Arquidiocese de Fortaleza vai ganhar 13 novos Diáconos | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Arquidiocese de Fortaleza vai ganhar 13 novos Diáconos

Arquidiocese de Fortaleza ganha neste próximo dia 8 de dezembro, na Solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria, 13 novos Diáconos, em Concelebração Eucarística presidida pelo Arcebispo Dom José Antonio, na Igreja de São João do Tauape, às 18h30. A celebração acontecerá obedecendo protocolo de prevenção ao novo Coronavírus, com número restrito de convidados. Todo o rito será transmitido pelo YouTube da Arquidiocese de Fortaleza.

Convite para a celebração dos 13 novos Diáconos.

Conheça um pouco mais sobre cada pré-Diácono

Adauto José de Oliveira Junior 

Estágio Vocacional:

Diaconia Geral – Missão de Fortaleza

Lema diaconal:

“Vós deveis também lavar os pés uns dos outros”. (Jo 13, 14)

História vocacional 

Posso iniciar esse testemunho reconhecendo que os sonhos de Deus são maiores que os meus. Sou de família Católica, mas não éramos animados a uma vida religiosa ativa. Como de costume, pensávamos sobre o que ser quando crescer e, tendo uma mente muito criativa, lembro que surgiam várias ideais e sonhos de gente grande no coração de uma criança. 

O tempo foi passando e começou a crescer em mim algo que jamais havia imaginado; ser de Deus. Ainda era criança quando, em minha Primeira Comunhão, esse desejo começou a ganhar força dentro de mim. Pouco a pouco esse desejo de Deus foi encontrando espaço na minha vida e, sem muito programar, percebi que eu já estava dentro do sonho de Deus. Comecei a viver e vida missionária e na missão Deus me atraiu para o Sacerdócio ministerial. Agradeço a Deus por realizar em mim o Seus planos e Seuquerer, através de mim, lavar os pés dos meus irmãos.  Shalom!

Adriano Alves de Lima 

Estágio Vocacional:

Paróquia Nossa Senhora do Carmo – Croatá/São Gonçalo do Amarante

Lema diaconal:

“No mínimo devemos dar a Deus o Máximo”. Pe. Gilberto Maria Defina, SJS (in memoriam)

História vocacional 

Nascido na cidade de Cascavel/CE, no dia 24 de junho de 1991, sendo filho de César Nildo Lima de Souza e de Auricélia Alves de Lima, deu início à sua formação em 2012, no Seminário Propedêutico Dom  Aloísio Lorscheider. Em 2015 concluiu os estudos filosóficos e em 2019 os teológicos. Sua Paróquia de origem é a de  Nossa Senhora das Graças – Tabuba/Caucaia/CE. Durante o período de seminário desenvolveu seu serviço pastoral nas seguintes  paróquias: 2013 – Sagrada Família em Antônio Bezerra; 2014 e 2015 – Paróquia São Vicente de Paulo em Tabapuá; 2016 – Paróquia Mãe Santíssima; 2017 – Paróquia Nossa Senhora das Graças em Pindoretama; 2018 – Paróquia Imaculada Conceição em Pacajus; 2019 – Área Pastoral São João Batista em Mucunã. 

Antônio Gomes Vieira Macedo Júnior 

Estágio Vocacional:

Paróquia São Francisco de Assis e Paróquia São Pedro Apóstolo – Boca do Acre/ AM – Diocese de Rio Branco.

Lema diaconal:

“Como um jumentinho estou diante de Ti e eu sempre estarei Contigo!” (Sl 73,21 vulg.).

História vocacional 

Quão misterioso é o dom da eleição, de um Deus Todo-Poderoso que escolhe, por um ato de eterna Misericórdia, seres tão frágeis para fazer a Sua Obra. Sou muitíssimo feliz pelo dom da vocação sacerdotal. Sempre tive grande certeza que na minha Paróquia de origem, Nossa Senhora de Fátima (Bairro de Fátima), havia inúmeros jovens bem mais virtuosos e capacitados para se entregarem ao serviço da salvação das almas. No entanto, pude sentir o Chamado inquietante de Deus em minha vida e me coloquei  a segui-Lo neste Caminho de intensa amizade e intimidade com Ele. A Virgem Imaculada, minha Mamãe, teve um papel singular neste Chamado. Sei que foi Ela quem preparou meu pequeno coração e me sustentou nesta grande e doce aventura. Reze por mim e por meus irmãos, para que eu possa ser, no ministério diaconal, o máximo santo o quanto for possível e que meus irmãos sejam muito mais santos do que eu.

