JMJ Panamá: milhares de jovens são esperados. Tudo pronto para a chegada do Papa | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

JMJ Panamá: milhares de jovens são esperados. Tudo pronto para a chegada do Papa

Federico Piana – Cidade do Vaticano

Aqui estão os números oficiais da XXXIV Jornada Mundial da Juventude no Panamá, que se realizará entre os dias 22 a 27 de janeiro: mais de 37 mil jovens já inscritos, mais de 167 mil os que farão suas inscrições nas próximas horas. No total, mais de 200 mil jovens provenientes de 155 países. Incluindo mil jovens indígenas dos cinco continentes que participarão de sua JMJ (que começará três dias antes, de 16 a 19 de janeiro) e que confluirá na mundialidade da JMJ, para abraçar o Papa Francisco que chegará à capital do homônimo Estado centro-americano dia 23 de janeiro.

Evento preparado à luz da oração

A confirmação dos dados, obviamente em evolução, vem de Giancarlo Candanedo, porta-voz da JMJ. Diretamente do Panamá, ele explica que sim, os números são importantes, mas a oração é mais importante. “Como estamos nos preparando? Primeiramente rezando. Não podemos esquecer que este é um desafio muito grande para uma nação pequena como a nossa. O Santo Padre quis dar essa responsabilidade não apenas ao Panamá, mas a toda a América Central e a todo o seu episcopado. Nós não podemos desapontá-lo”. O governo também estava trabalhando, os bispos não foram deixados sozinhos. Candanedo ressalta: “O governo, pela primeira vez na história da JMJ, criou uma estrutura administrativa capaz de nos ajudar na organização do evento. Ele facilitou muito as coisas. Essa é uma ajuda para a Igreja”.

Tudo está pronto Para a chegada do Papa Francisco

Grande efusão de energia também na preparação das boas-vindas ao Papa Francisco. No âmbito da segurança e nas etapas do programa, tudo está pronto. “Certamente – diz Candanedo -, no domingo passado mostramos em público o Papamóvel que um grupo de panamenhos realizou. Cada peça está no lugar”. Depois anuncia outra novidade: no kit do peregrino haverá um terço realizado pelas famílias pobres de Belém. Um milhão e meio foram produzidos.

A participação de jovens italianos

Dada a distância, o calendário escolar que não permite outras ausências e custos consideráveis, para os jovens italianos desta vez não será tão fácil voar para o Panamá. Padre Michele Falabretti, responsável pelo Departamento Nacional de Pastoral Juvenil da Conferência Episcopal Italiana, não esconde isso. “É verdade. Mas, apesar das dificuldades, nossos números superaram as expectativas: participarão da JMJ quase em 1.300. Um número importante, porque ir ao outro lado do mundo nesta temporada não é fácil”.

Fonte: Vatican news

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Dom José Antonio faz convocação para o Seminário Arquidiocesano de Pastoral

Festejos de São Pedro e São Paulo – Quintino Cunha

Curso de Verão 2019 será no Colégio Santo Tomás de Aquino, em Fátima

Nota de Falecimento

Tapete de Corpus Christi: em preparação na Paróquia Cristo Rei – Jesuítas (Fortaleza)

Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro na Capela do Guararapes


QR Code Business Card
Arquidiocese de Fortaleza