Atualidades

[NOTÍCIAS/CNBB] Conselho Permanente aprova continuação do Projeto Haiti e realização da Escola de Formadores

HaitiAgBrOs bispos do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) aprovaram hoje, 11, a continuação do Projeto realizado no Haiti e, como gesto concreto da Campanha da Fraternidade de 2015,  a doação de recursos à iniciativa, destinados às ações desenvolvidas nos próximos cinco anos na região.

O Projeto é uma parceria entre a Igreja do Haiti, a CNBB e a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), que teve início em janeiro de 2010, logo após o terremoto que devastou o país, deixando mais de 230 mil pessoas mortas, 300 mil feridos e um milhão e meio de desabrigados.

O bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, considera o trabalho das missionárias enviadas pela entidade e pela CRB como “extraordinário”. Atualmente, seis missionárias brasileiras estão presentes em Porto Príncipe, capital do Haiti. O Projeto tem como objetivos despertar a consciência do povo e das autoridades haitianas para a situação do país, que é de extrema pobreza;, bem como ser presença solidária, acolhedora e evangélica, inserindo-se na reconstrução e na vigilância por condições dignas para a população pobre.

Escola de Formadores

Outra proposta aprovada pelo Conselho Permanente da CNBB nesta quarta-feira refere-se à Escola Nacional de Formadores “Jesus Bom Pastor”.

A Escola atende ao pedido do papa Francisco feito durante a Jornada Mundial da Juventude 2013. “É importante promover e cuidar de uma formação qualificada, que crie pessoas capazes de descer na noite sem ser invadidas pela escuridão e perder-se; capazes de ouvir a ilusão de muitos, sem se deixar seduzir, capazes de acolher as desilusões, sem desperar-se nem precipitar-se na amargura; capazes de tocar a desintegração alheia, sem se deixar dissolver e decompor na sua própria identidade”, disse Francisco na ocasião.

A Escola de Formadores será um espaço de preparação e aprimoramento do ministério dos formadores dos Seminários e Institutos da Igreja no Brasil. De acordo com o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, dom Pedro Brito Guimarães, a iniciativa tem como objetivo “promover a qualificação para o ministério dos formadores dos seminários e institutos de formação, oferecendo-lhes atualização nos conteúdos teológicos, metodológicos e pastorais, por meio de ambiente, no qual se cultivem a espiritualidade e a fraternidade sacerdotais, capacitando-os para o acompanhamento, o discernimento e a formação presbiteral”.

Após a aprovação dos bispos, a Comissão dará os encaminhamentos necessários para a realização da Escola.

 Por CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,16-18

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 20,1-16a

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,4-15

Visita Pastoral na Paróquia de Nossa Senhora da Penha, Maranguape

II Romaria Bíblica e encontro sobre contabilidade na Região São Pedro e São Paulo


QR Code Business Card