Editorial - maio 2021 “Com Maria pelo fim da pandemia” | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Editorial – maio 2021 “Com Maria pelo fim da pandemia”

O mês de maio deste ano 2021 está sendo marcado, por uma proposta do Papa Francisco, com um universal mutirão de orações a Nossa Senhora, nossa mãe e intercessora, pelo fim da pandemia coronavírus.

Oração tem sido, há já quase dois anos, um refrão bastante repetido entre os que apelam para a intervenção de Deus para que se resolva definitivamente esta chaga mundial e grande sofrimento que se espalha por todos os cantos da Terra de modo pandêmico. Especialmente os cristãos, mas também todos os que professam outra fé religiosa, têm tomado consciência de que a pessoa humana não é todo-poderosa, como tantas vezes quer crer. Somos muito frágeis, entre todas as frágeis criaturas de nosso mundo. Abrem-se as mentes e os corações para a convicção que se impõe de que acima de toda a criação está o Criador, Senhor que dá origem a toda a nossa realidade material e é providente sempre no manter na existência e no rumo de um percurso histórico por Ele conduzido: significado e direção de toda a realidade do mundo. Assim, se não percebíamos, somos obrigados a perceber que estamos “nas mãos de Deus e em Seu Coração” – expressão humana de nele sermos e existirmos.

A oração nos coloca em contato com esta realidade fundamental de nossa própria existência e nos faz clamar por sua atuação, abrindo-nos e nos confiando a ela.

A oração a Deus, poder supremo e amoroso que de tudo cuida, também nos coloca conscientemente na realidade e contato com toda a humanidade. Nós não somos uma ilha na existência, somos um com todos e com tudo. Esta comunhão constitutiva de nossa existência nos faz apelar, seja aqui, seja no além, ao amor e cuidado de nossos semelhantes, irmãos e irmãs, filhos do único Pai. Esta é a verdade da fé cristã que se chama “comunhão dos santos”, força do Amor Divino que a todos une nos laços deste bem querer universal.

Aí também se expressa a oração como clamor de auxílio, além dos que aos que convivem conosco nesta terra, também aos que já se encontram na meta da caminhada da vida humana, a vida eterna em Deus. Esta é a oração aos santos e santas. E entre todas, de modo muito especial, aquela a quem nos confiou o próprio Filho de Deus e seu filho, como filhos, Maria, mãe e senhora nossa. A maternidade espiritual de Maria é invocada, na confiança no mandato de Cristo: “E ao discípulo, eis a tua mãe”. Maria, Mãe de Cristo, Mãe da Igreja, Mãe da Humanidade em Cristo redimida.

Assim nos convida o Papa Francisco a uma “maratona de oração”, de contato vivo e confiante com Maria, durante todo o mês de maio em que a tradição cristã católica consagra como mês mariano. É neste mês que a sociedade civil celebra o Dia das Mãe. E a Igreja o dedica à Mãe de todas as mães.

A que nos leva esta oração? Com a reza do rosário, ato de oração que acompanha Maria em sua trajetória de vida com Jesus e com a humanidade, a contemplar como a ação do Amor de Deus a dirigiu nas mais diversas circunstâncias que a esperavam em sua experiência de vida. E Deus sempre se mostrou o Senhor dos acontecimentos, nunca faltando com sua graça no socorro da Virgem e na realização de seus projetos com ela pela humanidade. Assim também poderemos, a seu modelo, realizar em tudo a vontade amorosa de Deus nos acontecimentos de nossa história, de nossa vida. A confiança na atuação divina ilumina e fortalece nossa humanidade perplexa e assustada pelo que vive no hoje da história. E o Senhor age dando à humanidade os meios de superar com as melhores forças do espírito humano os desafios que a surpreende. E através destas lutas, mais humana a humanidade pode se tornar. 

A oração com Maria nos faz descobrir o sentido dos acontecimentos e nos fortalece, para enfrentar as dificuldades que encontrarmos, com a certeza confiante no auxílio amoroso de Deus. E como para ela, também a vida de todas as pessoas humanas, a nossa vida no hoje de nossa história, caminha para uma meta de realização que supera todos os revezes de nossa existência terrena pelo desígnio e poder amoroso de Deus. E com Ele somos colaboradores.

Maratona de oração do rosário mariano para que se cumpra o desígnio divino em nós, neste tempo sofrido e em todo tempo, e além dele.

+ José Antonio Aparecido Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Papa: o caminho libertador de Jesus é a resposta aos “guardiães” da verdade

Paróquia festeja novenário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Nota de falecimento da Sra. Mirian Façanha Holanda

Live de lançamento do projeto Catequese em Família da Arquidiocese de Fortaleza

36º Semana do Migrante reflete sobre migração e diálogo