Caminhada Penitencial

Tudo sobre a 13ª Caminhada Penitencial

Natal em Assis, 8 de dezembro começam as celebrações em prol da paz

Fachada da Basílica de São Francisco de Assis, em Assis, Itália em 2020. Foto: Vatican News

800 anos depois do Natal celebrado por São Francisco em Greccio, na próxima sexta-feira, iniciam as comemorações com uma missa na basílica inferior celebrada pelo Cardeal Roche, a iluminação da árvore de Natal, o vídeo mapping, e a bênção e inauguração do presépio de areia.

Vatican News

A abertura das celebrações de Natal na Basílica de São Francisco em Assis será realizada na sexta-feira, 8 de dezembro, coincidindo com o ponto culminante das celebrações do grande aniversário do oitavo centenário do Natal celebrado por São Francisco em Greccio. Às 17 horas, o Cardeal Arthur Roche, Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, presidirá a Santa Missa na igreja inferior da Basílica, que será seguida, conforme a tradição, pela iluminação da árvore de Natal e do videomapping na fachada da igreja superior da Basílica, juntamente com a bênção e a inauguração do presépio de areia. Para encerrar o dia, às 21 horas na igreja inferior, haverá o concerto Harmonias da Paz de Assis, com canções tradicionais de Natal em órgão e voz, conduzido por frei Gennaro Becchimanzi, que apresentará seu último livro homônimo.

A força pacífica do Natal

“É interessante”, disse o frei Marco Moroni, Custódio do Sacro Convento, “que São Francisco há 800 anos quisesse celebrar o Natal em Greccio de maneira tão especial e não outras festas. O Natal é a celebração do encontro por excelência: Deus, em Jesus, se faz criança para não assustar nenhum de nós e, assim, poder se encontrar com todos; desse modo, a todos os que estão disponíveis, Ele pode dar aquele amor que, por si só, aquece o coração e renova a vida. Neste enésimo Natal, marcado pela violência em nossas cidades, no coração de nossas famílias e em nossos relacionamentos afetivos, e pelas guerras que destroem a vida e os sonhos de gerações inteiras em todo o mundo, nós, frades do Sacro Convento, queremos compartilhar mais uma vez a força mansa e frágil do Natal: aqueles que aceitam o desafio de se descobrirem amados e de amar tornam-se construtores de paz. Falando a respeito disso, Jesus disse que eles serão chamados filhos de Deus. São Francisco é o testemunho concreto, histórico e ainda extremamente relevante de que esse caminho é possível e, por isso, é um dever: que haja realmente Natal, que as armas se calem e que homens e mulheres voltem a falar, a buscar e encontrar soluções justas e compartilhadas”.

A árvore do Valle d’Aosta

A árvore colocada na praça inferior de São Francisco foi doada pelo Valle d’Aosta, completando o papel de liderança que a Região Autônoma desempenhou este ano – representando todos os italianos e italianas – por ocasião das celebrações de São Francisco, Padroeiro da Itália. Trata-se de um abeto de 15 metros de altura do Parque Castel Savoia, em Gressoney-Saint-Jean, que poderia ter danificado o muro de contorno do parque com suas raízes e tronco. Associada a isso está uma importante iniciativa de caridade: este ano, de fato, as bolinhas que decoram a árvore na praça levam os nomes de benfeitores cujo apoio permitirá que muitas famílias em dificuldades tenham um Natal sereno.

“Pouco mais de dois meses após as cerimônias do santo padroeiro italiano”, disse o Presidente da Região do Vale de Aosta, Renzo Testolin, “das quais o Vale de Aosta foi a região anfitriã este ano, nossa comunidade renova seu vínculo com Assis. Ao doar a árvore de Natal, gostaríamos que a proximidade do povo do Valle d’Aosta com os valores de São Francisco tivesse um destaque especial, um símbolo visível, bem no coração de Assis, na praça inferior da Basílica. Coincidindo com o 800º aniversário da celebração do Natal em Greccio por São Francisco, que deu início à difusão da tradição da natividade em todo o mundo, reforçamos com esse presente o que já se tornou uma profunda amizade com os cidadãos e os frades de Assis”.

