Atualidades

Pastoral realiza Assembleia Estadual

De sexta-feira, 9, até domingo, dia 11, a Pastoral da Criança reúne seus coordenadores de setor de todo o Estado para celebrar e avaliar as ações de 2011, e planejar ações para enfrentar as dificuldades em 2012. O professor Milton Dantas, da Arquidiocese de Natal, especialista em comunicação pessoal e grupal, vai apoiar a condução do encontro, que acontece no Centro Diocesano Nossa Senhora Estrela do Mar, em Itapipoca.

Um ponto relevante da assembleia será o debate sobre a condução do Encontro Regional da Pastoral no Nordeste, que se dará em Fortaleza durante o mês em março de 2012. Na capital vão reunir-se os nove estados nordestinos e a coordenação nacional da Pastoral da Criança para traçar e corrigir metas, trocar experiencias e valorizar as ações exitosas.

Trata-se de um momento celebrativo, pois entre outras coisas a Pastoral celebra o fato de ter mantido em 9,5 para cada mil bebes nascidos vivos a taxa de mortalidade de crianças acompanhadas por seus líderes, quando o índice nacional é da ordem de 21,64 para cada mil nascidos vivos. Mas é preciso levar em consideração que essa média, menor que a metade da nacional, se mantém com crianças vivem em comunidade pobres, onde a mortalidade é sempre maior a nacional.

Dentre os problemas, a Pastoral da Criança pode apontar a diminuição no número de voluntários. A Pastoral é instituição que mantém o maior número de voluntários em todo o mundo: são 261mil voluntários em 84.241 comunidades, atuando regularmente e não apenas em momento de calamidade. Em 2010 eles didicaram, no mínimo, quatro horas de trabalho por mês ao acompanhamento de 84.837 gestantes e 1milhão598mil e 807 crianças só no Brasil. O esforço é para promover a saúde física, mental e espiritual das crianças e suas famílias.

Um segundo problema é a dificuldade de recursos: a Instituição, que sempre contou com um repasse considerável do Ministério da Saúde para gastos com transporte, alimentação e capacitação de seus voluntários, está enfrentando dificuldades na liberação desses recursos. O trabalho dos voluntários é contínuo, enquanto os repasses, este ano por exemplo, só de deram no terceiro trimestre; isso levou a Pastoral a gastar suas reservas advindas de doações com transporte e capacitação no primeiro semestre e os convênios não cobrem despesas realizadas antes das liberações de recursos.

A Pastoral daCriança conta com doações de instuiçoes como o HSBC e o Criança Esperança, mas sua maior contibuição é de pessoas que doam um ou dois reais em suas contas de energia elétrica, mensalmente. No Ceará, o número destes doadores ainda é pequeno, e embora a COELCe seja parceira do projeto, não cobrando nada pelo repasse, o valor é muito peqeuno secomprarado a outros eEsados. Qualquer pessoa pode colaborar, e paratanto, basta procurar a coordenação da Pastoral na sua paróquia, já que as doações vão direto para a comunidade onde são colhidas.

Informações: Inês – 85. 9955.2074 0u 8808.5507

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Na celebração do I Dia Mundial dos Pobres Arquidiocese lança a 9ª Festa da Vida

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018


QR Code Business Card