[Editorial] A Boa Política está a Serviço da Paz | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

[Editorial] A Boa Política está a Serviço da Paz

Papa Francisco faz chegar a todos a mensagem papal no dia 1º. de Janeiro de 2019 – Dia da Fraternidade Universal, Dia Mundial da Paz. Poderemos ter o texto completo nos meios de comunicação social. Apenas queremos aqui destacar algumas reflexões do Santo Padre, o Papa Francisco, que nos serão de inspiração durante todo este Novo Ano que se inicia. Estas são palavras da Mensagem do Papa Francisco:

«A paz esteja nesta casa!»

“Jesus, ao enviar em missão os seus discípulos, disse-lhes: «Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: “A paz esteja nesta casa!” E, se lá houver um homem de paz, sobre ele repousará a vossa paz; se não, voltará para vós» (Lc 10, 5-6).

Oferecer a paz está no coração da missão dos discípulos de Cristo. E esta oferta é feita a todos os homens e mulheres que, no meio dos dramas e violências da história humana, esperam na paz. [ Cf. Lc 2, 14: «Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens do seu agrado».] A «casa», de que fala Jesus, é cada família, cada comunidade, cada país, cada continente, na sua singularidade e história; antes de mais nada, é cada pessoa, sem distinção

nem discriminação alguma. E é também a nossa «casa comum»: o planeta onde Deus nos colocou a morar e do qual somos chamados a cuidar com solicitude. Eis, pois, os meus votos no início do novo ano: «A paz esteja nesta casa!»

            Papa Francisco passa, em seguida, a tratar de um modo concreto de construção da paz, abordando o desafio da boa política: “«Se alguém quiser ser o primeiro – diz Jesus – há de ser o último de todos e o servo de todos» (Mc 9, 35). Como assinalava o Papa São Paulo VI, «tomar a sério a política, nos seus diversos níveis – local, regional, nacional e mundial – é afirmar o dever do homem, de todos os homens, de reconhecerem a realidade concreta e o valor da liberdade de escolha que lhes é proporcionada, para procurarem realizar juntos o bem da cidade, da nação e da humanidade».[Carta ap. Octogesima adveniens (14/V/1971), 46.]

Com efeito, a função e a responsabilidade política constituem um desafio permanente para todos aqueles que recebem o mandato de servir o seu país, proteger as pessoas que habitam nele e trabalhar para criar as condições dum futuro digno e justo. Se for implementada no respeito fundamental pela vida, a liberdade e a dignidade das pessoas, a política pode tornar-se verdadeiramente uma forma eminente de caridade.”

            E como é seu costume exemplificar com palavras lapidares, afirma o Papa Francisco: “A propósito, vale a pena recordar as «bem-aventuranças do político», propostas por uma testemunha fiel do Evangelho, o Cardeal vietnamita Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, falecido em 2002:

Bem-aventurado o político que tem uma alta noção e uma profunda consciência do seu papel.

Bem-aventurado o político de cuja pessoa irradia a credibilidade.

Bem-aventurado o político que trabalha para o bem comum e não para os próprios interesses.

Bem-aventurado o político que permanece fielmente coerente.

Bem-aventurado o político que realiza a unidade.

Bem-aventurado o político que está comprometido na realização duma mudança radical.

Bem-aventurado o político que sabe escutar.

Bem-aventurado o político que não tem medo.

            E após mencionar os vícios da política, ressalta que a boa política promove a participação dos jovens e a confiança no outro, é não à guerra nem à estratégia do medo, mas um projeto de paz.

Conclui que “A paz é uma conversão do coração e da alma, sendo fácil reconhecer três dimensões indissociáveis desta paz interior e comunitária:

a paz consigo mesmo, rejeitando a intransigência, a ira e a impaciência e – como aconselhava

São Francisco de Sales – cultivando «um pouco de doçura para consigo mesmo», a fim de oferecer «um pouco de doçura aos outros»;

a paz com o outro: o familiar, o amigo, o estrangeiro, o pobre, o atribulado…, tendo a ousadia do encontro, para ouvir a mensagem que traz consigo;

a paz com a criação, descobrindo a grandeza do dom de Deus e a parte de responsabilidade que compete a cada um de nós, como habitante deste mundo, cidadão e ator do futuro.

            Neste dia em que a Liturgia da Igreja na celebração da oitava do Natal soleniza Maria, Mãe de Deus e Mãe da Igreja, é  com Ela, que reconhecemos que:  “A «misericórdia do Todo-Poderoso estende-se de geração em geração sobre aqueles que O temem. Manifestou o poder do seu braço e dispersou os soberbos. Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes (…), lembrado da sua misericórdia, como tinha prometido a nossos pais, a Abraão e à sua descendência, para sempre» (Lc 1, 50-55).

“A política da paz, que conhece bem as fragilidades humanas e delas se ocupa, pode sempre inspirar-se ao espírito do Magnificat que Maria, Mãe de Cristo Salvador e Rainha da Paz, canta em nome de todos os homens.” 

Em comunhão de fé e caridade iniciamos, em união de propósitos com o Papa Francisco, um Novo Ano Abençoado pelo Senhor que está conosco.

 + José Antonio Aparecido Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

1 Comentário »

1 Comentário »

  • Benária Lisboa de Oliveira disse:

    Vamos liberar a paróquia de nossa senhora da Glória para valorizamos o momento de arca de noé e reconhecer a existência dos reinos animal vegetal mineral humano entre nós é fazer um leiaute no formato de flor um ouvinte no meio e espaço na frente espaço a direita espaço a esquerda espaço atrás e reconhecemos os anjos protetores guardiões. O salao que compirta as cadeiras de feente ao altar facilita a acomodação dos ouvintes paroquianos visitantes… aos poucos os paroquianos visitantes… retornarem ao convívio na casa de Deus Santa Madre Nossa Senhora Maria nosso senhor Jesussuradis… evitae s Cristo filho de Deus Altíssimo Celestial Divino Espírito… Cautela para tudo ou nada. Tenham compaixão para com o sagrado coração! Para Juízo! Tempo de profunda reflexão… abrir ascatividadesvde fogueira Santa bênçãos de Santo Antódis e necessitadis o… aos interessados evitar curiosos. Ativar a portaria SãovAmar um Homem! O encontrei é o pai da minha Filha e é uma tarefa difícil amar o Homem e quando estamos enquadrada numa marca de família das Mulheres de um Homem São Pedro entrada São Paulo… saída… e Jesus Cristo & 144. 000 ungidos esperando para a caminhada… Boa noite… Santo Padre Bento XVI… Era FRANCISCUS!


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

Paróquia de São José – Canindé divulga programação do Maio Mês de Maria

Casa de acolhimento a migrantes e refugiados é implantada na Arquidiocese de Fortaleza

Os 30 Santuários que participam das orações de maio pelo fim da pandemia

Como funcionam as estruturas que apoiam o ministério do Papa. A Congregação para os Bispos na entrevista com o Prefeito, Cardeal Marc Ouellet

FALECEU DOM ANDRÉ DE WITTE, PRESIDENTE DA COMISSÃO PASTORAL DA TERRA