Presépio de areia de Jesolo 

O presépio criado na praça inferior faz parte do projeto Jesolo Sand Nativity, este ano dedicado à vida do Santo de Assis, uma fonte de inspiração na arte dos encontros. Em 2018, a iniciativa chegou à Praça de São Pedro em Roma e, no contexto das celebrações do 800º aniversário do Natal de Greccio (1223-2023), chegou à Cidade Seráfica. A colaboração entre o Sacro Convento e a cidade veneziana levou à criação em Jesolo e Assis, por 14 artistas internacionais, de doze instalações de areia que representam os encontros mais significativos que marcaram a vida de Francisco. Em particular, o trabalho em Assis retrata a tradicional Sagrada Família, com os Reis Magos e os pastores, além de São Francisco segurando o menino Jesus em seus braços. O presépio ficará em exposição na praça até 7 de janeiro. Uma iniciativa de solidariedade também está associada a esse projeto: as ofertas coletadas com o Sand Nativity em Jesolo e Assis contribuirão para a adoção de longa distância de médicos e enfermeiros do Centro Médico São Maximiliano Kolbe da diocese de Koudougou, em Burkina Faso, o único no departamento, que atende 120.000 pessoas, muitas delas em estado grave.

“Primeiro Roma, depois Matera e agora Assis. Estamos felizes e orgulhosos”, disse o prefeito de Jesolo, Christofer De Zotti, “pelo fato de que o Presépio de Areia esteja percorrendo a Itália, trazendo consigo tanta maravilha, mas também uma mensagem de paz, a mesma que São Francisco divulgou com tanta beleza. É isso que tentamos lançar todos os anos, há mais de vinte anos, com o Sand Nativity de Jesolo, e a esperança é que poder fazer isso aqui também, em um dos lugares mais importantes da história do cristianismo, possa ajudar a apoiar ainda mais as muitas pessoas que hoje estão enfrentando um momento de dificuldade e a população civil dos territórios onde os conflitos estão sendo travados”.

O videomapping na Basílica Superior de São Francisco

O videomapping na fachada da Igreja Superior da Basílica, completamente renovado e realizado pela EnelX graças ao apoio da Fundação Perugia, está em plena sinergia com a mensagem espiritual e cultural das celebrações do 800º aniversário da experiência franciscana em Greccio. A estrela cadente descerá lentamente da fachada, convidando os fiéis e os turistas a admirar o presépio de areia, onde está depositado Aquele que nasceu por nós.

Concerto e iniciativas de fraternidade

As iniciativas de Natal na Basílica de São Francisco são realizadas com o apoio da Prefeitura de Assis. “Que seja um Natal de paz e esperança”, disse a Prefeita de Assis, Stefania Proietti, “que seja um Natal sem o barulho das armas, que seja um Natal ao lado dos fracos e dos pobres. De Assis, uma cidade que é uma mensagem dos valores de São Francisco, da coragem da fraternidade, queremos mais uma vez lançar um apelo contra todas as guerras, e o lançamos na perspectiva de importantes celebrações, como as dos centenários franciscanos”. O concerto, a ser realizado na noite de sexta-feira, 8 de dezembro, na Igreja Inferior, será conduzido por Frei Gennaro Becchimanzi, OFMConv, autor do livro homônimo, e contará com a participação de Maria Regina Puccillo, soprano, Paolo Ciavarelli, barítono, Michal Slawecki no órgão, Pe. Domenico Parrotta no oboé, Emanuele Sciortino na percussão e o conjunto Assisi Gregorian Sound. A entrada é gratuita. De 8 de dezembro de 2023 a 2 de fevereiro de 2024, festa da Apresentação no Templo de Nosso Senhor Jesus Cristo – por concessão da Penitenciária Apostólica e no contexto do aniversário do Natal em Greccio – será possível receber uma indulgência plenária nas condições habituais, dirigindo-se a uma igreja confiada aos franciscanos.

Faça a sua pesquisa

Os cookies nos ajudam a entregar nossos serviços. Ao usar nossos serviços, você aceita nosso uso de cookies. Descubra mais