Atualidades

Pe. Lombardi: ainda não decidida data de início do Conclave

cardeiaisOs cardeais ainda não decidiram nenhuma data para o início do Conclave. Essa foi a notícia mais significativa dada no início da tarde desta quinta-feira pelo diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi, durante a coletiva ao término da quinta Congregação Geral.

Ademais, o religioso jesuíta desmentiu a notícia segundo a qual teria sido programada uma missa na Basílica de São Pedro para a eleição do Pontífice (Pro eligendo Pontifice). Ainda nesta quinta-feira estarão presentes em Roma todos 115 cardeais eleitores, embora na parte da manhã estivesse ausente na Congregação Geral o cardeal vietnamita.

Com relação à data de início do Conclave, Pe. Lombardi reiterou que essa decisão depende do Colégio cardinalício.

Após negar que tenha sido marcada uma missa Pro eligendo Pontifice na Basílica de São Pedro para segunda-feira à tarde, dia 11, observou que esta é uma missa que todos os sacerdotes podem celebrar nestes dias, pedindo ao Espírito Santo que ajude a Igreja nesta situação tão importante.

Em seguida, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé afirmou que nesta quinta Congregação Geral, realizada pela manhã, estavam presentes 152 cardeais, 114 dos quais eleitores, tendo chegado a Roma também o arcebispo de Varsóvia, Cardeal Nycz. Falta, portanto, somente o cardeal vietnamita Pham Minh Man:

“O cardeal vietnamita está sendo esperado para chegar ainda nesta quinta-feira: vejamos se estará presente esta tarde ou se somente na Congregação Geral de amanhã pela manhã. Portanto, se espera chegar hoje ao número completo dos cardeais aguardados, que não disseram que não viriam.”

Pe. Lombardi informou ainda que foi renovada a Congregação Particular, após os primeiros três dias, com o sorteio de três cardeais, para assistir o camerlengo:

“Os três sorteados hoje foram o patriarca maronita Cardeal Raï, pela Ordem dos Bispos; o Cardeal Monsengwo, pela Ordem dos Presbíteros; e o Cardeal De Paolis, pela Ordem dos Diáconos.”

Os pronunciamentos da manhã desta quinta-feira foram 16 ao todo, e os três primeiros foram feitos por responsáveis dos dicastérios econômicos, Versaldi, Calcagno e Bertello. Na Constituição apostólica “Pastor Bonus” – disse Pe. Lombardi –, se estabelece que o camerlengo, por ocasião da Sé Vacante, deve prover ao Colégio cardinalício informações sobre o estado patrimonial e econômico da Santa Sé. É o que foi feito sinteticamente esta manhã pelos três cardeais:

“Naturalmente os cardeais estão à disposição de todos os membros do Colégio cardinalício para eventuais aprofundamentos ou acréscimos, para além daquilo que podem ter dito sinteticamente em seu pronunciamento.”

Em seguida, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé indicou, em grandes linhas, quais foram os outros temas abordados nos sucessivos pronunciamentos desta manhã:

“A evangelização, o empenho da Igreja no mundo de hoje, a Santa Sé, os dicastérios da Cúria Romana, as relações com os episcopados, o perfil ou as expectativas em relação ao novo Papa. Na manhã desta quinta-feira falou-se também sobre o diálogo ecumênico, por exemplo, sobre caridade e compromisso da Igreja em favor dos pobres.”

Também nesta quinta Congregação Geral foi feita uma pausa de cerca de meia hora, durante a qual teve lugar um intenso colóquio entre os cardeais para uma troca de informações e opiniões.

O sacerdote jesuíta informou aos jornalistas que o Colégio cardinalício enviou – com assinatura do cardeal decano Angelo Sodano – uma mensagem de pesar aos governantes da Venezuela, por ocasião da morte do Presidente Hugo Chávez.

Em seguida, respondeu a uma pergunta sobre entrevistas anônimas com citações de altos prelados, não especificados:

“Se alguém tiver algo a dizer é melhor que o faça claramente, dizendo o seu nome e sobrenome, assumindo as suas responsabilidades, ou então não o faça.”

Durante a coletiva foram também mostradas imagens do Centro Televisivo Vaticano (CTV) sobre os trabalhos em andamento na Capela Sistina em vista do Conclave. Segundo Pe. Lombardi, muito provavelmente a Congregação da tarde será totalmente dedicada aos pronunciamentos dos cardeais. Respondendo a uma pergunta, disse que é absolutamente possível que os purpurados possam se encontrar para uma Congregação Geral também no dia de sábado. (RL)

Por Rádio Vaticana

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Saiba o que irá mudar na mídia vaticana

Rede Cearense realiza 16º Feirão de Socioeconomia Solidária

Presidente da CNBB recebe organizadores de ato contra a reforma da Previdência

Criaturas novas de Deus

Nossa Senhora de Guadalupe


QR Code Business Card