Igreja sinodal e servidora - Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Igreja sinodal e servidora

O processo de uma Igreja sinodal, segundo o desejo do Papa Francisco, é o do encontro, da escuta, da comunhão, da participação; Igreja da unidade na diversidade, sempre em estado de missão, que quer o ardor de todos na missão, para que caminhem juntos, em comunidade, na vivência dos sacramentos, em atitude de escuta da Palavra de Deus, colocando o irmão no centro, vendo-o na sua dignidade de filho de Deus. Assim sendo, somos, portanto, a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, na qual a pedra angular é o elemento essencial da nossa razão de ser e de existir, o fundamento sólido e seguro da construção.

A Igreja sinodal é essencialmente servidora, uma comunidade que caminha, alimentando-se da fé verdadeira, por isso mesmo ela é constituída de pessoas voluntárias e disponíveis, exigindo delas renúncia, doação, generosidade; e elas estão voltadas exclusivamente para Jesus, que é caminho, verdade e vida. Ele soube dizer sim aos apelos do Pai e revelou sua face terna e amiga, sendo essa Igreja mistério de amor, sinal e presença do Reino de Deus.

Não se pode prescindir, numa Igreja sinodal, de que somos chamados de pedras vivas, e Cristo conta conosco como protagonistas indispensáveis nesta construção espiritual, que é a Igreja. Nela, todos são importantes; ninguém é descartável ou inútil. Pensar na Igreja como algo belo e maravilhoso, tendo Cristo como pedra angular de seus discípulos e seguidores, que são pedras vivas neste edifício espiritual, numa forte simbologia indicativa da utilidade das pessoas na Igreja de Cristo.

Numa Igreja sinodal, quer-se a compreensão e o esforço dos cristãos, ao solicitar dos seus filhos, no âmbito da liberdade de todos e de cada um, nossas obrigações e vínculos, a concretude de pedras vivas. Ao mesmo tempo em que estamos desejosos de mais clareza e convicção, conscientes de que, com Cristo, formamos o referido edifício espiritual, participamos do seu sacerdócio santo, para com ele reinarmos associados à sua vida divina, a fim de oferecermos sacrifícios espirituais agradáveis a Deus Pai (cf. Pd 2, 5).

Na acolhida dos frutos colhidos e partilhados, pela vivência da fraternidade e do amor-comunhão, a partir do Sol da justiça e da paz, que o sonho de esperança do Papa Francisco possa ser realizado, ao ver na terra uma Igreja renovada, pacificada e reconciliada. Assim seja!

*Padre Geovane Saraiva – Pároco de Santo Afonso, blogueiro, jornalista, escritor, poeta e integrante da academia Metropolitana de Letras de Fortaleza (AMLEF).

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Ordenação Presbiteral

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Equipe de Animação do Sínodo 2023 no Brasil divulga orientações para padronização da síntese diocesana

Bispo do Regional Sul 3 da CNBB relata as impressões de sua primeira Visita ad Limina Apostolorum

O Papa: a vítima tem o direito de protestar, diante do mistério do mal

Confira programação do Festival Halleluya 2022; Pe. Marcelo Rossi e Pe. Fábio de Melo estão confirmados

Papa nomeia padre Bertilo João Morsch como bispo auxiliar na Arquidiocese de Porto Alegre (RS)