Dia Mundial da Água | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Dia Mundial da Água

No aviso de Deus, de concluir uma aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá, todos são convidados, de coração aberto, a renovarem essa aliança, que é a promessa de Deus. Renovar a aliança significa, evidentemente, seguir os passos de Cristo, na doação generosa e na oferta da própria vida, aliança esta imprimida no interior, nas entranhas e no coração da criatura humana, pela renovação espiritual do batismo, mas na alegoria dos consequentes feitos do grão de trigo, ao morrer e desaparecer; germinar, crescer e produzir muitos e bons frutos.

Na nova aliança está a maior prova de amor e fidelidade do Filho, na sua incondicional obediência ao Pai. O que se quer de Deus para todos é a graça da sua renovação espiritual, como fonte de água viva a saciar a sede da humanidade, que, conforme as palavras do Papa Francisco, “para nós, crentes, a irmã água não é uma mercadoria, é um símbolo universal e é fonte de vida e saúde”. Segundo dados da ONU, 40% da população mundial não têm acesso à água. A comemoração do Dia Mundial da Água (22 de março) bem que nos ajuda a perceber a magnitude dos desafios de toda natureza.

Considera-se o relacionamento humano, com a pandemia a fragilizar o mundo, mesmo todo interligado, como muros de separações. Com todas as facilidades e meios modernos de aproximação do mundo hodierno, temos o maior e mais grave de todos os males em questão, pelo drama polarizante no conflituoso convívio, com negativas repercussões globais, em meio ao que existe de mais malévolo e deplorável: obscurantismo, insciência e negacionismo.

Um louvor de gratidão pela irmã água, criatura de Deus, que, segundo Francisco de Assis, nos ajuda a recordar as inúmeras vezes em que nos foi solicitado o obsequioso gesto de lavar nossas mãos, mais ainda agora como medida preventiva contra a Covid-19. Muito oportuno e conveniente pensar em todos aqueles, por ser a irmã água uma mercadoria preciosa e distante do alcance de um número incontável de pessoas, sem poder abrir suas torneiras para lavar as mãos e o corpo, isso porque nem elas mesmas a possuem, tornando um sonho muito remoto, aquele mesmo sonho elementar que aqui no Brasil já se escutou no passado: “Água e saneamento básico para todos”.

Água é essencial à vida e sem ela a criatura humana não pode jamais subsistir, o gado e todos animais se extinguem, os campos se transformam em áridos desertos, num sinal e símbolo da morte. Portanto, comemorar o Dia Mundial da Água, na restauradora compreensão de que água para todos pode mudar a vida e a própria história, significa dizer que a vida pede coragem, com respostas que venham em socorro e favoreçam a humanidade no seu todo. Esse é o grande e maior desafio.

Padre Geovane Saraiva – Pároco de Santo Afonso, blogueiro, escritor e integrante da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza (AMLEF).

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Paróquia da Tabuba realiza Semana Social Brasileira

padre Geovane

Vocação agosto do pão

Editorial de agosto 2021: “Caminhando com Maria, em Jesus somos todos irmãos.”

Agenda do Arcebispo – Agosto 2021

Nomeações e provisões – Julho 2021