Antônio Gleison de Freitas 

Estágio Vocacional:

Paróquia São Sebastião- Mulungu-ce.

Lema diaconal:

“O meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou  e levar a termo sua obra “. (Jo 4,34)

História vocacional 

Vim de uma família onde a grande maioria era Católica, nela pude aprender desde de pequeno amar a Igreja e fazer meu percurso na fé. Logo fui batizado, fiz minha primeira Eucaristia e na juventude fiz minha crisma. Antes mesmo da primeira comunhão já servia à  Igreja. Sempre houve no meu coração o ardor missionário. 

Lembro-me que meus bisavós tinha muita vontade que alguém na família tivesse vocação para padre. Aos poucos fui adentrando nas coisas de Deus, ainda sem pensar no sacerdócio, mas  Deus foi me atraindo. Fui aos poucos buscando respostas fazendo perguntas a Deus, e Ele muito generoso  foi acalmando meu coração. Nesse caminho de descobertas fui chamado a ingressar no seminário para o processo vocacional rumo ao sacerdócio. Deus nunca me desamparou, sempre permaneceu comigo,  instruindo-me a abraçar  sua vontade com o coração indiviso.

Francisco Edvando Simplício Ferreira

Estágio Vocacional:

Lema diaconal: 

“Fazei tudo o que ele vos disser”. (Jo 2,5)

História vocacional 

Sou filho da Paróquia Sagrada família em Ocara. Minha avó paterna, María Vieira, foi quem me apresentou a fé católica, quando em  sua simplicidade me levava para a Santa Missa  e terços .  Senti com o passar do tempo Deus me cercando  com seu amor e sua misericórdia. No ano de 2000 fiz o sacramento do Crisma, depois me engajei  nos compromissos Pastorais da comunidade de são Sebastião, na  Curupira,  e mais adiante na comunidade Nossa Senhora do perpétuo Socorro, em Açudinho onde dei um salto na fé. 

 Quando senti o chamado da mãe de Deus para ser Padre, uma força grande transpassava. Ingressei no seminário propedêutico, em 2012. Hoje me encontro na Paróquia nossa senhora dos Prazeres, Caucaia,  realizando o meu ano de sínteses Pastoral para o Diaconato. Digo que sou um homem muito feliz em ter aceitado o convite de nossa senhora para me doar por inteiro ao Reino de seu Filho Jesus.

Francisco Levi de Oliveira Campos 

Estágio Vocacional:

Paróquia Nossa Senhora da Conceição CASCAVEL/CE

Lema diaconal:

“Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até́ o fim.” (Jo 13,1) 

História vocacional 

Nascido e batizado na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Messejana , na cidade de Fortaleza/Ce, deu seus primeiros passos na Igreja junto a Pontifícia Obra Missionária da Santa Infância Missionária, onde cultivou seu amor à Igreja e ao chamado vocacional à missão de onde brotou seu desejo pelo sacerdócio ministerial. Sua caminhada missionária o levou a trabalhar em várias realidades pastorais na Arquidiocese de Fortaleza, tendo como porta a Obra Pontifícia da Propagação da Fé- Juventude Missionária, onde amadureceu e cresceu em sua oferta de vida junto aos desafios da Igreja. Em comunhão com suas experiências pastorais missionárias, nunca perdeu suas raízes paroquiais, fez parte da animação missionária junto às comunidades de sua paróquia, nas juventudes, liturgia e na catequese. Ingressou no seminário no dia 1º de fevereiro de 2012, onde cultivou o amor à vocação e seu discipulado dentro de um processo intenso de formação e experiências pastorais em várias paróquias. 

Francisco Vanderlúcio Souza 

Estágio Vocacional:

Paróquia São José – Canindé 

Lema diaconal:

“A Paz esteja convosco”. (João 20, 19)

História vocacional 

Nasci na cidade de Morrinhos, no Vale do Acaraú. Os primeiros passos na fé foram dados a partir do ensinamento e testemunho de meus queridos pais. Ainda criança manifestava o desejo de ser padre, seja através de brincadeiras ou da participação em uma comunidade da Zona Rural, vizinha à minha, onde, aos domingos,  eu fazia a celebração da palavra, apenas com 11 anos. 

