Atualidades

Informação sobre o Ano Nacional do Laicato

Entre 26 de novembro de 2017, Solenidade de Cristo rei, até o dia 25 de novembro de 2018, a Igreja Católica no Brasil está celebrando o Ano Nacional do laicato, inspirado na temática “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e no lema “Sal da Terra e Luz do Mundo”, (Mt 5, 13-14).O Ano do Laicato é uma resposta  de um pedido do papa Francisco, de fazer crescer “a consciência da identidade e da missão dos leigos na Igreja”. O intuito geral como Igreja é celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos no Brasil, assim como aprofundar a identidade, vocação, espiritualidade e missão e testemunhar Jesus Cristo e seu reino na sociedade contemporânea hoje bastante descristianizada.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estão indicando dois livros para iniciar este trabalho/estudo: a) Documento da CNBB 105 titulado “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade”, bem como demais arquivos do Magistério, em especial do Papa Francisco, sobre o laicato, e estimular a presença e a atuação dos cristãos leigos como “sal, luz e fermento” na Igreja e na Sociedade. b) o livrinho “Encontros de Reflexão”, que é um subsídio para a celebração do Dia Nacional dos Cristãos Leigos e Leigas e é útil par fornecer ideias sobre o tema. (cf. o Gaudium Press, 11/12/’17).

Durante a segunda reunião ordinária do Conselho Permanente da CNBB deste ano, houve a apresentação do projeto preparado pela Comissão Episcopal Especial com os subsídios para fomentar os trabalhos. É bom notar que todo o material elaborado já está disponível nas Edições CNBB. Durante o Ano do Laicato, serão também comemorados os 30 anos do Sínodo Ordinário sobre os Leigos (1987), a Exortação Apostólica “Christifideles Laici” de São João Paulo ll sobre a vocação e a missão dos leigos na Igreja e no mundo (1988). O Concílio Ecumênico Vaticano ll também orienta o leigo na Igreja: “Os leigos que foram capazes e que se formarem para isto podem também dar sua colaboração na formação catequética, no ensino das ciências sagradas e atuar nos meios de comunicação social” ( cf. Catecismo da Igreja Católica, no.906, citando Lumen Gentium n.35).

O Catecismo da Igreja Católica também afirma: “Os Leigos são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, eles têm a obrigação e gozam do direito, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente por meio deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer o Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que sem ela o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito”. (CIC, no. 900, citando Lumen gentium n. 33)

O Documento de Aparecido oferece valiosas sugestões para o Ano do Laicato. a) “Favorecer a formação de um laicato capaz de atuar como verdadeiro sujeito eclesial e competente interlocutor entre a Igreja e a sociedade, e entre a sociedade e a Igreja”. b) Otimizar o uso dos meios de comunicação católicos, fazendo-os mais atuantes e eficazes, seja para a comunicação da fé, seja para o diálogo entre a Igreja e a sociedade. c) Atuar com os artistas, esportistas, profissionais da moda, jornalistas, comunicadores e apresentadores, assim como com os produtores de informação nos meios de comunicação, com os intelectuais, professores, líderes comunitários e religiosos. d) Resgatar o papel do sacerdote como formador de opinião. (cf. DAp. n. 497, p. 223)

 

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Contribuições Paroquiais [novembro de 2018]

Marcos de sessenta anos e de dez edições serão celebrados pelo Congresso Mariano de Fortaleza

Batizados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo

Santuário de Canindé lança programação natalina

Dom Leonardo: questão indígena passa por momento difícil no Brasil


QR Code Business Card