Igreja no Brasil realiza a Campanha “É tempo de cuidar da Evangelização 2020”, em todo o mês de novembro | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Igreja no Brasil realiza a Campanha “É tempo de cuidar da Evangelização 2020”, em todo o mês de novembro

O vídeo reforça o lema da campanha: “Somos Igreja: cuidamos da vida, do anúncio da Palavra e dos pobres”.

Neste 3 de novembro, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lança a campanha: É Tempo de Cuidar da Evangelização 2020, uma campanha da Igreja no Brasil. O período de realização será em todo o mês de novembro, tendo na solenidade de Cristo Rei, dia 22, seu momento forte com a realização do grande gesto concreto: Coleta do Bem. O lema da campanha é: “Somos Igreja: cuidamos da vida, cuidamos do anúncio da Palavra e cuidamos dos pobres”. A campanha é motivada pelo versículo bíblico: “Conheceis a generosidade de Cristo.” (2 Cor 8,9).

O bispo auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, informa que no desejo de equilibrar a partilha corresponsável e a realidade de cada pessoa, família e comunidade, as duas coletas, da Solidariedade e da Evangelização, foram esse ano integradas em uma única, tendo sido abertos caminhos para que a oferta seja feita sem risco de contaminação.

“A generosidade é uma característica do cristão. Quem ama partilha. E não partilha apenas do que sobra. Partilha do pouco que tem. Partilha para o bem dos mais pobres e para a ação evangelizadora. As coletas anuais existem como forma dessa partilha e nem um momento tão complexo como o atual, pode cercear a bondade do coração. Sejamos, portanto, generosos, não deixando que um vírus tão violento como esse que aí está nos amedronte e restrinja nossa generosidade. Conhecemos a generosidade de Cristo (2 Cor 8,9). Esforcemo-nos por ter em nós os mesmos sentimentos de Cristo Jesus (Filip 2,5)”, disse.

A campanha tem três grandes objetivos: Mobilizar a comunidade, os homens e mulheres de boa vontade, a redescobrir a generosidade do amor de Cristo e revelá-la ao mundo por meio do gesto concreto de caridade e solidariedade, essência da identidade cristã; Renovar a corresponsabilidade dos cristãos católicos, fomentando a consciência sobre sua participação, como exigência da graça batismal, na obra e ação evangelizadora da Igreja no Brasil e na sustentação de suas atividades pastorais; e Mobilizar os cristãos católicos para contribuírem no gesto concreto da campanha, a Coleta do Bem.

De acordo com o secretário-executivo de Campanhas da CNBB, padre Patriky Samuel Batista, a campanha É Tempo de Cuidar da Evangelização é uma oportunidade singular para que todos conheçam as ações de solidariedade e do anúncio do Evangelho na Igreja no Brasil.

“Conhecer e participar! Eis o chamado que os bispos do Brasil nos fazem neste momento. Espero que esta campanha nos ajude a despertar o coração solidário. Um despertar capaz de envolver-se diretamente por meio da doação de recursos financeiros tão necessários à ação evangelizadora da Igreja católica no Brasil. Não somente contribuir, mas principalmente conhecer e acompanhar aquilo que a Igreja no Brasil vem realizando em cada uma de suas 278 circunscrições eclesiásticas”, afirmou.

Em 2020, a pandemia do novo Coronavírus provocou grande impacto na vida de todo mundo, incluindo a vida da Igreja. A nova realidade impôs à Igreja no Brasil e no mundo não apenas a necessidade de, observando as exigências médico-sanitárias, repensar a forma de realização das celebrações mas, também, o seu calendário de campanhas, coletas e eventos.

Coleta do Bem

Em um ano com condições normais, a CNBB realizaria a Coleta da Solidariedade, como o gesto da Campanha da Fraternidade, no Domingo de Ramos, destinada a apoiar iniciativas e projetos comunitários e solidários e de geração de renda e alternativas em todo o Brasil. E também realizaria, no terceiro domingo do advento, a Coleta para a Evangelização, cujo objetivo é despertar os católicos para o compromisso com a obra evangelizadora da Igreja no Brasil e para a corresponsabilidade na sustentação de sua pastoral. Foi neste contexto, que o Conselho Permanente da CNBB amadureceu a ideia de realizar, neste ano, apenas uma coleta para unificar estas duas coletas: a Coleta do Bem, a ser realizada durante todo o mês de novembro.

“Somos convidados a participar ativamente sobretudo nestes tempos de pandemia onde somos desafiados a viver a solidariedade como compromisso de amor e  do cuidado. É alargar o coração, cuidar de quem precisa e contribuir a fim de que, por meio de nossa corresponsabilidade e testemunho de vida fraterna, sejamos sinais do Reino de Deus hoje”, motivou o secretário-executivo de Campanhas da CNBB.

Como e onde se manter informado sobre a campanha:

Para informar-se sobre as ações e produtos da campanha É Tempo de Cuidar da Evangelização é necessário acessar o site campanhas.cnbb.org.br. Nesta página, a campanha vai disponibilizar, semanalmente, vídeos e cards para redes sociais, VTs para as tvs de inspiração católica do Brasil e spots e podcasts para a Rede Católica de Rádios (RCR).

Também serão disponibilizados cards para redes sociais e podcasts. No espaço de “downloads” da página da campanha, é possível baixar o texto-base, bem como três modelos de cartaz baseados no tema da campanha: “Somos Igreja: cuidamos da vida, cuidados do anúncio da Palavra, cuidamos dos pobres”. A Pascom Brasil (Pastoral da Comunicação) será uma grande animadora e mobilizadora desta campanha na Igreja no Brasil.

Formas de doação

Quem desejar doar à Coleta do Bem poderá fazê-lo de duas maneiras. Por meio da oferta nas missas e celebrações realizadas durante os dias 21 e 22 de novembro, quando a Igreja celebra a Solenidade de Cristo Rei. A doação também poderá ser feita de forma simplificada e digital, por meio do site doe.cnbb.org.br. 

1º vídeo da campanha: Igreja no Brasil, na tempestade remando com fé, esperança e caridade!

Este primeiro vídeo da campanha, com 4 minutos de duração, explica os impactos provocados pela pandemia do novo Coronavírus no mundo, na Igreja Católica e em seu trabalho de Evangelização no Brasil. O documentário demonstra que, mesmo num contexto de dificuldade, a Igreja no Brasil não deixou de cuidar da vida, dos pobres e da Evangelização e anuncia a realização da campanha e da Coleta do Bem.

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

A canonização de Charles de Foucauld

Ordenações Sacerdotais