“Viver a Páscoa” - Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

“Viver a Páscoa”

Após quarenta dias de preparação (Quaresma), celebramos a Páscoa do Senhor no Tríduo da Morte, Sepultura e Ressurreição de Jesus.

Estas celebrações não são apenas a lembrança de acontecimentos já milenares, mas a vivência atual do que se tornou definitivo além do tempo para a eternidade.

Vivemos o Dia eterno do Senhor vencedor da morte, Vivo para sempre. Aquele que se fez homem mortal, o Imortal Verbo de Deus, para poder dar sua vida na realização da Vontade do Pai pela salvação de toda a humanidade. E o Amor de Deus foi derramado na carne humana do Filho de Deus encarnado e por Ele a todo ser humano é dada a vitória sobre o pecado e a morte, tornando-o imortal.

Vivemos a Páscoa: o Dia eterno já iniciado, a plenitude da humanidade na Vida divina já completa em Jesus e penetrando na humanidade toda.

Assim se expressa a Liturgia da Igreja, quando vive a festa da Páscoa da Ressurreição de Jesus por cinquenta dias como um único Dia – o dia oitavo da criação – Domingo, Dia do Senhor Ressuscitado.

Com Jesus vitorioso sobre a morte, o Ressuscitado, entramos no destino último da humanidade e de todo o universo – a Vida Eterna. Esta Vida não é apenas uma continuidade da mesma vida que vivemos no mundo passageiro, é a Vida em plenitude divina de Amor: Reino de Deus.

Como celebramos na Solene Vigília Pascal, somos iniciados na vida em Cristo pela fé – novo nascimento pelo banho do Batismo, pela Unção do Espírito Santo, na plena comunhão em Cristo – em seu Corpo e Sangue – na Igreja, Seu Corpo Místico.

Esta iniciação agora prolonga-se pela vida de Fé, de Esperança e de Caridade. A vida dos discípulos e discípulas de Jesus é vida de comunhão em Deus, nos caminhos do mundo rumo à definitiva Vida: “(Col. 3,)1 Se ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas do alto, onde Cristo está entronizado à direita de Deus; 2 cuidai das coisas do alto, não do que é da terra. 3 Pois morrestes, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. 4 Quando Cristo, vossa vida, se manifestar, então vós também sereis manifestados com ele, cheios de glória.” Superam-se em realização todos os sonhos e anseios humanos de felicidade.

Viver a Páscoa, a Vida do novo nascimento, a ressurreição, o divino Amor, é a vida de todo cristão. Ele, como o Cristo, passa por este mundo com a potência do Amor de Deus, impregnando-o com o mesmo Amor, construindo o Mundo novo e definitivo.

Viver a Páscoa é transbordar do Amor de Deus: “(Apoc 21,)1 Vi então um novo céu e uma nova terra. Pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. 2 Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, descendo do céu, de junto de Deus, vestida como noiva enfeitada para o seu esposo. 3 Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: “Esta é a morada de Deus-com-os-homens. Ele vai morar junto deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus-com-eles será seu Deus. 4 Ele enxugará toda lágrima dos seus olhos. A morte não existirá mais, e não haverá mais luto, nem grito, nem dor, porque as coisas anteriores passaram”. 5 Aquele que está sentado no trono disse: “Eis que faço novas todas as coisas”. Depois, ele me disse: “Escreve, pois estas palavras são dignas de fé e verdadeiras”. 6 E disse-me ainda: “Está feito! Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem tiver sede, eu darei, de graça, da fonte da água vivificante. 7 Estas coisas serão a herança do vencedor, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho”.”

+ José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

1 Comentário »

1 Comentário »

  • Jose aparecido disse:

    Nao voce nao me persegue com esse sorriso! nem com a humildade da sua roupa que revela seu espirito! somos é na verdade casados uns com os outros na unidade dos dons do ESPIRITO SANTO.


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Por uma Igreja Sinodal: Comunhão, Participação e Missão

Conferência de Dom José Antonio na abertura da XIX Semana Teológica na FCF

A Arquidiocese de Fortaleza lança nota de esclarecimento sobre a nova fase de prevenção contra a Covid-19

O Papa com os pobres em Assis. Frades Menores: sinal concreto de fraternidade

CNBB sai em defesa do Papa Francisco, do arcebispo de Aparecida (SP) dom Orlando Brandes e do episcopado brasileiro