Bento XVI convida cristãos a serem testemunhas convictas e corajosas | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Bento XVI convida cristãos a serem testemunhas convictas e corajosas

PAPA_CONVIDAAo meio-dia da última quarta-feira, 26 de dezembro, Bento XVI assomou à janela de seus aposentos – que dá para a Praça São Pedro – para a oração do Angelus.

A exemplo de Santo Estevão, “dar um testemunho convicto e corajoso”: foi o convite do Pontífice, na oração mariana, a todos os cristãos.

“Primeiro mártir”, “homem cheio de graça”, o diácono Santo Estevão “operou, falou e morreu animado pelo Espírito Santo, testemunhando o amor de Cristo até o extremo sacrifício”, realizando plenamente – recordou Bento XVI – a promessa de Jesus àqueles “fiéis chamados a dar testemunho em circunstâncias difíceis e perigosas, não serão abandonados e indefesos”. Toda a vida de Santo Estevão “é inteiramente plasmada por Deus, conformada a Cristo”, e, como Ele, soube perdoar os seus inimigos: “Senhor – pediu no momento da morte –, não lhe impute este pecado”.

“Deixar-se atrair por Cristo, como fez Santo Estevão, significa abrir a própria vida à luz que a evoca, a orienta e a faz percorrer o caminho do bem, o caminho de uma humanidade segundo o desígnio de amor de Deus.”

Santo Estevão “modelo para todos aqueles que querem colocar-se a serviço da nova evangelização”.

“Ele demonstra que a novidade do anúncio não consiste primariamente no uso de métodos ou técnicas originais, que certamente têm a sua utilidade, mas no ser repleto do Espírito Santo e deixar-se conduzir por Ele.”

E, portanto, “a novidade do anúncio está na profundidade da imersão no mistério de Cristo, na assimilação da sua Palavra…”

“Substancialmente, o evangelizador torna-se capaz de levar Cristo aos outros de modo eficaz quando vive de Cristo, quando a novidade do Evangelho se manifesta em sua própria vida.”

Em seguida, o Papa fez uma invocação a Nossa Senhora:

“Rezemos à Virgem Maria, a fim de que a Igreja, neste Ano da Fé, veja multiplicarem-se os homens e as mulheres que, como Santo Estevão, sabem dar um testemunho convicto e corajoso do Senhor Jesus.”

Após a oração mariana, o Pontífice saudou, em várias línguas, os fiéis e peregrinos reunidos na Praça São Pedro e a todos desejou “uma boa festa, na luz e na paz do Natal do Senhor”.

Eis o que disse na saudação aos fiéis e peregrinos de língua portuguesa:

“Com afeto, saúdo também os peregrinos de língua portuguesa, desejando que esta vinda a Roma encha de paz e alegria natalícia os vossos corações, com uma viva adesão a Cristo como fez Santo Estêvão: Confiai no seu poder, deixai agir a sua graça! De coração vos agradeço e abençoo.”

O Santo Padre concedeu a todos a sua Bênção apostólica.

Por Rádio Vaticano

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Festa dos Arcanjos receberá 12 mil pessoas no Ginásio Paulo Sarasate

DNJ 2019 retoma temática da Campanha da Fraternidade sobre Políticas Públicas

Festa de São Francisco na Comunidade do Planalto Itaperi

Em reunião com o Papa, presidência do Celam fala sobre novas perspectivas da entidade

Amor irrestrito e solidário


QR Code Business Card