Atualidades

[NOTÍCIA/Brasil] CNBB é premiada com a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho

O arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Raymundo Damasceno Assis, recebeu, na tarde de ontem, dia 11, em Brasília (DF), a medalha da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho 2014. A premiação, promovida pelo Tribunal Superior do Trabalho cnbb_1(TST), foi concedida à Conferência pelas ações de relevância nacional desenvolvidas pela entidade, como o trabalho das Pastorais da Terra e da Criança, e pela realização da Campanha da Fraternidade 2014, que teve como tema “Fraternidade e Tráfico Humano”.

 O presidente do TST, ministro Barros Levanhagen, entregou a premiação ao cardeal Damasceno e destacou que a homenagem é feita a pessoas que investiram seu tempo na defesa de temas que são “bandeiras do TST”, como o combate às formas de trabalho degradante e infantil, por exemplo. “Todos os homenageados representam aquilo que a Ordem do Mérito Judiciário procurou atender, premiando pessoas que investiram seu tempo em causas maiores”, disse o magistrado.

Dom Damasceno, em seu agradecimento pelo reconhecimento do Tribunal, lembrou das Campanhas da Fraternidade, realizadas pela CNBB todos os anos com temáticas de relevância social. Sobre a edição de 2014, com o tema “Fraternidade e Tráfico Humano”, o cardeal considera a iniciativa importante para “defender a dignidade da pessoa humana e seus direitos, pois o tráfico é uma das formas de crime mais horrendas”, alerta. “Nossa missão é, sobretudo, religiosa e espiritual, mas sabemos que, da evangelização, faz parte a promoção da pessoa humana e de seus direitos”.

Além da CNBB, a organização não-governamental Movimento Humanos Direitos também recebeu a premiação na modalidade instituições. Outras 67 pessoas, entre autoridades dos três Poderes, magistrados, advogados, empresários, professores e profissionais da área de cultura e do esporte foram contempladas com a comenda.

De acordo com o TST, a Ordem do Mérito existe desde 1970 e é concedida em graus diferentes, que vão do Grã-Cruz (máximo) até o de Cavaleiro (primeiro grau). A lista completa com os homenageados pode ser conferida no site do Tribunal.

Com informações da Secretaria de Comunicação Social do Tribunal Superior do Trabalho (TST)
Fotografias: Aldo Dias/TST

(Fonte: CNBB)

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

D. Fisichella nos 25 anos da Veritatis Splendor: quem critica o Papa não é fiel à tradição católica

Material em preparação ao Simpósio Arquidiocesano no Ano do Laicato

Mês da Bíblia: Exercício do poder

Episcopalis  Communio

Bairro Ellery festeja São Francisco de Assis

Encontro de preparação para 3ª Semana Catequética Paroquial


QR Code Business Card