Simpósio No Ano Nacional Mariano - mesa redonda 2 | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Simpósio No Ano Nacional Mariano – mesa redonda 2

Professora  critica falta de investimento em formação  bíblica

Diante das perguntas sobre textos bíblicos feitos pelos participantes do Simpósio Arquidiocesano, a professora Tânia Couto disse que há falta de conhecimento e de investimento das paróquias em cursos de formação bíblica. Lembrou os antigos círculos bíblicos. “Por que não retornar”, indagou e lembrou a Escola Pastoral Catequética, que oferece excelentes cursos. “Estes cursos são abertos a todos e só exige a participação”, completou.

Antes da professora, o padre Aurélio Pinto se referiu às perguntas sobre o momento político do nosso País, com o descrédito do povo brasileiro, à corrupção, à falta de referências de figuras políticas.  Disse que é um momento crítico. Precisamos estar atentos e ver a posição também da Igreja. “A igreja eque louva e bendiz a Deus tem um compromisso com a vida. Cabe articular os nossos grupos, a família, os movimentos pastorais.  Evangelizar pelo testemunho e serviço à vida”.

Sobre o devocionismo, pergunta feita por participantes, padre Almir Magalhães recomendou o documento escrito pelo papa Francisco “A Alegria do Evangelho”, número 70.  Ele agradeceu a todos pela participação no Simpósio Arquidiocesano do Ano Mariano 2017. O evento termina com a concelebração eucarística presidida pelo arcebispo de Fortaleza, dom José Antonio Aparecido Tosi Marques.

Por Rita Fahena

3 Comentários »

3 Comentários »

  • Claudio Reges disse:

    A nossa Arquidiocese de Fortaleza esta de parabéns pelos conteúdos apresentados neste simpósio do Ano Mariano, a nossa Igreja doméstica clama por mais eventos desse tipo.
    Nós leigos e o clero temos que colocar em prática os ensinamentos que estão nos documentos da Igreja.

  • Rodrigo disse:

    Como sempre, diante do cenário modernista, a preocupação de muitos padre é com a política e não com a salvação das almas. Antes estivesse sentado em um confessionário livrando as almas do inferno do que ficar preocupado com política.

  • Aparecida disse:

    Vale ressaltar que não foi um tema proposto pelo próprio Padre, mas proposto pelas perguntas dirigidas a ele, e nesse caso o foco não foi a política em si, mas como a Igreja mãe pode se posicionar diante deste cenário em que estamos vivendo, para que seus fiéis tenham um direcionamento de como devem agir, no tocante a 5ª urgência da Igreja: colocar-se a serviço da vida plena de todos, e infelizmente, engloba as políticas sociais sim.
    Maravilhoso o Simpósio, e com certeza todos os que estiveram lá entenderam a profundidade das colocações. Parabéns a Nossa Arquidiocese de Fortaleza.


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

padre_geovane

O mistério de Deus e do homem

Paróquia de São José – Canindé divulga programação do Maio Mês de Maria

Casa de acolhimento a migrantes e refugiados é implantada na Arquidiocese de Fortaleza

Os 30 Santuários que participam das orações de maio pelo fim da pandemia

Como funcionam as estruturas que apoiam o ministério do Papa. A Congregação para os Bispos na entrevista com o Prefeito, Cardeal Marc Ouellet