Atualidades

Pastoral Carcerária lança relatório sobre restrição ao atendimento religioso nas prisões

A Pastoral Carcerária lança nesta sexta-feira (23), às 15 horas, na sede da CNBB em Brasília, o relatório Assistência Religiosa no Cárcererelatório sobre restrições ao trabalho da pastoral carcerária.

A assistência religiosa à pessoa presa é um direito constitucionalmente garantido e se vincula à própria inviolabilidade de culto e crença, também prevista na Constituição Federal e na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Além disso, as “Regras Mínimas para Tratamento de Pessoas Presas”, da Organização das Nações Unidas (ONU), a Lei de Execução Penal (LEP) e a Resolução 8/2011 do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP) garantem o atendimento religioso às pessoas privadas de liberdade, não comportando qualquer tipo de cerceamento ou restrição. No entanto, mesmo com essas garantias legais, a assistência religiosa ainda é, muitas vezes, dificultada ou mesmo impedida.

Leia a matéria completa aqui

Veja o relatório completo aqui

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

D. Fisichella nos 25 anos da Veritatis Splendor: quem critica o Papa não é fiel à tradição católica

Ano Jubilar do Centenário da pedra fundamental da Igreja Matriz de São Francisco – Canindezinho

Em 2018: FNS já aprovou repasse de mais de R$ 3 milhões para projetos sociais

Papa aos jovens: com Jesus, a vida tem sabor de Espírito Santo

Festejos de São Francisco das Chagas no Sertão do Ceará

Dom Aloísio: restos mortais


QR Code Business Card