Atualidades

Padre Erenildo e seu trabalho missionário em Capixaba (AC)

A Arquidiocese de Fortaleza sensível aos apelos da Missão mantém trabalhos missionários em outras Diocese e até no Exterior. Hoje conversamos com o Padre José Erenildo Silva da Costa que trabalha na Diocese de Rio Branco (AC), na Paróquia de Santo Antônio, Capixaba, onde é Pároco. Ele também é Coordenador do Setor Juventude e membro do Conselho Presbiteral da Diocese.

Pelo WhatsApp ele nos contou um pouco de sua experiência que reproduzimos aqui e no final postamos algumas fotos de momentos do trabalho que Pe. Erenildo realiza e que gentilmente nos enviou.

Pascom: Padre Erenildo quais os grandes desafios no trabalho missionário?

Pe. Erenildo: Na verdade a distância das comunidades. Tenho comunidades que passamos duas ou três horas subindo o rio Acre para chegar de barco

Pascom: Como se preparou para a missão?

Pe. Erenildo: Não houve uma preparação. Na verdade já cheguei entrando de cabeça na missão.

Pascom: Quais os trabalhos que o senhor desenvolve?

Pe. Erenildo: Os trabalhos são de visitas a estas comunidades. Tenho três Comunidades Ribeirinhas e 11 Comunidades Rurais .

Pascom: O senhor indicaria o trabalho missionário para seus colegas padres?

Pe. Erenildo: Creio que todo padre deveria passar por essa experiência aqui no Acre. Enriquece o nosso ministério. Um povo simples, mas que lhe oferece o melhor que tem. A acolhida e a alegria da presença do padre enche de alegria o povo das comunidades e anima ainda mais a vocação.

Pascom: Padre, todos que lhe conhecem sabem que gosta e sabe cantar. Como utiliza este seu dom na missão?

Pe. Erenildo: Na verdade temos o projeto “Os padres cantam” e como as paróquias aqui são carentes, o nosso objetivo é levar um pouco de alegria a esse povo. Cantamos também nas missas nas comunidades e agora recebemos um convite para fazer a abertura do novenário em Cruzeiro do Sul no dia 05 de agosto. Todo ano realizamos o Show Vocacional e quando acontece algum movimento na paróquia animamos também. Gosto realmente da música e minha ideia é pedir ao  arcebispo de Fortaleza pra estudar música. Ele é muito sensível a isso. Ele nos dá todo o apoio aqui para realizarmos a missão. Dom José fica feliz com nosso trabalho e eu agradeço imensamente a ele por essa experiência, inclusive já veio nos visitar, subimos o Rio Purus com ele. Foi um grande momento para nós.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Pastoral dos Surdos da Arquidiocese de Fortaleza realiza planejamento anual

Dom Scicluna e a proteção dos menores: fortalecer uma resposta comum

Papa Francisco nomeia bispo para a vacante diocese de Viana, no Maranhão

Sacramento não é serviço de compra e venda, diz pároco de Porto Alegre

Festa de São José – Cimpelco – Barra do Ceará


QR Code Business Card