Caminhada Penitencial

Tudo sobre a 13ª Caminhada Penitencial

Conjuntura Eclesial e Sínodo para uma Nova Evangelização

A última sessão do primeiro dia da 49ª Assembleia da CNBB foi dedicada à análise eclesial, feita pelo teólogo padre Mário de França Miranda.

Num texto de oito páginas, o teólogo discorreu sobre seis pontos: nova evangelização, a pessoa de Jesus Cristo, a missão da Igreja, iniciação à vida cristã, Igreja local e comunidades menores e Igreja e realidade sociopolítica.

Segundo padre França o momento crítico vivido na história da humanidade e da Igreja com repercussões em todo o país pede “coragem de encarar a realidade, de discernir o que convém à fé cristã, de ousar iniciativas novas”.

“Vivemos a passagem de uma Igreja de cristandade para uma Igreja de diáspora que nos aproxima de certo modo do cristianismo primitivo”, acentuou o teólogo.

Sobre a relação da Igreja com a realidade política, padre França lembra que “os pobres são importante para manter a Igreja fiel ao espírito do Evangelho”. Em sua opinião “o cristão não pode ceder de modo simplório ao maniqueísmo político, nem cair na tentação do evangelismo político que identifica a fé cristã com alguma opção política concreta”.

Baixe: 49ag_Conjuntura Eclesial e Sinodo

Uma resposta

  1. Tive acesso ao texto e nele está incluído o " Abaixo minhas observações pessoais sobre os temas abordados no texto à epígrafe". Gostaria de receber por conta da importância e não ter o trabalho de digitá-lo, pois pretendo divulgá-lo pela importância que considero representar.
    Mau e-mail: [email protected]

Faça a sua pesquisa

Os cookies nos ajudam a entregar nossos serviços. Ao usar nossos serviços, você aceita nosso uso de cookies. Descubra mais