Atualidades

[NOTÍCIAS/Brasil] Para dom Leonardo, Campanha de Diagnóstico Precoce do HIV busca “dar vida melhor às pessoas”

Campanha350A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com o apoio da Pastoral da Aids e do Ministério da Saúde (MS), lançou na tarde desta quinta-feira, dia 27, a Campanha “Cuide bem de você e de todos que você ama”. A iniciativa visa a ampliação da testagem do HIV, vírus da Aids.

O evento de abertura aconteceu na sede da CNBB, em Brasília (DF), e teve a participação do bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da instituição, dom Leonardo Steiner; do ministro da Saúde, Arthur Chioro; do secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa; do coordenador do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais, Fábio Mesquita; dos secretário executivo e assessor da Pastoral da Aids, respectivamente, frei José Bernardi e frei Luiz Carlos Lunardi.

Na ocasião, dom Leonardo Steiner afirmou que “uma ação que tem por objetivo dar vida melhor às pessoas não pode deixar de ter o apoio da CNBB”. Ele recordou a atuação da Igreja com as pessoas que vivem com o vírus da Aids. “Talvez tenha sido a Igreja a primeira a acolher e ir ao encontro das pessoas. Nós estamos dando apenas continuidade e estamos dando um grande passo para que as pessoas possam, o quanto antes, fazer o teste e assim serem acompanhadas”, disse. O bispo convidou, ainda, os participantes a fazerem o gesto com as mãos, como motiva o cartaz da campanha.

De acordo com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, nos 30 anos de luta conta a Aids no Brasil aconteceram inovações tecnológicas e avanços no tratamento, fazendo com que atualmente haja uma naturalidade em relação às infecções. “É verdade que temos grupos na população que têm de 12 a 24 vezes mais chances de ter a infecção com o HIV, mas é importante que a sociedade brasileira e, particularmente, os jovens tenham a noção muito clara de que o HIV vai também expor à infecção pessoas que não fazem parte desses grupos”, ressaltou.

Segundo dados do Ministério da Saúde, são 720 mil pessoas que vivem com HIV/Aids no Brasil e 350 mil estão em tratamento. Além disso, cerca de 150 mil pessoas vivem com HIV e não sabem.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde explicou que há efeitos positivos quando o teste anti-HIV é feito antes que alguns sintomas se manifestem, pois beneficia a pessoa com o novo protocolo adotado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para tratamento e reduz o risco de novas infecções.

Cuidado

O slogan da Campanha, “Cuide bem de você e de todos que você ama”, teve destaque na fala dos presentes à mesa. O secretário executivo da Pastoral da Aids, frei José Bernardi, afirmou que, com osmateriais da Campanha, pretende-se “sensibilizar para o cuidado”. “Fazer o teste HIV é uma forma de cuidar de si e das pessoas que você ama. As peças da Campanha exploram essa ideia e acrescentam informações úteis sobre a epidemia, o HIV e a Aids, que muitas vezes são confundidos pela sociedade”.

Para Chioro, o slogan remete a valores “essenciais na produção de uma sociedade mais justa, fraterna, solidária e saudável”. “É o conceito do amor e do respeito a cada um e ao próximo, isso é fundamental para a gente combater ainda os estigmas, o preconceito, a desinformação, que são produtores de muita dor, de muito sofrimento e muita doença”, afirmou.

Ao final da cerimônia, dom Leonardo Steiner convidou os presentes a repetirem o gesto do cartaz da Campanha, que mostra uma pessoa com as mãos próximas, simbolizando o cuidado a partir do lema “Cuide bem de você e de todos que você ama”.

Também participaram da cerimônia agentes da Pastoral da Aids e representantes de entidades, como a secretária executiva do Conselho Nacional das Igrejas Cristãs (Conic), pastora Romi Márcia Bencke.

Campanha

A campanha será desenvolvida em todas as dioceses e paróquias do Brasil. Além de cartazes para igrejas e outros espaços públicos, há folhetos que trazem as razões para a realização do teste. Também foram produzidos spots radiofônicos e peças para televisão e internet.

O auge da Campanha, que prosseguirá durante o ano de 2015, acontecerá de 29 de novembro a 1º de dezembro, com divulgação especial em todas as celebrações católicas, em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Confira os materiais para divulgação da campanha. 

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card