Paróquia da Tabuba realiza formação sobre a CFE 2021 | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Paróquia da Tabuba realiza formação sobre a CFE 2021

A Paróquia de Nossa Senhora das Graças e São Pedro/Tabuba realizou na noite da terça-feira, dia 23/02, formação paroquial sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021. O encontro aconteceu de forma virtual por conta da pandemia da COVID 19. Estiveram presentes muitas lideranças eclesiais, dos conselhos pastoral e econômico, das CEBs e coordenações das pastorais, grupos, serviços e movimentos. A formação paroquial contou com a participação do Pároco, Pe. Maurício Lopes, do Vigário Episcopal da Região Pe. Emílio Castelo. A assessoria do momento ficou por conta do Pe. Luís Sartorel – assessor do CEBI e professor de Bíblia da Faculdade Católica.

cf_arquifortaleza

Podemos aproveitar, em vídeo, a parte da fala do Arcebispo Metropolitano, dom José Antonio Tosi, por ocasião da homilia que o mesmo fez na quarta-feira de cinzas (17), na Sé Catedral, em que falou sobre a CF no Brasil.

No momento de oração inicial, o pároco acolheu a todos e lembrou as quase 250 mil mortes por causa da COVID 19. Disse ainda o Pe. Maurício: “Queremos reafirmar nosso compromisso com a CF, que é uma importante iniciativa da CNBB em todo o Brasil, desde os anos de 1960. Nesse ano, a Campanha teve algumas críticas e certamente ficou muito conhecida até porque quem nem é de Igreja.” O presbítero ainda reforçou que: “Estamos vivendo tempos difíceis, de divisões, o que mais ainda nos coloca na necessidade do que a CF nos propõe: o diálogo. Como eu gostaria que todas as nossas comunidades eclesiais de base – CEBs – da paróquia ‘entrem de cheio’ na campanha, falando sobre ela nas nossas celebrações da Palavra e nas missas, criando encontros virtuais da Via Sacra, novenas da quaresma, pensando gestos concretos com inspiração no tema da Campanha 2021. Nós somos uma paróquia que acredita na CF.”

Pe. Emílio Castelo valorizou a importância daquele momento, deixou clara a necessidade de construirmos pontes, derrubarmos os muros; também viu com alegria a iniciativa da Comunidade Paroquial da Tabuba, litoral da Caucaia, em fazer momento de estudos sobre a CFE 2021. Lembrou do empenho evangelizador do Pároco, vigários paroquiais e os leigos da Paróquia da Tabuba, junto com o diácono permanente e as Religiosas na vida consagrada para ajudar na animação da fé do Povo de Deus. “Muito obrigado Pe. Maurício e os demais evangelizadores(as) pelo empenho de vocês todos. Fico feliz pelo esforço e trabalho desta paróquia”, disse o padre Emílio Castelo, Vigário Episcopal da Região Nossa Senhora dos Prazeres.

As colocações do Pe. Luís Sartorel foram muitas oportunas e carregadas de lucidez e maturidade pastoral. O presbítero assessor destacou dentre outros pontos, a Mensagem do Papa Francisco por ocasião da CF 2021, especialmente na frase onde o papa afirma: “a fecundidade do nosso testemunho dependerá da nossa capacidade de dialogar”. Pe. Sartorel apresentou os documentos do Concílio que nos falam do ecumenismo, também nos lembrou que precisamos ter presente:

  1. Preocupação com a formação ecumênica;
  2. Desenvolvimento de relações institucionais com as outras experiências cristãs;
  3. Publicação de subsídios e material na linha do ecumenismo.

Já em 1975, as Diretrizes da Ação Pastoral da Igreja no Brasil, trazia o acento para o aspecto ecumênico, porque o ecumenismo é elemento constitutivo do ser e do agir da Igreja. Encontra-se em paralelo com as outras ações da Igreja. Nós não podemos abandonar o ecumenismo e, mais ainda, temos mesmo que trabalhar por uma Igreja que constrói a fraternidade e sermos mais ainda uma Igreja samaritana, afirmou o Pe. Sartorel.

A CFE

Neste ano, o tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica é “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade” (Ef 2, 14).

Realizada pela CNBB todos os anos no tempo da Quaresma, período de 40 dias que antecede a Páscoa, a Campanha da Fraternidade de 2021 é promovida de forma ecumênica, ou seja, em parceria entre várias Igrejas Cristãs. A CFE 2021 quer convidar os cristãos e pessoas de boa vontade a pensarem, avaliarem e identificarem caminhos para a superação das polarizações e das violências que marcam o mundo atual. Tudo isso através do diálogo amoroso e do testemunho da unidade na diversidade, inspirados e inspiradas no amor de Cristo.

Gesto concreto

A Campanha da Fraternidade tem como gesto concreto a Coleta Nacional da Solidariedade, realizada no Domingo de Ramos nas comunidades de todo o Brasil. Os recursos são destinados aos Fundos Diocesanos e Nacional da Solidariedade, os quais apoiam projetos sociais relacionados à temática da campanha.

Histórico

A Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) tem sido realizada, em média, a cada cinco anos. A iniciativa congrega diversas denominações cristãs, sempre de forma ecumênica, valorizando as riquezas em comum entre as igrejas. Desde 2000, abordou os seguintes temas:

  • 2000 – Tema “Dignidade humana e paz” e lema “Novo milênio sem exclusões”;
  • 2005 – Tema “Solidariedade e paz” e lema “Felizes os que promovem a paz”;
  • 2010 – Tema “Economia e Vida” e lema “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro”;
  • 2016 – Tema “Casa Comum, nossa responsabilidade” (tratou do meio ambiente e saneamento básico) e lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”.

Fonte: Pascom da Paróquia da Tabuba

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Coletiva de Imprensa, na 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dia 15, às 13h

Coletiva de Imprensa, na 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Dia 14/04, às 13h,

Coletiva de Imprensa, na 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dia 13, 13h.

Ao vivo: Principais notícias da 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil na edição especial do Boletim Igreja no Brasil, dia 12 de abril, 19h.

Coletiva de Imprensa, na 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dia 12/04, 13h.