Regiões

Paróquia Jesus, Maria, José, Antônio Bezerra

Pároco
Pe. Francisco de Assis Braga dos Santos

Vigário paroquial
Pe. Francisco de Assis Gomes da Costa,

Endereço da Igreja Matriz:
Rua Rui Monte, 95 Antônio Bezerra, Fortaleza-CE

Endereço da Secretaria:
Rua Rui Monte, 95 Antônio Bezerra 60360-640 Fortaleza-CE

Contato:
Secretários: Arlan Rodrigues Cruz e Maria Élia Oliveira Luz
Fone: (85) 3235-0552 (85) 3235-6950
E-mail: paroquiajmj@outlook.com
Página no Facebook: Facebook

Expediente na Secretaria:
Domingo: Não há atendimento
segunda-feira: 8h às 12h e 14h às 17h
terça-feira: 8h às 12h e 14h às 17h
quarta-feira: 8h às 12h e 14h às 17h
quinta-feira: 8h às 12h e 14h às 17h
sexta-feira: 8h às 12h e 14h às 17h
Sábado: 8h às 12h

  • Histórico da Paróquia Jesus, Maria, José – Antônio Bezerra

A história da Paróquia Jesus, Maria, José remonta ao início do Séc. XX quando o Dr. Teófilo Rufino Bezerra de Menezes, por devoção familiar, criou na sua própria moradia, no antigo Barro Vermelho, atual Bairro de Antônio Bezerra, uma capela em louvor à Sagrada Família. O pequeno templo manteve um caráter privado até o ano de 1915, quando o Padre Rodolfo Ferreira da Cunha, então vigário da Parangaba, formou uma comissão com objetivo de construir uma capela maior para a Sagrada Família.

A comissão, que ficou responsável pela construção do templo, foi composta por pessoas de destaque na comunidade: Antônio Bezerra de Menezes – na presidência – Raimundo Martins de Castro, Joana Bezerra de Menezes, Vicente Bandeira, José Monte, João Bandeira e Manoel Ferreira

O terreno onde seriam construídas a Igreja matriz, a pracinha, a casa paroquial e a quadra foi doado pelo Presidente, Sr. Antônio Bezerra de Menezes, mediante entrega do documento de doação à Cúria Metropolitana.

Em junho de 1915, foi lançada a pedra fundamental da nova Igreja, pelo Padre Rodolfo Ferreira da Cunha, na presença da comunidade do Barro Vermelho. A capela foi inaugurada em 22 de setembro de 1918, com uma celebração solene, e a entronização da imagem da Sagrada Família.

O evento contou com a presença de autoridades como o Governador do Estado Dr. João Tomé de Saboia e Silva (1916­-1920), o Secretário de Estado Dr. José Tomé de Saboia, além da comunidade. Depois da inauguração, passou a ser rezada missa no segundo domingo de cada mês, sob a responsabilidade do Padre Rodolfo Ferreira da Cunha. A festa dos padroeiros era realizada no mês de janeiro, mas devido a dificuldades, sobretudo por causa das chuvas, foi transferida para o mês de setembro. A partir de março de 1922, as missas passaram a ser semanais.

Em 12 de setembro de 1934, foi criada a Paróquia de São Gerardo, ficando a capela Jesus, Maria e José no território da nova paróquia. O primeiro vigário da nova Paróquia foi Pe. Expedito Eduardo de Oliveira. Em julho de 1942 chegou ao Barro Vermelho (atual Antônio Bezerra), uma comitiva formada pelos padres Lazaristas, Pe. Geraldo Pedro de Moraes Godinho, Pe. Vicente Silva, Pe. Tachard e seminaristas, que tinham a missão de fundarem a Escola Apostólica do Barro Vermelho. A pedido do arcebispo Dom Antônio de Almeida Lustosa, o Pe. Godinho e o Pe. Vicente ficaram pela Capela Jesus, Maria, José ainda ligada à Paróquia de São Gerardo.

Em 02 de fevereiro de 1945, chegou o Pe. José Moacir Alves Pereira, vindo do seminário de Santo Antônio em São Luís do Maranhão, que ficou respondendo pela Capela Jesus, Maria, José ainda ligada a Paróquia São Gerardo.

No dia 12 de janeiro de 1946, Festa da Sagrada Família, a Capela passou a ser Matriz, com a criação da Paróquia Jesus, Maria, José, já desmembrada da Paróquia São Gerardo, Dom Antônio de Almeida Lustosa deu posse ao primeiro vigário da Paróquia: Padre Geraldo Pedro de Moraes Godinho. Nossa história continua nos caminhos da Salvação!

  • Ordem cronológica dos padre da Paróquia:

Pe. Geraldo Gondinho: 12/01/1946 a 17/02/1952.
Pe. Jairo Frederico da Silva: 17/02/1952 a 15/02/1955.
Pe. Hélio de Andrade: 17/02/1955 a 18/03/1955.
Pe. Antônio Pinheiro de Freire: 18/03/1955 a 05/06/1955.
Pe. João Pessoa de Carvalho: 06/06/1955 a 14/04/1981.
Pe. Frederico Kanibbeler: 06/04/1981 a 06/02/1983.
Pe. Francisco Antônio C. de Meneses: 06/02/1983 a 12/051985.
Pe. Oscar Martins da Fonseca: 15/05/1985 a 22/04/1987.
Padres lazaristas: 22/04/1987 a 08/08/1987.
Pa. Luciano Furtado Sampaio: 06/08/1987 a 21/01/1990.
Pe. Antônio Almir Magalhães: 24/02/1990 a 10/01/1995.
Pe. Luciano Furtado Sampaio: 15/02/1995 a 28/02/1998.
Pe. Juarez de Brito Cardoso: 01/03/1998 a 07/02/2004.
Pe. Edmilson Mendes de Meneses: 07/02/2004 a 02/01/2010.
Pe. Marcos Antônio de Oliveira: 02/01/2010 a 02/01/2016.
Pe. Francisco de Assis Braga dos Santos: 03/02/2016 …

  • Curiosidades da Paróquia
    O Padre que mais tempo passou na Paróquia foi Padre João Pessoa com 26 anos.
    Já passaram pela Paróquia mais de 75 padres auxiliares, destacando Padre Haroldo Coelho.
    A Paróquia já teve 16 padres titulares.
    Padre Luciano Furtado Sampaio já passou duas vezes pela Paróquia.
    Já passaram pela Paróquia 10 padres estrangeiros.
    O cruzeiro foi inaugurado em 1935 na Praça Rodolfo Serrano enfrente a Igreja Matriz.
    Edgar Costa Carneiro, pai do radialista Carlos Fred foi o leiloeiro oficial da paroquia.
    A Igreja Matriz foi demolida em 1976 e reconstruída em 1977.
    A paroquia foi dividida em seis áreas para descentralizar sua atuação paroquial: Presidente Kennedy, Parque Rio Branco, Estação, João Arruda, Santa Luzia e centro do bairro.

Compartilhe

Subir


QR Code Business Card