Atualidades

Morre arcebispo emérito de Teresina (PI)

O corpo do arcebispo emérito de Teresina (PI), dom Miguel Fenelon Câmara Filho, está sendo velado na Catedral Arquidiocesana de Nossa Senhora das Dores. O sepultamento será na Capela da Ressurreição (dentro da catedral), logo após as exéquias. A missa solene está marcada para às 11h e será celebrada por dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho.

O religioso morreu nesta quinta-feira (28), depois de 23 dias internação. O Arcebispo de Teresina, dom Jacinto Sobrinho, divulgou nota de falecimento.

NOTA DE FALECIMENTO

Teresina, 28 de junho de 2018

Comunico, em nome da Arquidiocese de Teresina, que nosso querido Arcebispo emérito Dom Miguel Fenelon Câmara Filho entregou a Deus a sua vida terrena às 16h de hoje, dia 28 de junho de 2018.
Tendo recebido toda e adequada assistência médica e confortado pela Oração e Sacramentos da Igreja, partiu na paz de Deus após 23 dias de internação.
Seu corpo será velado e sepultado na Catedral Arquidiocesana de Nossa Senhora das Dores a partir das 19h. A hora do sepultamento será em breve comunicada.
Pedimos a todos que recomendem ao Pai das Misericórdias esse Servo Fiel que pastoreou a nossa Arquidiocese por 16 fecundos anos.
A Virgem Maria, por quem nutria filial amor, O apresente ao seu Divino Filho.

Dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho
Arcebispo Metropolitano de Teresina

 

Nota de Condolências da CNBB pelo falecimento de 
Dom Miguel Fenelon Câmara Filho

Brasília, 29 de junho de 2018

Prezado irmão, Dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta seu pesar pelo falecimento de Dom Miguel Fenelon Câmara Filho, Arcebispo Emérito de Teresina (PI), na tarde desta quinta-feira, 28 de junho. Ao senhor, aos familiares e a todo o povo de Deus desta Igreja Particular, queremos nos unir em oração e em solidariedade, fazendo memória deste nosso irmão.

Dom Miguel Fenelon Câmara Filho, antes de ser eleito bispo, foi secretário do Regional Nordeste 1 da CNBB. Neste ano de 2018, completou 48 anos de episcopado, tendo exercido seu ministério em Fortaleza, Maceió e, por fim, em Teresina, onde foi o quinto arcebispo.

Com o povo piauiense, louvamos a Deus por tantos frutos de sua atuação no decorrer dos 16 anos de pastoreio na Arquidiocese. Ali, voltou seus olhos para os pobres com grande volume de serviços da Ação Social Arquidiocesana. Sempre esteve preocupado com os Seminários. Cearense, teve destacada sua identificação com o povo do Piauí.

Inspirados em seu lema episcopal “Scio cui credidi” (2 Tim. 1, 12) – “Sei em quem acreditei” -, possamos renovar nossa esperança de ressurreição Naquele que destruiu a morte e suscitou a vida e a imortalidade, pelo Evangelho.

Enviamos o nosso abraço a todos e as nossas orações pelo descanso eterno de Dom Miguel.

Em Cristo,

Cardeal Sergio da Rocha 
Arcebispo de Brasília
Presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB

Fonte: CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Pastoral dos Surdos da Arquidiocese de Fortaleza realiza planejamento anual

Dom Scicluna e a proteção dos menores: fortalecer uma resposta comum

Papa Francisco nomeia bispo para a vacante diocese de Viana, no Maranhão

Sacramento não é serviço de compra e venda, diz pároco de Porto Alegre

Festa de São José – Cimpelco – Barra do Ceará


QR Code Business Card