Festa de Corpus Christi | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Festa de Corpus Christi

A festa de Corpus Christi, preceito da Igreja, da qual os católicos participam na quinta-feira, após o domingo da Santíssima Trindade, foi instituída pelo Papa Urbano IV, em 1264. É o acontecimento inaudito da instituição da Eucaristia, que se deu na véspera da paixão e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, no cenáculo, enquanto o Filho de Deus celebrava a Páscoa da eterna aliança com seus apóstolos, sendo Ele mesmo a oferenda eterna, o “Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo”.

Dentro desse contexto eucarístico, pensemos na assertiva de Dom Helder: “Quando as palavras somem, quando os cuidados adormecem, quando nos entregamos, de verdade, nas mãos do Senhor, o grande silêncio nos mergulha na paz, na confiança e na alegria”.

Foi o Cristo Senhor que escolheu o pão e o vinho como sinais da Sua presença, doando-se integralmente em cada uma das espécies eucarísticas, aproximando-se e unindo-se à humanidade, no pão e no vinho consagrados. Na solenidade de Corpus Christi, os cristãos são convidados, pela comemoração sacramental de Cristo, a haurir, dessa fonte inesgotável, força, conforto e alegria. Também é nosso dever difundir o culto eucarístico, num afável e amoroso diálogo com Jesus, sentindo sua viva e real presença, como alimento e remédio restaurador, sem esquecer de reservar a mais elevada honra e glória no sacrifício do seu amor, oferecendo-nos a salvação, no nosso constante esforço de reconciliação com Deus e com os irmãos.

Ao contemplar em adoração o Cristo Eucarístico, presença real no sacrário, ficamos diante do que é essencial à nossa vida, dom maior do amor, convencidos, sem nenhuma dúvida, do mistério único e incomparável. Somos também convidados a renovar nossa fé na real presença de Cristo, no sagrado mistério da Eucaristia, suplicando a graça de mais e mais redescobrir a vida em Cristo, maravilha inexprimível, na contemplação e oração, diante do Santíssimo Sacramento.

No banquete eucarístico, que a voz de Deus clame aos cristãos no mundo de hoje, no coração da comunidade dos batizados, assim como clamou e penetrou no coração do mundo no decorrer da história do povo de Deus. Pelo dom da Eucaristia, dai-nos, ó Deus, a graça de cada vez mais crer e confiar em vós, nossa única esperança! Amém!

*Padre, Jornalista, Colunista e Pároco de Santo Afonso, Parquelândia, Fortaleza-CE. Da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza [email protected]

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Presidente da Comissão para a Doutrina da Fé da CNBB esclarece sobre confusões em relação à fé que circulam nas redes sociais a respeito da Covid-19

O Papa reza pelos sem-teto, sofredores “escondidos” neste tempo de dor

Programação da Semana Santa em tempo de Pandemia. Celebrações da Semana Santa serão transmitidas direto da Catedral

Semana Santa 2020

Doação em prol da população vulnerável