Brasão da Arquidiocese de Fortaleza
Arquidiocese de
Fortaleza

Dom Gregório Paixão, OSB nomeia novos vigários para as Regiões Episcopais

Dom Gregório Paixão, OSB nomeou novos vigários episcopais para as 9 Regiões Episcopais da Arquidiocese de Fortaleza. São elas: Região Metropolitana São José, Região Metropolitana Nossa Senhora da Conceição, Região Metropolitana Nossa Senhora da Assunção, Região Metropolitana Bom Jesus dos Aflitos, Região Metropolitana Sagrada Família, Região Metropolitana Nossa Senhora dos Prazeres, Região Serra Nossa Senhora da Palma, Região Sertão São Francisco das Chagas e Região Praia São Pedro e São Paulo.

O vigário é um representante do arcebispo na região episcopal, portanto, cabe a ele orientá-lo sobre sua missão, o sacerdote deve “referir ao Bispo diocesano não só as principais tarefas a realizar mas também as já realizadas e jamais agir contra a vontade e a mente do Bispo diocesano” Cân. 480. O objetivo é buscar um melhor acompanhamento da pastoral, gerar comunhão entre os presbíteros e uma ampla comunicação entre as inúmeras dimensões arquidiocesanas e também com o bispo.

As Regiões Episcopais (Metropolitanas 1, 2 e 3 e Praia, Serra e Sertão) foram criadas em 1986 por Dom Aloísio Lorscheider, OFM. Em 8 de dezembro de 2009, o então arcebispo da época, dom José Antonio Aparecido Tosi Marques reconfigurou por necessidade pastoral para 9 Regiões. Essas mudanças podem refletir o crescimento das comunidades religiosas e a necessidade de uma distribuição mais eficaz dos recursos eclesiásticos.

Rezemos por esses irmãos que assumem esse apostolado importante para a caminhada de nossa Igreja Particular, para que respondam com audácia e coragem. Agradecemos aos vigários que colaboraram no último mandato, pelo zelo e dedicação no serviço prestado em suas respectivas Regiões.

Conheça os novos vigários:

Conheça o Regimento das Regiões Episcopais:

5 respostas

  1. Interessante quando existe nomeações de párocos para as paróquias onde cade pároco passe só os seus anos pra ver se nossa religião católica apostólica romana tenha mais conhecimentos de mais da religião e que os padres trabalhem mesmo pra que a religião tenha mais conhecimentos e padres trabalhem mesmo pelas comunidades de capelas de zonas rurais.

  2. Paz e Bençãos para todos os pastores escolhidos, que sejam todos guiados pelo Espírito Santo de Deus e abençoados por nossa mãe Maria Santíssima.

  3. Igreja organizada corre menos riscos de errar com decisões monocráticas.
    Gostei muito, prática que a CNBB deveria adotar.

  4. Parabéns D. Gregorio pelos novos vigarios episcopal, que eles venham do meio do povo, acolhedores, fraternos, humilde que eles tenham o dom de aproximar as pessoas da igreja que eles não deixem a vaidade de vig episcopal subir para a cabeça como um que tem aqui na PNSA arrogante, grosseiro com os paroquianos. Seria muito bom se D. Gregorio procurasse conhecer a história da PNSA tanto na caminhada pastoral como na parte física do santuário e centro paroquial desde a fundação com o Pe. LUIS CARLOS até os últimos dias com o padre Sales uma paróquia que tinha um projeto arquitetônico simples, moderno e muito bonito destruíram.
    D gregorio, Deus te abençoe, louvado seja NSJC.

Faça a sua pesquisa

Os cookies nos ajudam a entregar nossos serviços. Ao usar nossos serviços, você aceita nosso uso de cookies. Descubra mais