O Sonho do Povo é o mesmo de Jesus! - Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

O Sonho do Povo é o mesmo de Jesus!

Ao fim da obra da criação, a Terra era a casa da vida, pois esta é a vontade de Deus. Vida em todas as dimensões: de bactérias e protozoários a gigantes vertebrados, tudo se movia louvando o senhor. Refletindo sobre aquela obra e sobre o contexto do primeiro século do cristianismo, Santo Irineu afirma que “a glória de Deus é o homem vivo”.
Nem poderia ser diferente a sua conclusão. O primeiro gesto concreto e coletivo dos cristãos em sinal de amor foi recolher alimentos e dividir seus bens para alimentar os famintos, na comunidade cristã de Jerusalém. Este fato está registrado no livro Atos dos Apóstolos (2,42-47).

Ademir
Ademir

Significa que os cristãos compreenderam, de imediato, o valor da vida, o caráter sagrado de todas as formas de vida, em especial a das pessoas. Engana-se quem se conforma com a fome, acerta quem a promove e exalta o Senhor da vida – aquele que sacia os famintos.
É insuficiente estar vivo. A vontade de Deus é que vivamos todos com saúde, tendo acesso às tecnologias e ao saber, com todas as seguranças, inclusive a do salário suficiente para viver e manter os seus com dignidade.
Precisamos mais que respirar, pois o ar deve ser puro, sem agrotóxicos, livre dos gases de efeito estufa, para manter o clima na Terra e esta continuar sendo a casa de todos os viventes, portadora das condições para perpetuar a vida.
Está errada a pessoa que diz que basta rabiscar o próprio nome. Toda pessoa tem o direito de ler todas as enciclopédias e escrever não apenas bilhetes, mas obras científicas, romances e compor sinfonias.
Chega de tentar nos conformar com as migalhas que caem das mesas ricas! Todos nós somos capazes de ganhar com o suor do rosto “o pão nosso de cada dia”. Basta garantirem a homens e mulheres as condições para compreenderem o mundo e exercerem as profissões, tanto as tradicionais que permanecem como as que surgem neste tempo de revolução tecnológica.
Queremos que nossos filhos nasçam, cresçam e se desenvolvam em condições de igualdade. Este processo para garantir o completo desenvolvimento das pessoas precisa começar na infância e na juventude, mas continuar na idade adulta, pois sempre estamos aprendendo. A verdade é que todos precisam ter acesso à cultura do momento e aos meios de sobrevivência.
E quando chegar a hora da transição para a eternidade, que as pessoas da terceira e da quarta idade tenham o apoio da família e do Estado para a morte digna. Este ciclo da vida está no sonho das famílias e no sonho do Criador. Tanto isso é verdade que Jesus afirmou solenemente: “Eu vim para que todos tenham vida – e vida plena!” (Jo 10,10).


Ademir Costa é jornalista e diretor do Movimento Proparque

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Ordenação Presbiteral

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Apresentada a Faculdade Católica do Amazonas

Presidente da CNBB divulga vídeo por ocasião do 108º Dia Mundial do Migrante e do Refugiado

Paróquia no bairro Dias Macedo celebra novenário em honra ao glorioso São Francisco

Dom José preside missa de Abertura da Festa de Santa Teresinha na Granja Lisboa

Abertas as incrições para Curso Libras em Contexto Bíblico