Regiões

Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Pacoti

igreja-de-pacoti

Endereço
Rua Divino Salvador, 180 – centro
62770-000 – Pacoti – CE
Fone: (85) 3325-1120
E-mail:
 pnsracpacoti@gmail.com

 

Pároco: Pe. Marco Antônio dos Santos Brito

 

Histórico

Pacoti – Histórico da Paróquia e comunidadeds

Decretos: Pacoti I

Paróquia (apagado)

Pacoti II

Do Município de Pacoti.

A linha divisória do Município de Pacoti:
a) – A oeste, com o Município de Canindé. Começa no ponto onde o riacho Marés corta a estrada carroçável de Itana a Canindé’; segue por esta estrada na direção de Canindé, até encontrar o divisor de aguas entre as vertentes dos rios Choró a Canindé, segue por este divisor até encontrar a encosta da Serra de Baturité; toma o sopé desta encosta e por ele segue sensivelmente para o norte, até a Pedra Vermelha, na encosta ocidental da Serra de Baturité.
b) – Ao norte e a leste com o Município de Maranguape Começa na Pedra Vermelha, por ultimo citada na alínea anterior; segue dai para as nascentes do Riacho Serrinha; continua em linha reta para a foz do riacho Oiticica no riacho Salgado Araticum; deste ponto, prossegue pela carroçável que liga a vila do Gado à rodovia Fortaleza – Guaramiranga, até a confluência do riacho Fresco no riacho Salgado; dai rumo diretamente ao Monte Caititú e deste, em linha reta, ao quilometro 70, na rodovia acima referida; segue por outra reta para a foz do riacho do Ratos no rio Pacoti.
c) – Ainda a leste, com o Município de Redenção;
Começa na fóz do riacho do Gado no rio Pacoti, e di toma o divisor de aguas entre os riachos Palmeirinha e Diamante, em busca da ponta leste da Serra Pelada.
d) – Ainda a leste e ao sul, com o Município de Baturité:
Começa na ponta oriental da Serra Pelada; segue pelo divisor de aguas da mesma, rumo à cumiada da Serra Verde; dai vai, diretamente, à Pedra do Ralo na Serra da Paca, pela encosta da qua; prossegue o ponto da mesma que confronta com o onfronta com o io Candeia; rumo certo, deste ponto, à ponta da serra de São Francisco, pela qual vai até a cumiada fronteira ao marco intermunicipal da rodovia Baturité-Guaramiranga; passa, naturalmente, à cumiada da serra de S.Paulo, seguindo pela mesma até o ponto confrontante com o marco intermunicipal do rio Nilo na povoação do mesmo nome por outra reta vai a outro marco intermunicipal, localizado no serrote Cabeça da Onça; ainda em linha reta, segue deste ultimo marco, a foz do riacho Cajueiro no riacho da Lagôa Nova; sobe o riacho Cajueiro, de sua foz as suas nascentes, no serrote Cajueiro; dai vai, naturalmente, as nascentes do riacho Salgadinho pelo qual desce até sua foz no riacho Pamatoria; dirige-se então, em linha reta, ao marco intermunicipal situado na estrada carroçal Itaúna-Canind’d; por esta estrada segue para oeste até o ponto onde a mesma é cortada pelo riacho das Marés.
Ver publicação sobre o Decreto-Lei Nº 448 – Impr-Of – Fortaleza

Centro do Município de Pacoti
Dentro do Município de Pacoti, a linha divisória:
a) – Entre os Distritos de Pacoti e Pernambuquinho:
Começa no Morro da Praia Vermelha, segue pelo espigão que dai se dirige para a norte; corta o rio Pacoti em frente ao vertice do espigão mencionado; entre as barras dos riachos Cebola e Poço Escuro; continua pelo espigão oposto, em (linha) busca da Ladeira das Pombas, na extrema intermunicipal com Canindé.
b) – Entre os Distritos de Pacoti e Guaramiranga
Começa na extrema intermunicipal com Baturité, na crista da serra, no divisor de águas entre os riachos Pilar e Candéia; e segue pelo divisor
de aguas entre o riacho Candéia e o rio Pacoti, até o Morro da Praia Vermelha.
c) – Entre os Distritos de Pernambuquinho e Guaramiranga:
Começa no Morro da Praia Vermelha; e segue pelo divisor de aguas entre a verdente do rio Pacoti e a do Aracoiaba, até o rumo correspondente à nascente do riacho Candéia.
d) – Entre os Distritos de Pernambuquinho e Mulungú:
Começa no ponto definido no fim da letra anterior; continua para oeste; pelo divisor de aguas acima referido, até a crista da serra; e passa naturalmente, pelo respectivo espigão, à extrema intermunicipal com Canindé.
e) – Entre os Distritos de Guaramiranga e Mulungú:
(Começa os Distritos). Começa na extrema intermunicipal com Baturité, no riacho Santa Clara, sobe por este até a sua nascente, e segue pelo divisor de aguas que limita, ao sul, a bacia do riacho Candéia, em busca da nascente deste.
f) – Entre os Distritos de Mulungú e Santos Dumont:
Começa na extrema intermunicipal com Baturité, no ponto em que sobre ela incida o divisor de águas entre o rio Aracoiaba e seu afluente Putiú e segue por esse divisor, para oeste, rumando para o ponto em que o rio Putiú corta a Estrada de Rodagem entre Mulungú e Santos Dumont; dai ganha diretamente, a crista da Serra de Baturité, no morro fronteira, e desce desse morro pelo espigão projetado sensivelmente para oeste, até o sopé da serra, na extrema com o Muncipio de Canindé.

CONTRA-PROPOSTA À DELIMITAÇÃO DA PARÓQUIA DE PALMÁCIA COM A DE PACOTÍ
Começa a linha de limites, no sitio Pilões, chamado dos Macieis; daí, segue por uma reta até o sitio Do Meio, incluindo êsses sítios; daí. pela estrada, até o sítio Oiticica que fica dividido entre Oiticica de Baixo para Palmácia e Oiticica de Cima para Pacotí; daí por uma reta, até o riacho Fresco; daí ao Caetetú, com a inclusão desse dois sítios: daí, ao sítio Germinal que ficará integralmente compreendido na paróquia de Palmácia, com a exclusão do Rolador que pertencerá a Pacotí; do referido sítio Germinal ao Aterro – ponto inicial.
Com: Canindé, Aracoiaba, Redenção, Guaramiranga, Pacotí, Itapebuçú, Palmácia.

Compartilhe

Subir


QR Code Business Card