Atualidades

Os Magos ensinam-nos uma “santa astúcia” para evitar as insídias das trevas: Papa na Missa da Epifania na basílica de S.Pedro

paparesisA figura dos Magos, que o Evangelho proclamado na liturgia deste dia 6 de janeiro, Epifania do Senhor, foi o fio condutor da homilia da Missa que o Papa Francisco presidiu, às 10 horas da manhã, na basílica de São Pedro.

No percurso dos Magos do Oriente – observou – “está simbolizado o destino de cada homem: “A nossa vida é um caminhar, iluminados pelas luzes que alumiam o caminho, para encontrar a plenitude da verdade e do amor, que nós cristãos reconhecemos em Jesus, Luz do mundo.”

O Papa Francisco evocou os “dois grandes livros que todos os homens, como os Magos, têm à disposição para encontrarem os sinais que os possam orientar na peregrinação que a vida é: “o livro da criação e o livro das Sagradas Escrituras… Especialmente escutar o Evangelho, lê-lo, meditá-lo e fazer dele nosso alimento espiritual consente-nos encontrar Jesus vivo, fazer experiência d’Ele e do seu amor”.

Aludindo também à primeira Leitura, do Profeta Isaías, em que Deus convida Jerusalém a erguer-se, revistada de luz, comentou o Papa: “Jerusalém está chamada a ser a cidade da luz, que reflecte sobre o mundo a luz de Deus e ajuda os homens a caminharem pelas suas vias. É esta a vocação e a missão do Povo de Deus no mundo”.

Já na parte final da homilia, o Santo Padre elogiou a “santa astúcia” revelada pelos Magos, quando decidem não passar de novo pelo palácio de Herodes, regressando a casa por outro caminho. Há uma “astúcia espiritual” que o próprio Jesus recomenda…

“Trata-se daquela astúcia espiritual que nos permite reconhecer os perigos evitá-los. Os Magos souberam usar esta luz de astúcia… “Estes sábios vindos do Oriente ensinam-nos como não cair nas insídias das trevas e como nos defendermos da obscuridade que tenta envolver a nossa vida.”

“Há que acolher no coração a luz de Deus e, ao mesmo tempo, cultivar aquela astúcia espiritual que sabe conjugar simplicidade e prudência, como Jesus pede aos discípulos: ‘Sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas.”

Fonte: Rádio Vaticano 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Grande Concerto de Natal na paróquia de São João Batista do Tauape.

Ordenações Diaconais na Catedral Metropolitana de Fortaleza dia 21 de dezembro

Dom Aloísio em nossos corações

Papa: a boa política está ao serviço da paz

Entrevista: CF 2019 – A felicidade humana como horizonte das Políticas Públicas


QR Code Business Card