Atualidades

Papa Francisco, no Angelus: “Os jovens saúdam os seus avós!”

Nesta sexta-feira, 26 de julho, dia dedicado aos avós no Brasil, depois de conversar com vários jovens que foram se encontrar com ele no Palácio São Joaquim, da Arquidiocese do Rio, Papa Francisco fez sua meditação do “Angelus” e chamou a atenção de todos para a importância e o valor dos idosos.

Papa Francisco recebeu, na manhã desta sexta-feira, depois de conversar com alguns jovens que passam pela experiência da recuperação depois de terem cometido infrações, dirigiu-se ao balcão do Palácio São Joaquim para fazer a meditação do Angelus.

Agradeço a Divina Providência, disse o Papa, “por ter guiado os meus passos à cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro”. Ele também agradeceu ao arcebispo do Rio, dom Oran Tempesta pelo caloroso acolhimento. “Gostaria que essa minha passagem pela cidade do Rio renovasse em todos, o amor a Cristo e pela Igreja, a alegria de estar unidos a Ele e pertencer a Igreja, o empenho de viver e de testemunhar a fé”, afirmou.

O Papa lembrou a importância de se rezar o Angelus todos os dias: “uma belissima expressão popular da fé é a oração do Angelus. É uma oração simples de recitar em três momentos do dia que marca o ritmo de nossas atividades cotidianas: de manhã, ao meio dia e no entardecer. Mas é uma oração importante e convido a todos a recitar a Ave Maria”.

E recordou: “Hoje a Igreja celebra a jornada dos pais da Virgem Maria, os avós de Jesus: os santos Joaquim e Ana. Na casa deles, veio ao Mundo, Maria, trazendo com ela o extraordinário mistério da Imaculada Conceição; na casa deles, cresceu Maria, acompanhada pelo amor e a fé que eles professavam; na casa deles, ela aprendeu a escutar o Senhor e a seguir a Sua vontade. Os Santos Joaquim e Ana fazem parte de uma corrente que transmitiu o amor por Deus, no ambiente da família, até chegar a Maria que acolheu no seu ventre o Filho de Deus o doou ao mundo, doou Jesus a nós”.

O papa destacou o ambiente familiar como como lugar privilegiado para a transmissão da fé. Olhando para esse ambiente, o Papa fez questão de dizer: “hoje, na festa de São Joaquim e Santa Ana, no Brasil como em outros países, se celebra a festa dos avós. Quanto são importantes na vida da família para comunicar o patrimônio de humanidade e de fé que é essencial para toda sociedade! E como é importante o diálogo entre as gerações, sobretudo dentro da família. O Documento de Aparecida nos recordou: ‘as crianças e os anciãos construíram o futuro dos povos; as crianças porque levarão avante a história, os anciãos porque transmitem a experiência e a sabedoria da vida’. Esta relação, este diálogo entre as gerações é um tesouro para se conservar e alimentar!”.

E terminou: “Nesta Jornada da Juventude, os jovens querem saudar os avós. Saúdam com tanto afeto e agradecem pelo testemunho de sabedoria que nos oferecem continuamente. E, agora, nesta Praça, nas ruas dos arredores, nas casas que vivem com este momento de oração, sentimos como única grande família e olhemos para Maria para que guarde nossas famílias”.

Fonte: CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Festa na paróquia de São Francisco de Assis, Jacarecanga

Soberania nacional é o eixo central da análise de conjuntura apresentada aos bispos Consep

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 7,31-35

Papa Francisco anuncia duas novas nomeações na manhã desta quarta-feira, 20

“Magnum Principium” do Papa Francisco


QR Code Business Card