Cresci, precisei  me mudar para Fortaleza com minha família e em 1995 tive minha primeira experiência pessoal com Deus em um retiro de carnaval. Com o desejo latente de me consagrar a Deus passei oito anos de minha vida em uma frutuosa experiência missionária. Em seguida, formei-me em Jornalismo, mas sentia que faltava algo. Orientado pelo então promotor vocacional Padre Rafhael Maciel trilhei um caminho de retorno ao chamado sacerdotal e aqui estou eu, amparado pela Misericórdia de Deus dando meu sim. 

Joaquim Fernando pontes III

Estágio Vocacional: 

Paróquia São Francisco de Paula – Aratuba/CE

Lema diaconal: 

“Sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas” (Mt 10, 16b)

História vocacional 

Natural da cidade de Marco, interior do Ceará, Fernando Pontes recebeu os sacramentos da iniciação cristã nesta cidade. Formado em Filosofia e especializado em Religião pela Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA, dedicou-se a carreira de professor e, residindo em Fortaleza, participou da vida comunitária da Paróquia de Santa Luzia – Meireles. Na Jornada Mundial da Juventude de 2013, conheceu a Obra Social Nossa Senhora da Glória – Fazenda da Esperança da qual tornou-se voluntário e membro da Família da Esperança. Na convivência e formação espiritual dos ex-dependentes químicos ouviu o chamado para dedicar-se de forma mais intensa à vida da Igreja, passando a fazer o Vocacionado da Arquidiocese de Fortaleza. No Seminário Diocesano São José, Fernando Pontes concluiu o curso de Teologia pela Faculdade Católica de Fortaleza e especializou-se em Gestão de Igrejas, dedicando-se a desenvolver meios eficientes para promover uma Evangelização Inteligente. 

João Frota Melo 

Estágio Vocacional:

Paróquia São João Batista – Aruaru, Murada Nova – CE

Lema diaconal:

“Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, vossa verdade me oriente e me conduza!” (Sl 24)

História vocacional 

O meu caminho vocacional, de maneira estrita, começou em um retiro para crismandos em outubro de 2009. Na época eu era catequista de Crisma na minha paróquia NS da Glória, em Fortaleza. Durante a adoração ao Santíssimo Sacramento  no retiro eu escutei vindo de dentro de mim: “Eu quero que você seja padre”. Na época não dei atenção a essa voz, contudo comecei a sentir um vazio dentro de mim, como se eu estivesse incompleto. Sabe quando você tem beleza, educação, família, amigos, trabalho, namorada, sonhos, mas tudo isso não é suficiente para você? Pois eu comecei me sentir assim. Em abril de 2010, durante o retiro dos crismandos, sim minha turma teve dois retiros, novamente durante a adoração eu escuto Deus falando comigo: “Eu quero que você seja padre. Não vê que essa vida não é para você?”. Lembro que minha resposta foi: “Pois Senhor muda minha mente e meu coração para aceitar” e Deus replicou dizendo “Fale com ele!” apontando para o padre que naquele instante estava passando com o Santíssimo em minha frente. Era o promotor vocacional da arquidiocese da época. Entrei no seminário em 2012. Nas férias de 2015, durante a missa dominical em minha paróquia, Deus me mostrou meu lema vocacional: “Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, vossa verdade me oriente e me conduza!” (Sl 24).   

José Carlos Miranda Moura

Estágio Vocacional:

Bom Jesus dos Navegantes – Parajuru

Lema diaconal:

Quem vos chamou é fiel, e é Ele que agirá (1Ts 5, 24)

História vocacional 

Nasci em Fortaleza, no dia 19 de março de 1991. Sou o sétimo de oito filhos de Francisca Miranda Moura e Francisco Moura. Fui consagrado a São José por minha mãe, ao saber que nasceria em seu dia. Os primeiros traços de vocação vieram aos doze anos de idade, quando, depois de ter vivido uma experiência na igreja protestante, ir à missa por convite de amigos de infância. Olhava a figura do padre e dizia em meu coração que se um dia fosse me entregar a Deus, teria que ser por inteiro, como o padre. Fui vivendo minha juventude nos estudos, trabalhos e, aos 19 anos, fui aos encontros vocacionais. Depois desta experiência no vocacional da Arquidiocese, fui convidado a iniciar o processo no seminário e eu disse SIM!!!

