Atualidades

São João Apóstolo e Evangelista

Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald

No dia 27 de dezembro de 2017 a Igreja Católica celebra a festa de São João Apóstolo e Evangelista. As informações sobre ele procedem diretamente do evangelho. São Marcos nos diz que foi filho de Zebedeu, pescador de Betsaida  (cf. Mc 1, 20) e de Salomé, uma das mulheres a serviço de Jesus (cf. Mc, 15, 40 e Mt 27, 56). Ele escreveu o Evangelho segundo João, também as três epístolas de João, e provavelmente foi o autor do Apocalipse, embora há uma controvérsia sobre o autor deste livro.  João foi o mais novo dos apóstolos sendo vinte quatro anos de idade quando Jesus o chamou.  Ele foi um discípulo predileto por Jesus: “Aquele a quem Jesus amava” e “O que reclinou sua cabeça no peito de Jesus” (Jo 13, 23).

São João testemunhou os seguintes fatos: a) A ressurreição do filho de um dos chefes da sinagoga chamado Jairo (cf. Mc 5, 37); b) A Transfiguração junto com Pedro e Tiago (cf. Mc 9,2); c) Agonia de Jesus na propriedade chamada Getsêmani, mais um a vez com Pedro e Tiago ( Mc 14, 33); A crucifixão de Jesus no Calvário, onde Jesus disse a ele indicando Maria “Eis a tua mãe” (cf. Jo 19, 26). A bíblia diz que a partir daquela hora, o discípulo João a recebeu em sua casa.  João foi o único apóstolo que assistiu Jesus ao pé da Cruz (cf. Jo 19, 27). Porém, alguns autores afirmam que João tinha ciúme da liderança de Pedro no grupo dos doze, e um dia ele e Tiago fizeram um pedido estranha a Jesus; “Mestre, concede-nos que nos assentemos na tua glória, um a tua direito e outra a teu esquerdo”. Jesus não atendeu esse pedido dizendo “não cabe a mim concedê-lo, porque é para aqueles a quem está preparado”.

Depois de Pentecoste, a presença e a ação de João foram de grande importância para a consolidação da comunidade primitiva na Judéia, como testemunham as numerosas citações do seu nome nos Atos dos Apóstolos. Depois da dispersão dos apóstolos, São João dedicou-se a fundar e firmar as Igrejas na Ásia Menor (cf. O Santo do Dia, Dom Conti, p. 579).  João transmite-nos a mensagem fundamental de Cristo, “Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho amado”. Este apóstolo, de temperamento ciumento, impulsivo e vingativo ( foi chamado uma vez por Jesus de “Filho do Trovão” – Boanergesd), tornou-se apóstolo do amor sempre enfatizando que “Deus é amor”, e que o amor nossa leva a Deus e nos prende ao próximo. Celebramos sempre sua festa no dia 27 de dezembro.

Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

D. Fisichella nos 25 anos da Veritatis Splendor: quem critica o Papa não é fiel à tradição católica

Festa de Santa Teresinha do Menino Jesus – Vicente Pinzon

Material em preparação ao Simpósio Arquidiocesano no Ano do Laicato

Mês da Bíblia: Exercício do poder

Episcopalis  Communio

Bairro Ellery festeja São Francisco de Assis


QR Code Business Card