A importância de batizar crianças | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

A importância de batizar crianças

No domingo próximo passado, dia 12 de janeiro, O Para Francisco batizou 32 recém-nascidos na Capela Sistina em Roma, onde ele disse:  “A criança sai do batismo com a força do Espírito Santos dentro de si: o Espírito que a defenderá, a ajudará durante toda a vida. Por isso é tão importante batizá-las desde crianças, para que cresçam com a força do espírito Santo”. Continuando o Papa afirmou: “Batizar um filho é um ato de justiça, para ele. E por qual motivo? Porque nós no batismo lhe damos um tesouro, nós no Batismo lhe damos um penhor: o Espírito Santo” (cf. Programa Brasileiro, Porta Aberta, Rádio Vaticano (12/1/2020, 12:00).

Hoje em dia certas igrejas não Católicas afirmam que o batismo dos católicos não é válido! Só os adultos que crêem podem receber validamente o batismo, que só vale por imersão! Alguns “crentes” afirmam que Jesus foi batizado no rio Jordão por imersão. Mas, os Evangelhos não falam disso! Pode ter sido batizado como o apresentam antigas estampas: ficando com os pés no rio, enquanto São João lhe derramava a água, com a mão, na cabeça. Na verdade, o modo de molhar o corpo com a água não tem importância! Senão seria prescrito! “(cf. Respostas da Bíblia às acusações dos “crentes” contra a Igreja Católica, Pe. Vicente Wrosz SVD, Livraria Editora Pe. Reus, Porto Alegre, 1996, p. 7).

Gostaria de citar alguns textos bíblicos mostrando que a maneira que a Igreja Católica batiza recém-nascidos é correta.  Em At 8, 36-38 lemos sobre o batismo do eunuco etíope, feito pelo diácono Felipe, no caminho entre Jerusalém e Gaza, onde não existe nenhum rio ou lagoa, em que seria possível batizá-lo por imersão. Há apenas pequenas nascentes.  Em At 16, 33  São Paulo batizou o carcereiro convertido: “Naquela hora da noite o carcereiro levou-lhe as chagas e imediatamente foi batizado ele e toda a sua família”.  Certamente não faltavam crianças pequenas naquela família. O famoso Origenes (185-2550) escreve: “a Igreja recebeu dos Apóstolos a tradição de dar batismo aos recém-nascidos” (cf. Epist. Ad Rom. Livro 5,9). São Cipriano em 258 escreve: “Do batismo e da graça não devemos afastar as crianças” (Carta a Fido). (cf. op. cit.).

E interessante notar que nenhum dos seis batismos cristãos feitos no tempo dos Apóstolos, e registrados na Bíblia, foram feitos em rios ou por imersão: 1º. Em Atos 2, 41: cerca de três mil pessoas batizadas no dia de Pentecostes em Jerusalém, onde não há rios: 2º. Em Atos 8, 36-38 temos o batismo do servo da rainha da Etiópia, em uma  fonte na qual havia alguma água?: Em Atos 9, 11-18: é o batismo de Saulo no interior de uma casa em Damasco: Em Atos 10,47 é o batismo de um grupo de gentios em Cesaréia? Com água de batismo?: Em Atos 16, 33-35 é o batismo do carcereiro de Filipos, numa cadeia à meia noite, feito por São Paulo, etc. (cf. Tire suas dúvidas sobre  a Bíblia, José Bortolini, Editora Paulus, 10ª. reimpressão,2013).

Numa curta homilia depois de batizar 32 recém-nascidos crianças na Capela Sistina no dia 12 de janeiro, 2020, O Papa Francisco lembrou ainda que “as crianças não estavam habituados a vir à Capela Sistina, num ambiente fechado e um pouco quente, com tantas roupas para uma festa tão bonita. A qualquer momento poderão se sentir incomodados e começarão a chorar Deixem-nas chorar e gritar, se estiver com fome, pode amamentá-las, sempre em paz”.  O papa concluiu dizendo: “É uma coisa bonita quando uma criança chora na Igreja, é uma bela oração. Façam de modo que se sintam bem e sigamos adiante. Não se esqueçam: as crianças levam o Espírito Santo dentro de si”.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald,
Redentorista

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Os 30 Santuários que participam das orações de maio pelo fim da pandemia

Como funcionam as estruturas que apoiam o ministério do Papa. A Congregação para os Bispos na entrevista com o Prefeito, Cardeal Marc Ouellet

FALECEU DOM ANDRÉ DE WITTE, PRESIDENTE DA COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

ORIENTAÇÃO DIANTE DO DECRETO DE 24 DE ABRIL DE 2021

O nome “cristão”