Atualidades

O encontro com o noivo

A proposta da Igreja no Brasil é a de viver na alegre esperança do nosso compromisso batismal, haurindo essa proposta da fonte inesgotável da Bíblia, livro inspirado e inspirador. Ela é a gramática ou enciclopédia do povo de Deus, que, de modo correto, quer orientar homens e mulheres, na diversidade de dons, talentos, carismas e funções. A Bíblia foi escrita, num passado longínquo, por pessoas que viveram contextos diferentes do nosso. Mas Deus quer de nós, seus filhos, astúcia, convencendo-nos do que realmente importa, a Palavra de Deus, que é sempre atual, “viva e eficaz, mais cortante que qualquer espada de dois gumes, capaz de penetrar, a ponto de dividir alma e espírito” (cf. Hb 4, 12).

Ouvintes e praticantes da Palavra de Deus, pelos elementos a nos favorecer, no âmbito da vida como um todo, aproximam-se sempre e cada vez mais de Deus, que deseja de nós, cristãos, uma fé sólida e uma religião, não de aparências, mas apoiada, de verdade, no Livro Sagrado, consciente de que “toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça” (2 Tim 3, 16).

Que neste mês de setembro nos voltemos para as figuras dos apóstolos, pilares ou colunas da Igreja, os quais, alegoricamente, nos atentam para o sentido de uma melhor compreensão do edifício da nossa fé: a própria Igreja. É importante guardar a história da humanidade, a partir da arquitetura antiga, quando as construções eram feitas com pedras. Uma pedra muito singular era talhada no tamanho e formato correto para ser utilizada nas construções, recebendo o maior peso do edifício, para, assim, sustentá-lo. Ela era conhecida como pedra angular, em que, de modo seguro, ficava definida a colocação das outras pedras, alinhando toda a construção.

O convite do nosso bom Deus, pela voz da Igreja, é para pensarmos no valor e importância da Palavra de Deus, livro do amor, alma e vida, que nos ilumina e conduz ao momento do grande encontro com o noivo. Como é maravilhoso carregar, na mente e no coração, o acabamento do mundo, na imagem de Jesus! Ele é o noivo da humanidade a aguardar sua noiva – a Igreja -, que caminha na sua direção, não desatenta e distraída, mas na fé e na esperança, vestida com a roupa apropriada para o alegre, feliz e inaudito encontro. Assim seja!

*Padre, Jornalista, Colunista e Pároco de Santo Afonso, Parquelândia, Fortaleza-CE. Da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

D. Fisichella nos 25 anos da Veritatis Splendor: quem critica o Papa não é fiel à tradição católica

Material em preparação ao Simpósio Arquidiocesano no Ano do Laicato

Mês da Bíblia: Exercício do poder

Episcopalis  Communio

Bairro Ellery festeja São Francisco de Assis

Encontro de preparação para 3ª Semana Catequética Paroquial


QR Code Business Card