho | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

A solenidade da Ascensão do Senhor é celebrada neste domingo, 02 de junho

Na quinta-feira da sexta semana do Tempo Pascal celebra-se no Vaticano e em alguns países do mundo, a solenidade da Ascensão do Senhor, que no Brasil e em outras nações, é comemorada no domingo. Dom Edmar Peron, bispo de Paranaguá (PR) e presidente da Comissão para a Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) explica que a Igreja no Brasil transferiu a festa da Ascensão para o domingo para poder facilitar a participação do povo na celebração.

A Ascensão de Cristo celebra a subida de Jesus ao céu 40 dias após sua ressurreição. O período conclui a presença de Cristo no contexto histórico e inaugura a história da Igreja. Neste contexto, dom Edmar afirma que o período marca um fim e um começo. O fim de acordo com ele é por conta da conclusão da missão do Senhor, na qual ele a entrega aos Apóstolos para que levem o anúncio às nações. “E ao mesmo tempo é o início, ou seja, a Igreja que depois da Ascensão é chamada a ir”, afirma o bispo.

Dom Edmar explica que nos Atos dos Apóstolos, a Ascensão é descrita por meio de uma mensagem aos Apóstolos, que continuavam olhando para o céu, enquanto Jesus subia. Na ocasião, ele conta que apareceram dois homens vestidos de branco (mensageiros) que lhes disseram: ‘Homens da Galileia, por que ficais aqui, parados, olhando para o céu? Esse Jesus que vos foi levado para o céu virá do mesmo modo como o vistes partir para o céu’.

Ainda conforme o bispo, o Evangelho retoma essa mesma compreensão acerca da Ascensão, apresentando o encontro final de Jesus ressuscitado com os seus discípulos, em um monte da Galileia.  Dom Edmar salienta que a comunidade dos discípulos, reunida à volta de Jesus ressuscitado, reconhece-o como o seu Senhor e recebe dele a missão de continuar no mundo o testemunho do Reino. “Jesus disse que o seu Evangelho, o Evangelho do Reino deve chegar a todas as nações”, aponta dom Edmar.

Esse reconhecimento também pode ser percebido nos textos do Missal Romano, conforme dom Edmar.  “Na Ascensão, o Senhor não subiu aos céus para nos afastar da nossa humanidade, mas para nos garantir de que a nossa meta é também chegar à casa do pai, então a nossa humanidade segundo o cânon romano entra no paraíso com a Ascensão de Jesus aos céus”, finaliza.

Fonte: CNBB

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Pequeno manual “Domingo, Dia do Senhor e Semana Santa – oração em família em tempo de Epidemia”.

Oração e Bênção “Urbi et Orbi”

Pastoral da Comunicação lista dicas de filmes católicos disponíveis no YouTube

Papa Francisco suspende visitas ad limina dos bispos do Brasil que ocorreriam até outubro

Padre Geovane

Filhos da luz