Atualidades

[NOTÍCIAS/Mundo] Papa Francisco inicia visita pastoral à Ásia

papa-asia400Na manhã de hoje, 13, o papa Francisco desembarcou na ilha asiática do Sri Lanka, onde permanecerá até amanhã, 14. Ainda no roteiro da viagem apostólica, o pontífice seguirá para às Filipinas, no dia 15.

Na chegada ao aeroporto de Colombo, o papa foi recebido pelo novo presidente do país, Maithripala Sirisena. Em 1970, o papa Paulo VI esteve no país. Anos depois, em 1981, o papa João Paulo II visitou às Filipinas e, em 1995, o Sri Lanka.

Em saudação ao papa, o líder religioso Maithripala disse que o Sri Lanka é conhecido como a pérola do Oceano Índico não só por sua beleza natural mas, sobretudo, pelo seu povo e a sua rica variedade de tradições e culturas religiosas.

Na sequência, o papa Francisco agradeceu pela acolhida e recordou que sua viagem trata-se de uma visita pastoral.

“Na qualidade de pastor universal da Igreja Católica, vim para encontrar e encorajar os católicos desta ilha, e para rezar com eles. Um ponto central desta visita será a canonização do beato Joseph Vaz, cujo exemplo de caridade cristã e de respeito para cada pessoa, sem distinção de etnia ou de religião, continua ainda hoje a inspirar-nos e a servir-nos de mestre. Mas a minha visita quer também exprimir o amor e a preocupação da Igreja para com todos os sri-lankeses, e confirmar o desejo da comunidade católica de ser ativamente partícipe da vida desta sociedade”, expressou o papa.

Diálogo e paz

Francisco destacou que “comunidades no mundo estão em guerra entre si”. Disse, também, que o Sri-Lanka “passou ao longo de muitos anos pelos horrores de um recontro civil e agora está a procurar consolidar a paz e curar as feridas do passado”.

“Não é uma tarefa fácil a de ultrapassar a amarga herança de injustiças e hostilidades deixadas pelo conflito. Só pode ser realizada ultrapassando o mal com o bem e cultivando as virtudes que promovem a reconciliação, a solidariedade e a paz”.

O papa ressaltou o papel que as várias tradições religiosas locais têm no processo de reconciliação e reconstrução do país. Ao final de sua fala, manifestou o desejo de “que todos tenham voz, trabalhem juntos e sobretudo aceitem, respeitem um ao outro e aprendam a viver juntos como uma família. A diversidade seja vista como uma riqueza e não uma ameaça”.

Programação da visita

O roteiro da visita do papa Francisco à Ásia e às Filipinas inclui diferentes atos e encontros inter-religiosos. Na quarta-feira, o papa presidirá a missa da canonização do religioso oratoriano, José Vaz, que dedicou sua vida em prol da obra de evangelização no Sri Lanka. No dia 15, o papa seguirá para as Filipinas.

Na sexta-feira, 16, haverá encontro com as famílias de Manila. Francisco visitará as zonas atingidas pelo tufão Haiyan e celebrará missa em Tacloban. Na região de Palo, almoçará com sobreviventes do tufão e abençoará o “Centro Papa Francisco” dedicado aos pobres, construído com contribuições do Conselho Pontifício Cor Unum.

No domingo, 18, terá encontro com os líderes religiosos locais e com jovens, além da missa “Santo Niño”, na capital filipina. O para Francisco retornará a Roma na segunda-feira, 19.

Fonte CNBB – Com informações e fotos do News.va/Rádio Vaticano

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Paróquia do Mondubim realiza festejo à Nossa Senhora

Papa: as ditaduras começam com a comunicação caluniosa

Dia Mundial do Refugiado promove cultura e debate os desafios do refúgio no Brasil

Nota de falecimento

Aparecida receberá restos mortais de Dom Aloísio Lorscheider, Cardeal repousará na Capela da Ressurreição do Santuário Nacional


QR Code Business Card