Atualidades

São Clemente Maria Hoffbaur

No dia 15 de março a Igreja Católica e a Congregação dos Redentoristas estão celebrando a festa de São Clemente. Um olhar sobre a vida do Redentorista São Clemente pode nos ensinar muito sobre um sonho feito realidade, sobre a oração e o serviço, sobre a perseverança na vida cristã, sobre a santidade alcançada vivendo o dia-a-dia e usando cada momento do tempo para seu fim apropriado. Clemente não foi um fazedor de milagres ou um visionário, apenas um grande e santo redentorista, que serviu o povo de Deus com o máximo de sua capacidade.

Ele nasceu no dia 26 de dezembro do ano 1751, em Tasswilz, na Morávia. Era o nono de 12 filhos nascidos do casal Paulo e Maria Hoffbauer. Foi batizado com o nome João, e somente vinte e cinco anos depois mudou seu nome Clemente. Desde cedo sentiu uma vocação para a vida religiosa. Peregrinou várias instituições religiosas, mas com seus poucos estudos não conseguiu ser aceito. Então teve que aprender uma profissão. Trabalhou numa padaria durante vários anos. Aos 29 anos depois de ter sido padeiro em três lugares e eremita em dois, Clemente entrou para a Universidade de Viena. Durante uma peregrinação à Itália em 1784, Clemente e seu grande amigo e companheiro Tadeu Huebl decidiram entrar numa comunidade religiosa.

Movidos pelo exemplo dos Redentoristas e pela fama de santidade de Santo Afonso de Ligório o fundador dos redentoristas, escolheram essa congregação religiosa. Os dois foram aceitos no noviciado redentorista de São Julião, em Roma, No dia 19 de março de 1785 os dois fizeram os seus votos como redentoristas. Dez dias depois foram ordenados sacerdotes redentoristas. No dia 20 de junho com o Padre Tadeu, voltou á Viena onde quis estabelecer a Congregação. Não era possível devido às leis  em vigor naquela época. Então foram para Varsóvia onde se encarregou da Igreja Alemã de São Beno. A Igreja de São Beno tornou-se uma missão contínua com um programa diário de pregações, instruções, confissões e devoções. Em 1808 quando Napoleão fechou a Igreja Clemente voltou novamente para Viena onde ficou até sua morte. Como capelão no convento na Igreja das Ursulinas teve uma influência extraordinária na cidade inteira. Trabalhou para a renovação católica nos países de idioma alemão. Foi-lhe concedido o título e a responsabilidade de Vigário Geral da congregação redentorista fora da Itália.

Clemente foi o grande responsável pela expansão da Congregação Redentorista fora da Itália e especialmente no Alemão até a Polônia. Alguns o consideram o segundo fundador da Congregação, não na linha de fundação, mas de propagando fora da Itália. Clemente faleceu no dia 15 de março de 1820. Foi beatificado por Leão Xlll e canonizado por São Pio X em 20 de maio de 1909. Em 1914 o Papa Pio X concedeu-lhe o título de Apostólico e Patrono de Viena.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

D. Fisichella nos 25 anos da Veritatis Splendor: quem critica o Papa não é fiel à tradição católica

Festa de Santa Teresinha do Menino Jesus – Vicente Pinzon

Material em preparação ao Simpósio Arquidiocesano no Ano do Laicato

Mês da Bíblia: Exercício do poder

Episcopalis  Communio

Bairro Ellery festeja São Francisco de Assis


QR Code Business Card