Editorial – dezembro 2020: Advento – vinda do Senhor | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Editorial – dezembro 2020: Advento – vinda do Senhor

Chegando ao final de um ano marcado, sem dúvida, por acontecimento tão inesperado e pungente, como a pandemia que estamos vivendo. Coisa que fica muito em evidência é a fragilidade e a transitoriedade da vida humana. As certezas e firmezas em que, costumeiramente, se apoiam as atividades do dia a dia da história, tornam-se menos certezas e menos firmezas, quando tudo se manifesta frágil e transitório. De repente, o que parecia o chão firme onde apoiamos nossos pés e sobre o qual construímos o que pensamos seja definitivo, duradouro, o mesmo chão firme parece faltar a nossos pés, quando a ansiedade nos coloca diante do que poderá ser o fim de tudo, para nós ou para as pessoas que fazem o tecido de nossa própria existência; fim que poderá vir de um ser minúsculo e invisível a nossos olhos, um vírus que pode se mostrar mortal.

E todos somos chamados a cuidar do essencial, do fundamental, da Vida, porque tudo o que com ela possamos possuir, poderá desaparecer. E encontramos o tempo, tão intensamente gasto no produzir, no fazer, no acumular material, que agora nos sobra para o pensar, para a reflexão que o tempo de isolamento social e impossibilidade do agir corriqueiro, parecia não existir. Vivendo sempre fora, pouco nos deparávamos com nosso ser dentro.

E uma, quase que nova realidade, se nos apresenta: o sentido de nossa vida, da vida de cada e de todas as pessoas, do mundo em que vivemos, do tempo que nos é dado, das oportunidades que este dom da vida nos oferece para ser construtora do que permanece em meio a tantos andaimes e madeiramentos transitórios na construção da casa, do mundo, da humanidade que fica quando tudo o mais passa. E nada vale mais que o cuidar da vida em nós e em todos.

Este tempo de pandemia tormou-se um dom, não apenas um absurdo sofrimento sem sentido, mas oportunidade para o ser humano em sua realidade mais profunda. A vida é um dom e seu movimento é o Amor, que faz entrelaçamento de encontros, de relacionamentos, de doações contínuas, generosas e recíprocas. Como que redescobrimos que estamos todos juntos num só barco, que a vida não se vive e se realiza solitária, mas solidária. E os menores gestos, as mais pequenas sensibilidades, se enchem de cor e valor, pelo dom de si que se faz em cada um, e nos constrói em comunhão, humanidade, criação que continuamente se faz “do pensamento, das mãos, do coração do Criador”. Este Criador que se fez conosco, de nossa natureza humana, e nos veio recriar no mais profundo de nosso ser, na razão de nosso ser, no Amor.

É o que revivemos liturgicamente, no tempo inicial de um novo ano, de um novo começo, na graça amorosa que é nossa vida, nosso tempo, nossa história. Estamos no tempo chamado Advento, preparação para a chegada do Senhor.

Pensamos imediatamente na celebração do Natal: nasceu Deus entre nós num menino em que Ele mesmo se nos deu. É verdadeiramente Deus, também se faz verdadeiramente Homem, o Filho de Deus, Filho do homem. E traz com sua vinda na História da Humanidade, a perfeição de seu desígnio criador, a plenitude dos tempos, a plena realização da pessoa humana, de toda a humanidade, de toda a criação. E com sua presença de Amor, a solução para todas as alienações a que se entregou o homem perdido no que é apenas aparência, esquecido e esvaziado de coração. Comemoramos, sim, um fato histórico, o nascimento de Jesus de Nazaré em Belém de Judá. Vivemos a partir de então o que se torna a razão da História Humana, de toda a Criação: o Reino de Deus, Reino do Homem, na Comunhão Universal do Amor. A humanidade vive no seu tempo, oportunidade de eternidade. Vai se irrompendo nas oportunidades do transitório, o definitivo: obra de Deus e obra do homem – então “… Deus será tudo em todos.” (1Cor 15,28)

+ José Antonio Aparecido Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

1 Comentário »

1 Comentário »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Carta por ocasião do 58° Dia Mundial de Oração pelas Vocações

ORIENTAÇÃO DIANTE DO DECRETO DE 17 DE ABRIL DE 2021

Mensagem do Papa Francisco ao Episcopado Brasileiro

CNBB DIVULGA MENSAGEM AO POVO BRASILEIRO APROVADA PELOS BISPOS REUNIDOS EM ASSEMBLEIA

Coletiva de Imprensa, na 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dia 15, às 13h