O triunfo de Cristo em Maria - Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

O triunfo de Cristo em Maria

Padre Geovane Saraiva*

Em agosto, mês vocacional, respondamos ao chamado de Deus, inspirados no “sim” de Maria, uma simples e humilde mulher, lá da Judeia e habitante de um lugar sem muita expressão, ao mesmo tempo uma região esquecida e longínqua do Império Romano, do supremo e todo poderoso Augusto César. A partir dele, ambicioso e influenciador, se estabelece um forte duelo de Augusto e Maria, num projeto ilusório e enganador da parte do imperador. Da parte de Maria, pensemos, pois, nas celebrações, nos encontros e atenções de todo o mundo, no Oriente e no Ocidente, voltados para Maria, desaprovando o projeto do astucioso e embusteiro Augusto César, nas palavras daquela que se opõe à força do mal, ao afirmar: “O todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor, mostrou a força de seu braço, derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes”.

Que tudo ao nosso entorno possa nos falar daquilo que é dom, graça e esperança, pela bondade de Deus em Maria, possuidora do verdadeiro amor. Voltados para o mesmo Deus, sejamos capazes de nos abandonarmos em suas mãos, mergulhando no mesmo amor, mas no desejo de uma vida misteriosa, que se revela em corações afáveis e aquecidos, abertos às virtudes cristãs, sendo ao mesmo tempo ágil e dinâmico, como na linguagem de Maria, de “grandes coisas”, daquela que já galgou o prêmio maior, lá no alto, que deve ser também a nossa meta, enquanto vivemos como peregrinos neste mundo.

Maria e a Eternidade

Maria, na eternidade, participa da vitória definitiva de Cristo sobre a morte, na antecipação da nossa ressurreição, sendo a garantia de nossa esperança, a partir das palavras sagradas: “É preciso que ele reine até que todos os seus inimigos estejam debaixo de seus pés”, na mais absoluta destruição do dragão e seus frutos do mal (cf. 1Cor 15, 25).

Entre as antigas Festas Marianas, temos, tanto no Oriente como no Ocidente, a Assunção de Maria, que foi elucidada, tornando-se mais fácil a compreensão, na proclamação solene de 1950, da definição dogmática de Pio XII, exaltada acima dos Anjos, na vitória com Cristo, por todo o sempre.

Cabe a nós, como tarefa de todos os seguidores de Jesus de Nazaré, no entendimento da destruição do mal, guardar na mente e no coração, sem jamais esquecer, o grande sinal que apareceu no céu: uma mulher que tem o Sol por manto, a Lua sob os pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça (Ap 12, 1). Assim seja!

*Pároco de Santo Afonso, blogueiro, escritor e integrante da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza (AMLEF).

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Confirmada a programação do XIV Evangelizar é Preciso Fortaleza

“A responsabilidade jurídico-administrativa dos párocos” é tema de palestra da Católica de Quixadá

Em dia que marca seu nascimento, CNBB divulga vídeo que destaca marcos da sua trajetória a serviço da Igreja no Brasil

Jesus é missão: comunidades celebram 1ª Semana Missionária Arquidiocesana

João Paulo I será beato: Episcopado brasileiro havia pedido sua beatificação