Kássio Célio Moura

Estágio Vocacional:

Diaconia Geral – Missão de Fortaleza

Lema diaconal:

“Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5)

História vocacional 

Tive minha primeira experiência com Deus em um retiro de carnaval da Comunidade Shalom em 1997. Desde então participei da RCC e de algumas comunidades novas em Caruaru/PE. Quando fui morar em Natal/RN pude participar, por quase 22 anos, da Comunidade Shalom como participante dos grupos de oração, Comunidade de Aliança e depois como Comunidade de Vida. Neste tempo a comunidade me ensinou muito sobre o amor a Deus e o amor aos irmãos, assim o meu amor a Jesus Cristo foi crescendo. Brotou, então em mim, o desejo de oferecer tudo a Ele. Para mim, dar tudo é fazer a Sua Vontade e Deus foi me chamando a ofertar meus planos e configurá-los aos d’Ele. Senti um chamado muito forte de levar a Cristo não só no meu coração como Alma Esposa e aos homens como missionário, mas também em Sua Carne e Sangue. Neste dia 8 de Dezembro darei mais um passo em direção à Sua Vontade.

Saulo Maia Dantas 

Estágio Vocacional:

Diaconia Geral – Missão de Fortaleza

Lema diaconal:

 “O meu cálice transborda” (Sl 23)

História vocacional 

Nascido em Fortaleza aos 24 de outubro de 1987, no seio de uma família profundamente cristã, teve ali sua fé profundamente alimentada por meio testemunhas verazes. Tendo, por própria culpa, se afastado da igreja, veio a reencontrá-la através de uma forte experiência de gratidão que o fez elevar a Deus despretensiosamente a seguinte oração: “Se me destes tudo isso, o mínimo que eu posso te dar é a minha vida”. Pouco tempo depois, conheceu a Comunidade Shalom, e nela e no  ministério sacerdotal, encontrou o modo justo de realizar a oferta prometida no dia em que reencontrou o Senhor.

Thyarles Guimarães Lima 

Estágio Vocacional: 

Paróquia São Pedro Apóstolo e São Francisco de Assis – Boca do Acre – AM, Diocese do Rio Branco.

Lema diaconal:

“O servo não é maior que o seu Senhor” (Jo 13, 16)

História vocacional 

No Evangelho de São João, na última ceia, ao lavar os pés dos discípulos, com um gesto de amor, de rebaixamento, de intimidade e entrega ao seus, Ele afirma que a felicidade está no serviço sincero aprendido com Ele mesmo. É neste desejo de doar-me inteiramente à serviço do Reino de Deus que me coloco à disposição da Igreja para lavar os pés onde necessário for. Sou oriundo da Paróquia Nossa Senhora das Graças, no Parque Potira – Caucaia, e neste ano de Síntese Vocacional em preparação ao diaconato vivi a experiência fantástica nas Paróquias São Pedro Apóstolo e São Francisco de Assis, ambas na cidade de Boca do Acre – AM, Diocese do Rio Branco. Conhecer um pouco da realidade e da necessidade da evangelização na região amazônica inflama o meu coração a prosseguir com coragem e lucidez no sim dado a Deus.

Desta turma, 10 são da Arquidiocese de Fortaleza…
…E 3 da Comunidade Shalom.

1 Comentário »

1 Comentário »

  • Rosa Maria Frota Melo disse:

    Gratidão a Deus pelo chamado a estes jovens a seguir Cristo e felicidade pelo Sim que eles deram . Rogo ao nosso Pai que sempre os abençoe lhes dê muita força, fé, sabedoria ,humildade, caridade e proteção e que estes jovens saibam ser sempre dignos de Cristo e nunca os decepcionem. Parabéns a todos vocês.❤️


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Os 30 Santuários que participam das orações de maio pelo fim da pandemia

Como funcionam as estruturas que apoiam o ministério do Papa. A Congregação para os Bispos na entrevista com o Prefeito, Cardeal Marc Ouellet

FALECEU DOM ANDRÉ DE WITTE, PRESIDENTE DA COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

ORIENTAÇÃO DIANTE DO DECRETO DE 24 DE ABRIL DE 2021

O nome “cristão”