Atualidades

[NOTÍCIAS/53ª Assembleia Geral] Missa é dedicada aos novos bispos

53AG_Missa novos bisposO núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni D’Aniello, presidiu a missa do segundo dia da 53ª Assembleia Geral (AG) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Concelebraram os bispos de Tefé (AM), dom Fernando Barbosa dos Santos, e de Zé Doca (MA), dom João Kot, representando os novos bispos nomeados desde a última AG.

Em sua saudação aos membros do episcopado, padres, religiosos e fiéis, o núncio apostólico apresentou novamente aos novos bispos suas “felicitações e os votos de um frutuoso ministério episcopal”.

Dom Giovanni explicou em sua homilia a proposta da liturgia da 2ª Semana do Tempo Pascal de seguir o “denso e ao mesmo tempo belíssimo” discurso de Jesus a Nicodemos. “O Senhor está transmitindo o ensinamento a este mestre da religião judaica referente às realidades celestiais, ou seja, relacionadas à vida divina, portanto à Sua própria vida”, disse.

A Nicodemos, segundo dom Giovanni D’Aniello, foi possível “ascender por este discurso ao conhecimento das realidades do alto reveladas pelo Salvador”.

 “Aquele que vem do alto está acima de todos. Quem é da terra, pertence à terra e fala coisas da terra”, leu-se no Evangelho. Dom Giovanni fez uma reflexão sobre a natureza divina encontrada no Cristo e a terrena, que impõe no ser humano um limite “marcado por uma natureza carnal corrompida pelo pecado e uma espiritualidade embaçada”. De Cristo vem a proposta de um “renascimento e uma renovação total, tendo como paradigma a sua própria imagem de Filho de Deus”.

“E é justamente a síntese entre o homem e o divino, presente em Cristo, a que somos chamados a restaurar em nossa humanidade por meio desse renascimento do alto. A identidade de Cristo é essencialmente ligada com o Pai e sua natureza divina com a terra. Sua natureza divina e humana resplende a mesma perfeição que vem de Deus”, explicou.

“A nossa natureza, moldada com a terra, pela nossa desobediência foi manchada com a lama dos interesses mundanos”, afirmou D’Aniello. Segundo o núncio, a consequência do pecado é a mácula da “primitiva semelhança divina com a qual Deus nos havia adornado na criação”.

Conforme dom Giovanni  Cristo “é o critério decisivo para se participar da vida divina”. O núncio apostólico disse ser necessário da parte dos bispos e dos fiéis reafirmar a fé em Cristo Filho de Deus. “Aquele que tem todo o poder sobre a vida e a morte e por conseguinte torna mais crível a fé, a fim de que outros se sintam atraídos e tenham acesso à vida divina dom de Deus por meio de Cristo”, acrescentou.

Ao final, orientou que “diante do desígnio de salvação estabelecido por Deus e oferecido aos seres humanos, seus filhos não podem ficar indiferentes” e que Cristo se coloca diante do homem com um imperativo que “não admite meios termos ou posições dúbias”. Disse ainda que o convite pascal do ressuscitado é de “levar mais a sério seu discurso sobre as coisas do alto”.

“Para que isso se realize é necessário aceitar o testemunho que Cristo nos dá, o que significa reconhecer as palavras e as verdades anunciadas por ele e que nos colocam em relação direta com seu pai”, disse.

Novos bispos

Veja quais foram os novos bispos nomeados pelo papa Francisco desde a 52ª AG da CNBB, ocorrida entre 30 de abril e 9 de maio de 2014:

Novos Bispos
Dom Fernando Barbosa dos Santos
Bispo de Tefé – AM
Dom Jan (João) Kot, OMI
Bispo de Ze Doca – MA
Dom Adolfo Zon Pereira, S.X
Bispo Coadjutor – de Alto Solimões – AM
Dom Levi Bonatto
Bispo Auxiliar de Goiânia – GO
Dom Antônio Tourinho Neto
Bispo Auxiliar de Olinda/Recife – PE
Dom Devair Araújo da Fonseca
Bispo Auxiliar de São Paulo – SP
Dom Eduardo Vieira dos Santos
Bispo Auxiliar em São Paulo – SP
Dom Onécimo Alberton
Bispo da Diocese de Rio do Sul – SC
Dom Adelar Baruffi
Bispo da Diocese de Cruz Alta – RS
Pe. Leomar Antônio Brustolin
Bispo Auxiliar em Porto Alegre/RS
Pe. Janusz Marian Danecki
Bispo Auxiliar de Campo Grande – MS
Pe. José Aristeu Vieira
Bispo da Diocese de Luz – MG
Pe. Luiz Gonçalves Knupp
Bispo da Diocese de Três Lagoas – MS
Pe. Edson José Oriolo dos Santos
Bispo da Auxiliar de Belo Horizonte.

Fonte: CNBB

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Secretaria da Presidência da CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Reunião do Conselho Episcopal Regional (CONSER) Regional Nordeste 1 da CNBB – Ceará

Padre Antônio Niemiec é o novo secretário nacional da Pontifícia União Missionária

SSPDS divulga Plano Operacional para o X Evangelizar  Fortaleza

Campanha para Evangelização de 2017 será em sintonia com o Ano do Laicato

XIX Assembleia Estadual da Pastoral Operária do Ceará


QR Code Business Card