Atualidades

Sínodo da Juventude

Em outubro de 2018, acontecerá, em Roma, o XV Sínodo Ordinário dos Bispos, convocado pelo papa Francisco, com o tema: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”. O Sínodo é oportunidade para conhecer e ouvir a realidade juvenil e suas esperanças e sugestões. O papa Francisco disse: “É uma oportunidade de ouvir as dúvidas e as críticas dos jovens  em relação à Igreja”. É vital para a Igreja católica não somente ouvir os jovens, mas é urgente e indispensável oferecer respostas adequadas às suas dificuldades e questionamentos. A Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos disponibilizou aos jovens um questionário online para reunir dados para o trabalho de preparação da XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos. O site do Sínodo informa: “O objetivo deste questionário, dirigido aos jovens de todo o mundo de 16 a 29 anos, é dar a oportunidade para eles serem ouvidos, expressarem-se e contaram quem são e o que querem que os outros saibam sobre eles”.

Nos dias 19-24 de março passado, 300 jovens escolhidos por seus respectivos bispos, reuniram se em Roma para discutir o que eles gostariam ver examinado durante o Sínodo. Outros 15.000 jovens participaram dessa discussão via grupos no Facebook. Depois disso os 300 elaboraram um documento de 16 páginas em Inglês. Este documento foi publicado pelo Vaticano e traduzido em várias línguas. Entre outras coisas este documento tem os seguintes capítulos:
(i) A Formação da personalidade do Jovem;
(ii) O relacionamento do jovem com outras pessoas;
(iii) O futuro hoje em dia para os jovens;
(iv) O relacionamento dos jovens com a tecnologia moderna;
(v) A busca dos jovens para um sentido de vida; (vi) Fé e Vocação, Discernimento e Acompanhamento;
(vii) Jovens e Jesus;
(viii) Fé e a Igreja;
(ix)  O Senso Vocacional da Vida;
(x) Discernimento Vocacional;
(xi) Jovens e Acompanhamento;
(xii) A Igreja e Atividades Pastorais;
(xiii) Uma Igreja Autêntica, transparente, com bom acolhimento, comunicativa, acessível, alegre e que é interativa na comunidade;
(xiv) Uma Igreja que envolve jovens no processo de tomar decisões;
(xv) Uma Igreja que aparece em público, por exemplo: nas ruas, nas lojas, nos bares, nos ginásios, nos concertos etc.

A carta termina com cinco instrumentos que devem ser usados para atingir os itens mencionados. a) A multimídia, que oferece a Igreja uma oportunidade sem precedentes para entrar em contato com os jovens. b) Artes e Beleza. Beleza é algo  universalmente apreciado e a Igreja tem  história de fazer contato com jovens através de música, pinturas, arte visual, arquitetura e design. c) Adoração, Meditação e Contemplação. Itens muito em evidência na Igreja e assuntos que jovens interessados em religião apreciam. Porém, podem ser interessantes para jovens com tendências nestas áreas. d) Testemunho. A vida exemplar dos cristãos perseguidos do Oriente Médio é relevante como caminho para a santidade. e) O Processo Sinodal. Os jovens que escreveram esta longa carta ficaram emocionados por serem levados a sério pela hierarquia da Igreja e sentiram que o diálogo com a Igreja valeu a pena. A carta terminou com eles agradecendo o papa Francisco por este diálogo entre a velha Igreja e a Igreja jovem.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Pastoral dos Surdos da Arquidiocese de Fortaleza realiza planejamento anual

Dom Scicluna e a proteção dos menores: fortalecer uma resposta comum

Papa Francisco nomeia bispo para a vacante diocese de Viana, no Maranhão

Sacramento não é serviço de compra e venda, diz pároco de Porto Alegre

Festa de São José – Cimpelco – Barra do Ceará


QR Code Business Card