Grito dos Excluídos é ação pastoral da Igreja | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Grito dos Excluídos é ação pastoral da Igreja

Sobre este jubileu de prata, o Padre Gianfranco Graziola, da Pastoral Carcerária, conversou com Ari Alberti, da coordenação nacional do Grito.

Cidade do Vaticano

O Grito dos Excluídos está completando 25 anos. O primeiro evento foi realizado em 1995 e foi fruto da Segunda Semana Social Brasileira, promovida pela Pastoral Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Trata-se de um conjunto de manifestações populares que tem lugar na Semana da Pátria e culmina com o Dia da Independência do Brasil em 7 de setembro.

O tema deste ano é “Vida em primeiro lugar”, com o lema “Este sistema não vale: lutamos por justiça, direitos e liberdade”.

Sobre este jubileu de prata, o Padre Gianfranco Graziola, da Pastoral Carcerária, conversou com Ari Alberti, da coordenação nacional do Grito no 21° encontro dos animadores em São Paulo:

Ouça a reflexão

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Vocação a serviço da vida

Dia do Padre 2020 – Palavra de dom José Antonio

Comissão elabora subsídio “Amados e chamados por Deus” para o mês vocacional

Papa Francisco nomeia novo bispo para a vacante diocese de Balsas (MA)

Campanha faz convite à Igreja e à sociedade a “Amazonizarem-se”