A essência da missão - Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

A essência da missão

Outubro pede de nós, cristãos, um renovado ardor missionário, hoje mais do que nunca! Jamais devemos prescindir desse ardor, encontrando eco no valor indescritível da oração como sustento da ação evangelizadora da Igreja, sucesso de todo um trabalho, que, evidentemente, passa pela íntima e estreita união com Aquele que é a essência da missão: Jesus de Nazaré. Que a Igreja, sacramento de salvação, continue firme, com alegria desmedida, a anunciar o Evangelho do Senhor no nosso tempo, sem nunca perder de vista a natureza da missão, que é partir até os confins do mundo, como ensina o Livro Sagrado: “Como é encantador ver o mensageiro pelas montanhas, trazendo notícias de paz, boas notícias de salvação!”.

Voltemo-nos ao Servo de Deus, Dom Helder Câmara, numa enorme vontade de ver a terra abarrotada e recheada da glória de Deus, numa contribuição dilatadora da obra missionária da Igreja, ao afirmar: “Missão é partir, é não se deixar bloquear nos problemas do pequeno mundo a que pertencemos; a humanidade é maior. Missão é partir, mas sem devorar quilômetros. É, sobretudo, abrir-se aos outros como irmãos, descobri-los e encontrá-los. E, se para encontrá-los e amá-los é preciso atravessar os mares e voar lá nos céus, então Missão é partir até os confins do mundo”.

À medida que passam os tempos, a missão da Igreja merece uma maior e elevada vigilância, sempre acompanhada de uma renovação consequente e ardorosa da parte dos cristãos. Faz-se mais necessário o valor indizível da oração como sustento da obra e ação missionária da Igreja. O salutar resultado de todo árduo desempenho missionário se apoia e se sujeita, evidentemente, a um acolhedor amparo, numa afeição encantadora e fascinada da face amorosa e afável de Deus, percebendo-o na realidade concreta dos irmãos e do mundo, apaixonados pela causa de Jesus de Nazaré.

Que Deus nos dê a graça da compreensão do único e necessário para nossa vida: viver com ardor o Evangelho de Jesus. Sejamos, pois, fermento de renovação no meio da massa, sem nunca nos distanciarmos da cruz santa do Senhor, dando a entender a todos que temos o mundo diante de nossos olhos, na mente e no coração, peça essencial da missão. Assim seja!

Padre Geovane Saraiva – Pároco de Santo Afonso, blogueiro, jornalista, escritor, poeta e integrante da academia Metropolitana de Letras de Fortaleza (AMLEF).

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Ordenação Presbiteral

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Os idosos, um presente para o futuro da humanidade

Igreja intensifica ações emergenciais para socorrer vítimas das chuvas no Nordeste

Campanha Missionária 2022 lança materiais para animação do mês de outubro na Igreja do Brasil

Arquidiocese de Fortaleza sedia encontro de religiosos formadores da CRB do Nordeste

Parolin no Sudão do Sul pela paz: “que se fechem páginas dolorosas para o país”