Atualidades

Em carta-aberta, Repam denuncia sinais de morte e opressão

“A Amazônia está em disputa numa batalha covarde e desonesta”, denuncia em carta-aberta a Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam). O texto divulgado no dia 29 de dezembro recorda acontecimentos recentes de violência contra os povos da região e implicações de fatores políticos para o meio ambiente. “Enquanto os gananciosos das empresas nacionais e multinacionais, disputam suas terras e suas riquezas naturais, os povos da Amazônia tombam sob o jugo da injustiça”, lê-se em um trecho.

A carta é assinada pelo arcebispo emérito de São Paulo (SP), cardeal Cláudio Hummes, que é presidente da Repam e da Comissão Episcopal para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Também assina o texto o bispo emérito do Xingu (PA), dom Erwin Krautler, que preside o comitê brasileiro da Rede e é secretário da Comissão para a Amazônia.

Leia mais aqui

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

A bem-aventurança eterna

Encontro Estadual da Legião de Maria

Renovação Carismática prepara a 30ª edição do Queremos Deus

O Mês Missionário Extraordinário 2019

Dom Lustosa: um Pastor com espiritualidade mariana


QR Code Business Card