Sagrado Coração de Jesus | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Sagrado Coração de Jesus

Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald – Redentorista

No dia 28 de junho a Igreja Católica vai celebrar a Festa do Coração de Jesus. A mensagem central desta festa é certamente a inefável riqueza do amor de Deus que se manifesta em Jesus Cristo. A Festa do Coração de Jesus é comemorada na segunda sexta feira após a Solenidade do Corpus Christi. Além disso, essa devoção também é cultivada pela Igreja Católica ao longo de todas as primeiras sextas feiras de cada mês. Na Bíblia, o termo coração se refere à pessoa, ao seu interior mais profundo, sede do conhecimento e do amor.

Na linguagem bíblica, e também em nosso modo de falar, coração é o que é de mais íntimo que existe em nós, de onde partem nossas decisões, nossos amores e nossos ódios etc. Assumindo a vida humana, o Filho de Deus assume todo nosso modo humano de ser, exceto no pecado. Com isso em mente é fácil compreender que o coração de Jesus é símbolo do seu mais profundo e imenso amor por todos nós. O mandamento de Jesus “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei” (Jo 15, 12) se fundamenta no amor de Deus para conosco, um amor tão profundo que chegou ao ápice quando Jesus deu sua vida por nós.

Esta é uma devoção muito popular que ganhou dimensões globais a partir do século XVll, pelos esforços de São João Eudes e Santa Margarida  Alacoque. O papa Pio Xll  escreveu a Carta Encíclica “Haurietis Aquas” sobre essa devoção. Nesta carta o Papa coloca os fundamentos da devoção com exemplos do Antigo e do Novo Testamento. Nas primeiras sextas feiras de cada mês a popular devoção ao Sagrado Coração de Jesus pode ser encontrada em quase todas as paróquias do Brasil. Foi Santa Margarida Alacoque que propagou e incentivou esta devoção.

Em meados do século XVll, Jesus apareceu diversas vezes à Santa Margarida e revelou uma mensagem de amor e misericórdia para toda humanidade. “Eis aqui o Coração que tanto amou os homens, que não omitiu nada até esgotar-se e consumir-se para testemunhar-lhes seu amor. Mas, como reconhecimento não recebe da maior parte dos homens senão ingratidões”. Dessas revelações, foi extraído o que se convencionou chamar as 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus. As promessas são: 1) Darei às almas dedicadas ao meu Coração todas as graças necessárias ao seu estado; 2) Farei reinar a paz em suas famílias; 3) Eu as consolarei em todas as suas aflições; 4) Serei seu refúgio seguro durante a vida e, sobretudo, na hora da morte; 5)Derramarei copiosas bênçãos sobre todos os seus empreendimentos; 6) Os pecadores acharão em meu Coração a fonte e o oceano infinito da misericórdia; 7) As almas tíbias se tornarão fervorosas; 8) As almas fervorosas se elevarão rapidamente a uma grande perfeição; 9) Abençoarei as casas em que se achar exposta e for venerada a imagem do meu Coração; 10) darei aos sacerdotes o dom de tocar os corações mais endurecidos; 11) As pessoas que propagarem esta devoção terão seus nomes eternamente escritos em meu Coração; 12) O amor todo poderoso do meu Coração concederá a todos os que, por nove meses seguidos, confessarem-se e comungarem na primeira sexta feira, a graça da perseverança final. Meu Divino Coração será seu refúgio nessa hora extrema.  O papa São João Paulo ll nos lembra de que, na pessoa de Jesus Cristo se revela também o amor misericordioso do Pai para com a humanidade. O Coração de Jesus então é, também, o amor misericordioso do Pai que, em Cristo, se revela e se doa totalmente a nós.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald,
Redentorista

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Festa da Paróquia Santa Luzia no Meireles

Segundo domingo do Advento ou Solenidade da Imaculada Conceição? Entenda

Papa: resgatar os símbolos cristãos natalianos perdidos no imaginário comercial

O Vídeo do Papa: cada criança que sofre é um grito que se eleva a Deus

Padre João Mascarenhas celebra Jubileu de Prata Sacerdotal