Amor gentil e desinteressado | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Amor gentil e desinteressado

Padre Geovane Saraiva*

Confiemos e inspiremo-nos na afável bondade de Deus, que se estende de geração em geração. A partir da mais acabada confiança, que a vida seja percebida como dom e graça, dentro do projeto salvífico, que significa abraçar o compromisso e missão de romper com o comodismo, na busca de encontrar novos caminhos, de vencer obstáculos e de ultrapassar barreiras. Devemos acolher o convite feito pelo próprio Deus: o de dar continuidade à sua missão, obedientes à sua irrecusável voz e indescritível mistério de amor. Esse amor, à luz da esperança cristã, não é sinônimo de ilusão, mas revela ideia de justiça e vida para todos, na vinda definitiva de Deus, convencendo-nos da plenitude do homem e do mundo, no mergulho e entrega nas mãos do Senhor.

Dentro do contexto da semana que antecede a Solenidade de Pentecostes, na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2020, com o tema “Gentileza gera Gentileza”, promovida mundialmente pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos e pelo Conselho Mundial de Igrejas, a Semana de Oração pela Unidade Cristã (SOUC) acontece em períodos diferentes nos dois hemisférios. Pensemos que a gentileza é fruto da caridade, como nos ensina o apóstolo Paulo, a respeito da qual, sendo paciente e benigna, não é invejosa e nem se vangloria, não desrespeita, não busca seu interesse, não se é raivosa e não leva em conta o mal recebido, não se alegra com a injustiça, mas acolhe a verdade, antevendo a santidade, assimilada como dom, dentro do projeto de Deus, significando uma ruptura com o mal e com todos os seus frutos.

Deus convida todos, em tempo de pandemia – pelo testemunho e anúncio de cada seguidor de Jesus de Nazaré –, a prestar conta e dar razões de sua vida de esperança. Ele é amor, sendo, por isso mesmo, causa e razão de nossa vida, mas na alegre confiança de quem o descobriu, o reconheceu e o acolheu como seu tesouro mais precioso, capaz de satisfazer a existência humana. Que nossa resposta ao mistério da revelação de Deus na História, vindo ao mundo por meio de Maria – mulher simples e humilde –, nos ensine a verdadeira alegria, na doação generosa e no oferecimento da própria vida.

Como é conveniente pensar que somente através do amor – dom e graça –, acolhido e traduzido em lições de vida, depois transmitido aos irmãos, é o que é decisivo para determinar o valor e a importância de uma vida de doação! Sejamos convictos de que o que realizamos na fé e na esperança deixará sinais e marcas indeléveis. A herança maior que podemos deixar para as gerações vindouras está no constante esforço da vivência do Evangelho, pela nossa conduta ética, numa prática, que tem por base o amor desinteressado, com “gentileza gerando gentileza”. Amém!

*Pároco de Santo Afonso, Blogueiro, Escritor e integra a Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza (AMLEF).

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

padre Geovane

Vocação agosto do pão

Editorial de agosto 2021: “Caminhando com Maria, em Jesus somos todos irmãos.”

Agenda do Arcebispo – Agosto 2021

Nomeações e provisões – Julho 2021

Papa: transformar a economia do tráfico numa economia do cuidado