Atualidades

Pastoral da Sobriedade promove Semana Nacional Contra Drogas 2013

sobriedade500De cada 100 pessoas dependentes de substâncias químicas, apenas cinco estão em Casas de Recuperação. Dessas, somente 20% conseguem concluir o tratamento. Os dados já acederam o sinal vermelho há muito tempo. Quem informa é o coordenador da Pastoral da Sobriedade do Regional Nordeste 1 da CNBB, Rogério Melo, que também é presidente da Associação Brasileira Sobriedade e Paz (ABRASP). “É uma epidemia no Brasil e no mundo”, comentou.

Diante do cenário, a Pastoral da Sobriedade do Regional Nordeste 1 da CNBB, em parceria com a ABRASP, promoverá, entre os dias 19 a 26 de junho de 2013, a Semana Nacional Contra as Drogas, com o objetivo de conscientizar a sociedade cearense sobre a prevenção do uso de drogas, lícitas e ilícitas. “A nível nacional esta já é a 10ª edição do evento. A nível local é a 4ª edição. No Ceará, vamos chegar em 15 cidades. São municípios que tem grupos de autoajuda da Pastoral da Sobriedade.

Durante toda a semana serão realizados encontros, debates, palestra e eventos para discutir a questão das drogas. “Queremos conversar com a sociedade e gestores municipais, trabalhar em cima dessa temática. Vamos visitar Casas de Recuperação para dialogar com os residentes em tratamento. Em Barbalha, por exemplo, há a Aliança de Misericórdia, que trabalha apenas na linha da Providência, pois não tem recursos. A Casa abriga 60 pessoas em tratamento de dependência química. Estamos fazendo uma campanha na Diocese do Crato, que congrega 10 paróquias, para arrecadar material de limpeza, alimentos não perecíveis e roupas com o objetivo de ajudar a Aliança de Misericórdia”, afirmou Melo, acrescentando que também estão agendadas visitas as escolas.

Dependência química

Segundo dados do Ministério da Saúde e da Organização das Nações Unidas (ONU), a presença de crack foi detectada em 98% dos municípios brasileiros. “As drogas já chegaram aos canaviais, no garimpo e até em algumas tribos indígenas. Por isso temos que focar na prevenção. É claro que não vamos virar o rosto para os irmãos já enfermos, pois temos que oferecer um trabalho de recuperação digno a eles, mas temos que reforçar a prevenção. Para isso, precisamos unir as forças da sociedade e do Governo, que ainda não libera muitos recursos para o trabalho de prevenção”, ponderou Melo.

Esse mal, destacou o presidente da ABRASP, atinge a humanidade principalmente de quatro formas: primeira, a pessoa-usuária, que vive amarrada a um sistema de criminalidade para adquirir a droga, substância destruidora de sua própria saúde; segunda, a família da pessoa-usuária, que, dia após dia, é carcomida pelo sofrimento de acompanhar um ente querido destruir paulatinamente a própria vida, em razão de sua dependência química; terceira, o Estado, por assistir sua autoridade sendo afrontada e confrontada pela ação dos traficantes; e quarta, a sociedade, que vive aterrorizada pelas ações criminosas, movidas em torno do tráfico de drogas: furta-se, rouba-se e mata-se em decorrência da droga.

Sobre o trabalho da Pastoral da Sobriedade, Rogério Melo ressaltou que, embora, seja uma iniciativa silenciosa, que não aparece muito na mídia, é, sobretudo, uma ação transformadora. “Nas comunidades que tem grupos da Pastoral é perceptível a diferença. Nosso trabalho não é muito aplaudido e reconhecido, mas transforma vidas”, pontuou Melo.

Em tempo

Em todas as cidades que tem grupos de autoajuda da Pastoral da Sobriedade irão se mobilizar esta semana para levar uma mensagem de prevenção ao uso de álcool e outras drogas. Entre as atividades também estão previstas conversas com motoristas, alertando-os sobre os malefícios do abuso de álcool e drogas.

Mais informações: Rogério Melo – (85) 86879628 / (88) 88126264

Coordenação da Pastoral da Sobriedade Regional Nnordeste 1 da CNBB.

Por: Carmina Dias, Jornalista.

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Na celebração do I Dia Mundial dos Pobres Arquidiocese lança a 9ª Festa da Vida

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018


QR Code Business Card