"Um mês marcadamente sacerdotal" | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

“Um mês marcadamente sacerdotal”

Já de há alguns anos o mês de junho, com a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, tornou-se um mês marcadamente sacerdotal, desde que se propõe, à luz do imenso Mistério de Amor que é o Coração de Cristo, o Dia Mundial de Oração pela santificação dos sacerdotes – criação inspirada do Bem-aventurado Papa João Paulo II. Celebrando o Ano Sacerdotal, de São João Maria Vianney, o Cura de Ars, santo patrono dos sacerdotes, vieram em relevo suas palavras: “O sacerdote é o amor do Coração de Jesus”.

E mais ainda com a celebração da Solenidade de Corpus Christi – Corpo de Cristo – e a adoração reverente do Senhor presente na Eucaristia, a pessoa e missão do ministro sacerdote cristão toma novamente evidência. Ele é feito pelo Senhor seu próprio sacramento para que o mesmo Jesus multiplique sua presença como Bom Pastor de seu Povo. E será o sacerdote que, agindo “in persona Christi capitis”¬ – na pessoa de Cristo Cabeça (de seu Corpo Místico) – consagrará a Eucaristia, deixando agir Jesus mesmo em sua pessoa na celebração da Missa.

A celebração da religiosidade popular marca o mês de junho com as solenes festas de Santo Antonio de Pádua, São João Batista e São Pedro (e São Paulo). Estes mesmos campeões da fé mostram profunda relação com a vocação do sacerdócio ministerial na Igreja.

Santo Antonio de Lisboa e Pádua, seguidor de São Francisco de Assis, era sacerdote presbítero – “padre”, como carinhosa e reverentemente diz o nosso povo. E em sua vida testemunha a beleza e fecundidade da vida do sacerdote. Ele viveu para todos, viveu para os pobres, anunciou e testemunhou Jesus. Em breve tempo tornou-se conhecido pela santidade de vida que a muitos até hoje atrai para Deus.

São João Batista não foi sacerdote do Novo Testamento, mas o Precursor – “para preparar os caminhos do Senhor”. Não é esta a fundamental missão do padre? Preparar os caminhos do Senhor, levando Deus às pessoas e as pessoas a Deus. Ele mesmo desaparece para que apenas fiquem o Senhor e aqueles que a Ele leva. São palavras ainda lembradas de João Batista, definindo sua própria vida com relação a Jesus “É necessário que Ele cresça e que eu diminua.” (Jo 3, 30) Assim será o sacerdote: nada de si, tudo de Cristo.

São Pedro (e São Paulo), apóstolo, chamado por Jesus para o Evangelho. Da herança dos apóstolos participa o sacerdote feito pela imposição das mãos para fazer às vezes de Cristo. Nos apóstolos o sacerdote do Novo Testamento tem sua origem e encontra a identidade de sua vocação. E eles foram os amigos do Senhor, por Ele escolhidos, consagrados e enviados –“Como o Pai me enviou eu vos envio.” (Jo 20,21) E pelo Senhor, e pelo rebanho darão a vida. Mártires, testemunhas, semente que se desfaz para frutificar a vida eterna. Feitos modelo do rebanho, na afirmação de Pedro (cf. 1 Pdr 5,3).

Assim somos chamados à Oração para a santificação dos sacerdotes, especialmente junto ao Coração de Jesus. (vide a programação do dia no Santuário do Coração de Jesus em Fortaleza!)

Estimulando os pastores e os fiéis para este Dia Mundial de Oração, a Congregação para o Clero, órgão do Papa para o clero de todo o mundo, envia Carta aos Sacerdotes. Vale à pena lê-la na íntegra. Os sacerdotes de nossa Arquidiocese já a receberam também para dele fazer participantes os fiéis. Apenas um parágrafo da mesma:

“Hoje, são, sobretudo os sacerdotes que, em sua adoração quotidiana e em seu quotidiano ministério, devem reconduzir tudo à Comunhão Trinitária: somente a partir desta e imergindo-se nessa os fiéis podem descobrir realmente a Face do Filho de Deus e a sua contemporaneidade, e podem verdadeiramente atingir o coração de cada homem e a pátria à qual todos são chamados. E, apenas assim, nós sacerdotes podemos oferecer novamente aos homens de hoje a dignidade de ser pessoa, o sentido das relações humanas e da vida social, e o objetivo de toda a criação.”

+ José Antonio Aparecido Tosi Marques – Arcebispo de Fortaleza

3 Comentários »

3 Comentários »

  • pe. júlio cesar disse:

    agradeço muito a deus,por ele ter me escohido e consagrado sacerdote,não por meus meritos,mas pela sua misericordia.Que Deus nosso senhor abençoe todos os nossos padres do mundo inteiro e de modo particular pelos nossos queridos padres de nossa arquidiocese de fortaleza.deus os abençoe!Pe.Júlio Cesar.

  • "…Corpus Christi – Corpo de Cristo – e a adoração reverente do Senhor presente na Eucaristia…"
    Nossos corações transbordam de Alegria!

  • NILO disse:

    linda missão que nasce do Coração de Jesus, o Sacerdote. Atendendo a solicitação da Igreja rezaremos pelos nossos sacerdotes, para que sejam bons pastores.


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio inaugura Centro de Pastoral na Paróquia Jesus, Maria, José no Antônio Bezerra

Clero de Fortaleza realiza Semana de Formação online

Jubileu de 75 anos da Paróquia Jesus, Maria, José no bairro Antônio Bezerra, Fortaleza

Catedral Metropolitana de Fortaleza celebra 42 anos de inauguração

Programação das Missas de Natal e Ano Novo em algumas paróquias da Arquidiocese de Fortaleza

Paróquia São José realiza a Live Natal da Esperança

Santuário de Canindé divulga programação natalina

Pe. Ermanno Allegri: pastor missionário, celebra 50 anos de Ordenação Presbiteral

12ª Festa da Vida: cuidar e celebrar a vida: desafio e compromisso

Dom Rosalvo toma posse na Diocese de Itapipoca

Há 150 anos, Santa Luzia ilumina Baturité

Paroquianos de São Gonçalo celebram novenário ao Padroeiro

Membros da Pascom são apresentados solenemente na Matriz do Pirambu

Nota de repúdio da Pastoral Carcerária contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra

Na Solenidade de Cristo Rei: novos presbíteros para a Igreja do Senhor

Testemunhas da Eucaristia: tema da 82ª Semana Eucarística

Cordel celebrativo: 105 anos da Arquidiocese de Fortaleza

Horários de missas no Dia de Finados

Legado de Irmã Clemência é retratado em Seminário Internacional

padre_geovane

O mistério de Deus e do homem

Paróquia de São José – Canindé divulga programação do Maio Mês de Maria

Casa de acolhimento a migrantes e refugiados é implantada na Arquidiocese de Fortaleza

Os 30 Santuários que participam das orações de maio pelo fim da pandemia

Como funcionam as estruturas que apoiam o ministério do Papa. A Congregação para os Bispos na entrevista com o Prefeito, Cardeal Marc Ouellet