Atualidades

Igreja não cobra mais taxas, em Mulungu

A paróquia de São Sebastião começou o mês de fevereiro com duas novidades importantes: a posse do novo pároco – padre Evando Alves de Andrade – e a abolição  de todas as taxas da paróquia. Agora, todos os fiéis poderão celebrar os sacramentos sem precisar pagar nada por isso. Batizados, casamentos, crismas e intenções de missas serão gratuitos. Também não haverá mais cobrança pelos documentos expedidos pela secretaria paroquial (batistérios, certidões de casamento ou declarações).

Igreja Matriz, Mulungu – CE

Ao celebrar a primeira missa dominical, o novo pároco declarou que nesta paróquia ninguém pagará mais nenhuma taxa à Igreja. A paróquia será sustentada pela generosidade dos fiéis através do Dízimo. Na ocasião foi lido o Manifesto de Abolição das Espórtulas e Taxas. Eis o texto do manifesto:


ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA
Paróquia São Sebastião – Mulungu
Manifesto de abolição das espórtulas e taxas

Nosso Senhor Jesus Cristo ao enviar os discípulos para proclamar que o Reino dos Céus está próximo, para curar os doentes, para ressuscitar os mortos, para purificar os leprosos e expulsar os demônios, deu-lhes esta recomendação: “De graça recebestes, de graça deveis dar” (Mt 10,8).

A Paróquia São Sebastião de Mulungu, buscando seu aperfeiçoamento dentro das Sagradas Escrituras e em comunhão e obediência ao projeto “Partilha Eclesial” da Arquidiocese de Fortaleza, declara:

Nenhum fiel pagará espórtulas ou taxas em nossa paróquia a partir de hoje. Não pagará pelos sacramentos (batismo, crisma, missas), nem pelos documentos (certidões, declarações etc). Todo serviço religioso desta paróquia será gratuito. De graça recebemos, de graça vamos dar. Nossa paróquia será sustentada pela partilha dos fiéis através do Dízimo e das ofertas.

Para isso pedimos a todos os fiéis que se tornem dizimistas e cada um decida livremente o valor de seu dízimo, conforme sua fé e seu amor a Deus e à Igreja. Que cada católico de Mulungu acredite do milagre da partilha e assuma seu compromisso de fé contribuindo mensalmente com o seu dízimo.

Mulungu, 05 de fevereiro de 2017.

Pe Evando Alves de Andrade
Pároco

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

D. Fisichella nos 25 anos da Veritatis Splendor: quem critica o Papa não é fiel à tradição católica

Material em preparação ao Simpósio Arquidiocesano no Ano do Laicato

Mês da Bíblia: Exercício do poder

Episcopalis  Communio

Bairro Ellery festeja São Francisco de Assis

Encontro de preparação para 3ª Semana Catequética Paroquial


QR Code Business Card